Matérias | Geral


Proposta prevê parque na morraria

Projeto inclui trilhas, mirantes, deques, observatórios de aves, pista de parapente e até funicular

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]



Uma proposta de parque turístico na morraria do Canto do Morcego, entre a praia Brava e o bairro de Cabeçudas, em Itajaí, tem circulado pela internet e despertado curiosidade. O projeto está sendo elaborado pela associação de Proprietários de Terrenos na Praia Brava e o instituto Itajaí Sustentável, mas ainda não foi apresentado oficialmente. A associação é a mesma que questionou o zoneamento ambiental do canto Norte da Brava, em disputas jurídicas entre 2012 e 2017 que terminaram com a liberação de construções na área.

A proposta que circula nas redes traz um estudo preliminar do parque assinado por um escritório de arquitetura e urbanismo de Florianópolis. O projeto prevê estrutura como mirantes, trilhas, pista de voo de parapente, observatórios de aves, deques de madeira e até uma travessia chamada funicular, espécie de vagão de transporte sobre trilhos que faria a ligação de Cabeçudas com o topo do morro. A linha teria base no terreno entre a igreja e o hotel Marambaia.

A entrada principal do parque ficaria no canto Norte da praia Brava, no encontro da avenida José Medeiros Vieira com a rua José Menescau do Monte. Aos pés da morraria haveria um posto de serviço e base de fiscalização, com banheiros, bicicletário e estacionamento. A entrada daria acesso às trilhas ecológicas do Canto do Morcego, que se ligariam com outras trilhas de Cabeçudas e aos mirantes e pontos de parada.



A atual área do farol de Cabeçudas, que seria mantida, receberia um posto de lazer, prevendo café, restaurante e estrutura de apoio com banheiros e deques. Seria permitido o acesso de veículos pela estrada que hoje é usada pelo serviço de manutenção do farol, administrado pela Marinha. O projeto prevê ainda dois mirantes, um no caminho pra ponta de Cabeçudas, e outro mais perto do Canto do Morcego.

No lado oposto à ponta do farol, a proposta sugere usar a pista de parapente já existente como outra atração, fazendo uma base de apoio no local, com estacionamento e ligação com as trilhas. Nos dois lados da ponta de Cabeçudas haveria locais de observação de aves.

O parque propriamente dito ficaria em terras públicas, do município e da Marinha, com áreas de amortecimento formadas por terrenos particulares. O projeto defende que todas as intervenções devem ser mínimas. “A proposta é resguardar ao máximo os aspectos ambientais e paisagísticos”, diz o material.


A professora da Univali e doutora em engenharia florestal, Rosemeri Marenzi, coordenou os estudos pra criação da APA Orla de Itajaí e do parque Natural do Canto do Morcego. A criação da área faz parte de um acordo judicial firmado em 2014 entre o ministério Público, prefeitura e PB Internacional Empreendimentos, como medida de compensação pela construção do Bravíssima Private Residence.

Rosemeri disse que não tinha conhecimento do projeto turístico na morraria. A professora avaliou que a proposta não parece ter levado em consideração o estudo de delimitação de área para o parque ou de plano de manejo, elaborados pela Univali.

Sobre a viabilidade da estrutura numa região de interesse ambiental, Rosemeri considerou que precisaria analisar o projeto com mais detalhes. “Mas, a princípio, parece uma estrutura exagerada para uma área tão pequena”, adiantou.

O parque Natural do Canto do Morcego fica dentro da APA Orla, compreendendo a morraria do canto Norte da Brava, passando pela orla da praia e o ribeirão Cassino da Lagoa até o ribeirão Ariribá, no limite com Balneário Camboriú. A delimitação do parque está pendente e a criação da APA ainda aguarda decreto do munícipio.

Análise


O presidente do Inis, Fábio da Veiga, explicou que a proposta é uma sugestão de projeto preliminar que será doada pela associação e deve ser entregue na semana que vem ao município. Ele frisou que uma possível implantação vai depender ainda de uma série de discussões, principalmente com a União, que é dona da maior parte das terras da praia Brava.

A análise do projeto, segundo Fábio, deve se estender por cerca  de três meses e vai considerar as regras do plano de manejo. Ele disse que o instituto trabalha na criação da APA e dos parques municipais do Canto do Morcego e do Cassino da Lagoa, esse mais adiantado, previstos no acordo celebrado.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.238.181.138

Últimas notícias

Política

Evandro Neiva vai assumir a Santur

BOA NOTÍCIA

Estudo mostra que centro de Balneário tem o dobro de árvores listadas

ITAJAÍ

Motorista fica ferida após bater de frente com ônibus no Salseiros

TRAVESSIA

Marinheira é agredida por usuária do ferry

Congresso

As igrejas que dominam a nova ala evangélica na Câmara dos Deputados

IVO SILVEIRA

Pais enfrentam filas gigantes para matricular filhos em escola de BC

Fim do sonho

Flamengo é derrotado na semifinal do Mundial

Rede pública de saúde de Itajaí

Advogada espera há dois anos que enfermeiro que a abusou durante exame ginecológico seja punido

ITAJAÍ

MP quer que influenciadora golpista use tornozeleira

ITAJAÍ

Vídeo: Dupla de mulheres furta celular em loja em Itajaí



Colunistas

JotaCê

Visita do deputado a Itajaí

Coluna Esplanada

Mulheres negras

Coluna do Janio

Sequência positiva

Direito na mão

Como saber quando tenho que aumentar as contribuições ao INSS para uma boa aposentadoria futura?

Coluna Exitus na Política

Chiclete mascado embaixo do banco

Na Rede

Se liga no que foi destaque no DIARINHO nesta semana

Coluna do Ton

Seis Aninhos

Gente & Notícia

FÉRIAS

Foto do Dia

Olha a multidão!

Canal 1

Para ex-diretora da Globo, drama do humor também passa pela renovação

Via Streaming

“Falando a real” aborda terapia e luto

Jackie Rosa

Niver do Armandinho

Clique diário

O pôr do sol!

Artigos

Escultura Santa Ceia de Ervin C. Teichmann, prevista para a Igreja Matriz, está sendo oferecida a Itajaí pelo filho do escultor

Vinicius Lummertz

Turismo, para um Feliz Ano Novo

Coluna Fato&Comentário

Menino Jesus, São Nicolau, velho pom-pom e Papai Noel



TV DIARINHO


MUDANÇA POLÊMICA: O prefeito de Penha, Aquiles Costa (MDB), fez uma publicação que deu o que falar em ...





Especiais

Economia

Paixão Nacional Indústria da cerveja representa 2% do PIB e emprega 2,7 milhões de trabalhadores

Em frente à Univali

Bar Manias chega à maioridade atendendo ao fiel público universitário

Pesquisa de preço

Atacadões apostam em diversidade de marcas e descontos pra venda de cerveja

MESMA VIBE

Cinco atrações de Alicante que têm tudo a ver com Itajaí

Cinturão verde ameaçado

Inundações colocam em risco produção de hortaliças em Itajaí



Blogs

A bordo do esporte

Bahia recebe Desafio de canoagem Salvador - Morro de São Paulo no sábado (11)

Blog do JC

No escuro

Blog da Ale Francoise

Benefícios do chá de funcho

Blog Doutor Multas

Fumar e dirigir dá multa?

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Volnei Morastoni

“Não sei quem inventou que eu tava com câncer. Eu tive um problema de estafa física e mental”

David Fernandes “LaBarrica”

"Meu sonho é ser prefeito de Balneário Camboriú”

Evandro Neiva

"Vila da Regata de Itajaí vai atrair mais de meio milhão de visitantes

Luíza Moreira

"Meu avô tinha uma marca de ferro na coxa. Hoje em dia eu me revolto ainda por causa da escravidão, porque ainda tem muito preconceito”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação