Matérias | Geral


Mais clientes acusam empresa de não entregar casinhas

Vítimas estão registrando atraso e falta de entrega há meses; caso foi parar no Procon e na polícia

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

 

sonho de ter uma casa própria se tornou um pesadelo para uma série de pessoas que tem denunciado o atraso na entrega de casas modulares da empresa de Litoral Business, de Itajaí. Os moradores de várias regiões de Santa Catarina se consideram lesados pela empresa e estão registrando boletins de ocorrência na polícia Civil.

O Procon de Itajaí já recebeu duas queixas contra a Litoral Business entre os meses de setembro e outubro. Em ambas foram solicitadas explicações da empresa, que não foram feitas dentro do ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


O Procon de Itajaí já recebeu duas queixas contra a Litoral Business entre os meses de setembro e outubro. Em ambas foram solicitadas explicações da empresa, que não foram feitas dentro do prazo. Com isso, um processo deve ser aberto pelo órgão municipal para tratar dos dois casos.

Entre os clientes lesados está o fotógrafo T.E. Ele diz que, além de não cumprir os prazos prometidos, a empresa também impõe dificuldades na hora de desfazer o contrato e devolver o dinheiro já investido. Foram quase R$ 50 mil pagos e mais a parte estrutural da obra feita só esperando a chegada da casa.



A história de T. começou em maio de 2020, quando ele contratou o serviço para ser entregue no prazo de dois meses por R$ 72 mil. Na assinatura do contrato da casa de 54 metros quadrados, foram pagos R$ 26.500. O cliente ainda deu um carro, no valor de R$ 21.000, para abater do valor total. Com isso, foram R$ 47.500,00 de entrada, com o restante combinado a ser pago na entrega dos módulos.

Em duas semanas o comprador providenciou as sapatas para a instalação da primeira estrutura. “Fiz toda a infraestrutura para receber a casa e aí começaram as faltas de informação e as desculpas de que não conseguiriam entregar no prazo por causa da covid. Uns dias antes do primeiro prazo, eu fui até o escritório do arquiteto na praia Brava e nós escolhemos todos os acabamentos com a promessa de que seria entregue no prazo. Minha filha pequena estava animada pois queria passar o Dia dos Pais na casa nova”, relembra.

Após outros prazos não serem cumpridos e com a insistência do comprador, no dia 9 de setembro três módulos de seis metros por três foram entregues em Garopaba. “Depois disso, foi só enrolação. Ele só ganha tempo, e o pior, continua vendendo para pessoas inocentes”.


Se sentindo lesado, o fotógrafo registrou um boletim de ocorrência no dia 17 de novembro e aguarda pelo ressarcimento do valor pago. “Mesmo com o boletim de ocorrência,  mesmo pressionando a depositar o dinheiro, nada aconteceu. Por causa disso, eu prorroguei o contrato de aluguel no período que eu já deveria estar na minha casa. Eu fiz um empréstimo para dar uma parte da entrada e esse empréstimo vou ficar cinco anos pagando,” narra.

“Está negociando”

O sócio da Litoral Business, Vinícius Melo, garante que já está fazendo o distrato e devolvendo o dinheiro aos clientes. São pelo menos 15 contratantes que teriam sido lesados em negociações parecidas com a do fotógrafo. Em outubro, outra cliente já havia denunciado a Litoral ao DIARINHO.

“Tivemos os problemas de atraso devido à pandemia, funcionários infectados, e outros motivos internos, mas todos os clientes estão sendo contatados. Desses clientes em questão, uns quatro ou cinco que compraram via cartão de crédito já  tiveram os estornos juntos às bandeiras e a devolução do dinheiro está sendo de acordo com os agendamentos feitos nos acordos dos distratos”, justifica.

Vinícius diz que, por questões de contrato, não pode dar detalhes de pagamentos. “Todos estão sendo ressarcidos. No caso desse cliente será feito, além do valor que ele pagou junto a empresa, o pagamento de despesa de aluguel do atraso até o dia do distrato, conforme acordado”, afirma.


T. rebate a justificativa dizendo que ainda não recebeu a proposta de negociação da empresa.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.236.138.35

Últimas notícias

Pra ficar milionário

Mega acumula e prêmio chega a R$ 160 milhões

Polêmica

Prefeito de Penha quer mudar o nome da Ilha Feia

Estreia

Flamengo enfrenta Al-Hilal na semifinal do Mundial

DIVISA SC E PR

Obras: Trânsito na Serra volta a ser liberado em quatro faixas

Crimes contra o meio ambiente

Despacho revoga “boiada” que ameaçava prescrever milhares de multas ambientais

INVESTIMENTOS

Águas de Penha investe em tecnologia 24 horas no sistema de distribuição de água

NOVIDADE

Ética Imóveis lança site exclusivo com lançamentos imobiliários

ITAJAÍ

Consultório médico é advertido após funcionária se arriscar pra limpar vidraça

Tráfico de drogas

Polícia apreende carro de luxo e R$ 3 milhões

RANKING

Univali está entre as melhores universidades da América Latina



Colunistas

Coluna do Janio

Sequência positiva

Coluna Esplanada

Turma da roleta

Direito na mão

Como saber quando tenho que aumentar as contribuições ao INSS para uma boa aposentadoria futura?

JotaCê

“Interventor” sob suspeita

Coluna Exitus na Política

Chiclete mascado embaixo do banco

Na Rede

Se liga no que foi destaque no DIARINHO nesta semana

Coluna do Ton

Seis Aninhos

Gente & Notícia

FÉRIAS

Foto do Dia

Olha a multidão!

Canal 1

Para ex-diretora da Globo, drama do humor também passa pela renovação

Via Streaming

“Falando a real” aborda terapia e luto

Jackie Rosa

Niver do Armandinho

Clique diário

O pôr do sol!

Artigos

Escultura Santa Ceia de Ervin C. Teichmann, prevista para a Igreja Matriz, está sendo oferecida a Itajaí pelo filho do escultor

Vinicius Lummertz

Turismo, para um Feliz Ano Novo

Coluna Fato&Comentário

Menino Jesus, São Nicolau, velho pom-pom e Papai Noel



TV DIARINHO


CHEIO DE MOSQUITO: Um terreno abandonado virou alvo de denúncias e reclamações dos moradores da Murta ...





Especiais

Economia

Paixão Nacional Indústria da cerveja representa 2% do PIB e emprega 2,7 milhões de trabalhadores

Em frente à Univali

Bar Manias chega à maioridade atendendo ao fiel público universitário

Pesquisa de preço

Atacadões apostam em diversidade de marcas e descontos pra venda de cerveja

MESMA VIBE

Cinco atrações de Alicante que têm tudo a ver com Itajaí

Cinturão verde ameaçado

Inundações colocam em risco produção de hortaliças em Itajaí



Blogs

A bordo do esporte

Marco Zero de Recife (PE) foi palco da largada da Globe 40

Blog do JC

Racha

Blog da Ale Francoise

Benefícios do chá de funcho

Blog Doutor Multas

Fumar e dirigir dá multa?

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Volnei Morastoni

“Não sei quem inventou que eu tava com câncer. Eu tive um problema de estafa física e mental”

David Fernandes “LaBarrica”

"Meu sonho é ser prefeito de Balneário Camboriú”

Evandro Neiva

"Vila da Regata de Itajaí vai atrair mais de meio milhão de visitantes

Luíza Moreira

"Meu avô tinha uma marca de ferro na coxa. Hoje em dia eu me revolto ainda por causa da escravidão, porque ainda tem muito preconceito”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação