Colunas


Ideal Mente

Por Vanessa Tonnet - Vanessatonnet.psi@gmail.com

CRP SC 19625 | Contato: (47) 99190.6989 | Instagram: @vanessatonnet

Mudar dói


Existe um equívoco na propaganda divulgada por correntes motivacionais. Um erro crasso que condiciona as pessoas a não respeitarem a sua própria natureza e o fim de seus ciclos.

Nenhuma lagarta torna-se borboleta sem sofrer. Entretanto, passa-se a ideia de que mudar é uma felicidade, de que mudar é simples, de que mudar depende apenas de sua vontade.

Não sei de qual experiência sobrenatural essa lição foi tirada. Só que não corresponde ao mundo real de nossas dificuldades e limitações para o desapego.

Largar um vício, abandonar uma relação dependente e tóxica, distanciar-se de uma amizade oportunista, trocar de emprego ou de rumo profissional, alterar o endereço domiciliar, seguir para uma nova cidade ou país são verdadeiras reabilitações emocionais.

Requerem um longo período de adaptação, de apoio terapêutico, de balança para pesar beneficios e perdas.

Mudar dói, é um processo. Você não fica feliz, dando pulinhos.

Não é um processo que você desejava, pelo qual ansiava, é mais uma necessidade: tem que fazer para sobreviver.

É uma luta contra a sua versão anterior, contra os seus hábitos, contra um padrão de comportamento.

Você vai se sentir estranho, incômodo, desconfortável, um penetra em sua vida.

Nenhuma transformação é alegre, otimista, aderente. Você pena ao mudar, pois se despede de quem foi um dia. E pior: de um modo de ser que apreciava antes.

As mudanças, quando consistentes, são graduais e surgem aos poucos. Exigem renúncias. Exigem deixar algo para trás. Exigem vitórias secretas e silenciosas, em que não é possível sequer comemorar por antecedência, sob o risco de contrariar as promessas e decepcionar os mais próximos.

Não se muda repentinamente, num passe de mágica. Às vezes, você pretende voltar ao seu jeito antigo de resolver as coisas. Porque era mais fácil, já estava acostumado com as consequências.

As recaídas costumam ser mais frequentes do que se imagina, já que você se vê obrigado a andar em linha reta, fechar o passado, quando estava moldado a transitar em círculos.

Sair de um modelo de prazer e de autoridade despende doses homéricas de disciplina e autocontrole.

Haverá sempre velhos cúmplices pedindo o seu regresso, acenando para o seu retorno, revigorando as tentações com a desculpa de uma “última vez”.

Quando você muda, muda tudo. Muda a sua sensibilidade, os seus horários, os seus contatos. É um recomeço do zero, com a pobreza de um nascimento.

Ninguém muda rindo. Mudar é ir descamando a alma. Você se percebe feio, horrível, fora de si. Até aprender a gostar de sua nova postura, demora. Até conhecer a beleza da coragem, demora.

Evoluir dói, mas permanecer parado em ambientes opressivos ou ao lado de pessoas abusivas dói muito mais.


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Ideal Mente

A importância da comunicação no cuidado

Ideal Mente

Luto patológico: quando a perda vira doença

Ideal Mente

A síndrome do coelho de Alice

Ideal Mente

Depressão e Terapia: Reconhecendo a Dor

Ideal Mente

Vamos falar de afeto?

Ideal Mente

Precipitação

Ideal Mente

Carnaval: um mundo imaginário de liberação chegou ao fim

Ideal Mente

Felicidade 10mg

Ideal Mente

Bullying não é chacota, é crime!

Ideal Mente

Relacionamentos tóxicos: você sabe identificar se está em um?

Ideal Mente

O que é a felicidade?

Ideal Mente

Como recomeçar depois de um momento difícil?

Ideal Mente

Depressão e terapia

Ideal Mente

Frustração X Expectativa:

Ideal Mente

Saudade não é carência

Ideal Mente

Uma amizade tóxica

Ideal Mente

Uma lição de Drummond sobre a saudade

Ideal Mente

O luto e as festas do final de ano

Ideal Mente

Ciúme sem orgulho

Ideal Mente

A polêmica do Hino Nacional



Blogs

Blog do JC

Palavra é tudo!

Blog da Ale Francoise

Lanchinho do bem!

A bordo do esporte

Lola Cars na Fórmula E

Blog da Jackie

Os Fort’s e os Koch’s

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Carlos Chiodini

"Independentemente de governo, de ideologia política, nós temos que colocar o porto para funcionar”

Osmar Teixeira

"A gestão está paralisada. O cenário de Itajaí é grave. Desde a paralisação do Porto até a folha sulfite que falta na unidade de ensino”

Omar Tomalih

“Balneário Camboriú hoje é o município que está com o maior controle, com o menor número de notificações de casos de dengue”

Robison Coelho

"Nós não estaremos com o MDB aqui em Itajaí”

TV DIARINHO




Especiais

NA ESTRADA COM O DIARINHO

6 lugares imperdíveis para comprinhas, comida boa e diversão em Miami

Elcio Kuhnen

"Camboriú vive uma nova realidade"

140 anos

Cinco curiosidades sobre Camboriú

CAMBORIÚ

R$ 300 milhões vão garantir a criação de sistema de esgoto inédito 

Legado de amor

Dona Maricotinha, aos 95 anos, tem a vida pautada pela família, religião e dedicação ao próximo



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação