Matérias | Especial


Itajaí

Itajaí e Le Havre: cidades separadas pela distância, mas unidas pela vela

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]


Por Ionara Nunes, 13 anos


Em novembro,quando os velejadores franceses e seus familiares chegarem a Itajaí,vão se sentir em casa. Apesar da distância e da cultura tão diferentes, Itajaí e Le Havre são cidades muito parecidas ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

OU

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Em novembro,quando os velejadores franceses e seus familiares chegarem a Itajaí,vão se sentir em casa. Apesar da distância e da cultura tão diferentes, Itajaí e Le Havre são cidades muito parecidas.



Assim como Le Havre, Itajaí é um bom lugar para se viver, o povo é gentil e educado. Em ambas cidades as pessoas são simples, tanto no modo de vestir, quanto na culinária e em outros costumes comuns do cotidiano. Não existem diferenças quando falamos do campo de trabalho: em Itajaí também há varias oportunidades de emprego e várias opções de entretenimento que, além de beneficiar os moradores, geram muitas vagas de trabalho. As duas cidades são beneficiadas pelo porto, que além dos empregos recebem muito reconhecimento mundial.

Michel Teló também rola por lá


Pelo o que pude pesquisar, o gosto musical entre franceses e brasileiros não são muito diferentes. Entre as músicas mais baixadas pelo iTunes dos dois países, há vários artistas em comum, tais como: Avicii, Britney, Justin Bieber, Miley Cyrus e Bruno Mars. As músicas brasileiras não serão uma novidade para os franceses. Recentemente, a música “Ai Se Eu Te Pego” do cantor Michel Teló, ganhou Disco de Ouro na França e foi a música mais tocadas nas rádios francesas.

Le Havre e Itajaí são cidades onde o clima é muito quente, por isso o ponto mais visitado das duas cidades é a praia.


Dicas para quem quer parlé francé

Para recebermos os turistas franceses, é importante conhecer algumas palavras utilizadas por eles. Desta forma, quando os franceses chegarem a Itajaí, nós poderemos nos comunicar melhor com eles.

Bonjour = Bom dia

Bonsoir / Bonne nuit =Boa noite


Salut = Oi,Olá

Au revoir = Até a vista

De rien = de nada

S’il vous plaît / S’il te plaît = Por favor (formal / informal)

Merci (beaucoup) = Obrigado/a (Muito obrigado/a)


De rien / Je vous en prie = De nada

Bienvenu(e) = Bem vindo/a!




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.238.112.198

Últimas notícias

Foragido

Preso em Porto Belo homem que matou duas pessoas e baleou outras quatro 

ITAJAÍ

Navio da Marinha atraca em Itajaí para levar doações ao RS

POLÊMICA

Pastores da Bola de Neve de Balneário Camboriú respondem a acusações de fraude 

Convocação

Itajaí terá 156 paratletas no Parajasc

CAMBORIÚ

Lar geriátrico pet adota cães velhinhos abandonados na enchente do RS

Futebol

Fernando Diniz renova com o Fluminense para 2025

Futebol Solidário

Com Cafu e Ronaldinho em campo, jogo no Maraca vai arrecadar dinheiro para os gaúchos

Itapema

Obra do píer de Itapema conclui fase de estacas

Últimos dias

Festival gastronômico do Brava Mall acaba na semana que vem  

Autorizado

Antaq libera Seara/JBS para tocar as operações no porto de Itajaí



Colunistas

JotaCê

Fabrício chamegou Bolsonaro em Brasília

Coluna Fato&Comentário

Associativismo comunitário em Itajaí: o começo

Coluna Esplanada

Trio de apostas

Via Streaming

Tudo pelo dinheiro

Ideal Mente

O desamparo da infidelidade

Show de Bola

Trocas de treinadores

Direito na mão

Recebeu auxílio-doença ou auxílio-acidente? Veja como se aposentar agora!

Coluna Exitus na Política

Um passeio nas cavernas

Na Rede

Morte de produtor, garotinho com orgulho do pai na enchente e mais: confira os destaques do DIARINHO

Artigos

O combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes é um compromisso coletivo

Jackie Rosa

Niver da Chris

Mundo Corporativo

A importância do equilíbrio da autoestima no mundo organizacional

Gente & Notícia

Níver da Margot

Coluna do Ton

Chegando de Mendoza

Histórias que eu conto

Armação da infância II

Foto do Dia

“O mar, quando quebra na praia”

Coluna Existir e Resistir

Designação geral sobre o fim do mundo



TV DIARINHO


Navio da Marinha vai levar doações de Itajaí para o Rio Grande do Sul. A comunidade pode ajudar levando ...





Especiais

DADOS INÉDITOS

Em meio ao lixo das chuvas no Rio Grande do Sul, catadores não conseguem trabalhar

NÚMEROS

No Brasil, 3 a cada 4 vivem em cidades com mais risco de desastres por chuvas

DADOS

Exportação de armas de fogo dobrou durante os anos Bolsonaro, revela levantamento inédito

NA ESTRADA

BC oferece rolês gastronômicos, culturais, de compras e lazer

RIO GRANDE DO SUL

São Leopoldo: a cidade gaúcha onde quase todos perderam o lar



Blogs

Blog da Jackie

Reserva Royal

Blog do JC

CREA-SC homenageado em BC

A bordo do esporte

Terceira edição do Troféu Ayrton Senna de Kart celebra 30 anos do legado do ídolo

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Vilfredo e Heloísa Schurmann

"Nós reciclamos só 6% no Brasil. Na Europa já é 50%. A própria China já está com 35% de reciclagem” (Vilfredo)

João Paulo

"Essa turma que diz defender a família ajudou a destruir a boa convivência em muitas famílias. Na defesa de um modelo único, excludente"

Entrevistão Peeter Grando

“Balneário Camboriú não precisa de ruptura, mas de uma continuidade”

Juliana Pavan

"Ter o sobrenome Pavan traz uma responsabilidade muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação