Matérias | Geral


Liberdade de imprensa

STF diz que jornais podem ser responsabilizados por fala de entrevistados

Punição vale pra casos de “indícios concretos de falsidade”; entidades cobram regras pra aplicação da tese

João Batista [editores@diarinho.com.br]

Corte entendeu que, se um entrevistado fizer acusações falsas contra outra pessoa, a publicação poderá responder judicialmente pelas falas (foto: ilustrativa freepik vecstock)


O Supremo Tribunal Federal (STF) aprovou na quarta-feira da semana passada a tese jurídica que permite responsabilizar veículos de imprensa pela publicação de entrevistas com falas que acusem falsamente terceiros de ato ilícito sem contraponto à denúncia. A corte considerou que o princípio da liberdade de imprensa impede a censura prévia de conteúdos, mas entendeu que se um entrevistado fizer acusações falsas contra outra pessoa, a publicação poderá responder judicialmente.

A responsabilização valerá pra veículos de comunicação de qualquer tipo, sejam impressos ou digitais, que podem ser processados pelos crimes de injúria, difamação ou calúnia por causa de falas de entrevistados. Segundo o tribunal, a punição será apenas diante de “indícios concretos de falsidade” da declaração. Com a decisão, a tese poderá ser aplicada em processos judiciais sobre o tema.

“A empresa jornalística somente poderá ser responsabilizada civilmente se na época da divulgação havia indícios concretos da falsidade da imputação e o veículo deixou de observar o dever de cuidado na verificação da veracidade dos fatos e na divulgação da existência de tais indícios”, diz o Supremo.



Outro trecho da decisão abre brecha pra retirada de conteúdos das redes sociais que forem considerados falsos após a publicação, com informações comprovadamente “injuriosas, difamantes, caluniosas e mentirosas”. A tese foi elaborada pelo ministro Alexandre de Moraes. Já o ministro Cristiano Zanin propôs a possibilidade da retirada de conteúdo inverídico do ar.

“A clássica questão da liberdade de imprensa, abuso eventual e excepcional, era em relação a jornais e periódicos. Então, depois de publicados, a responsabilização acabava porque o jornal era daquele dia. Hoje, com as redes sociais, nós vimos isso nas eleições, aquele conteúdo continua”, justificou Moraes.

Interferência preocupante, diz ABI


O presidente da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Octávio Costa, considera que a interferência do STF na liberdade de imprensa é preocupante, mas o “dever de cuidado” é uma atenuante. “A ABI aguarda a publicação do inteiro teor da decisão para se manifestar, junto com outras entidades, uma vez que algumas questões, como o caso de entrevistas ao vivo, por exemplo, ainda precisam ser esclarecidas”, comentou.

Avanço positivo, diz ANJ

Em nota, a Associação Nacional de Jornais (ANJ) considerou que a tese do STF foi um “avanço positivo” que reforça “a natural responsabilidade dos veículos com o que divulgam”. A entidade destacou, no entanto, que pairam dúvidas sobre como podem vir a ser interpretados juridicamente os termos “indícios concretos de falsidade” e o chamado “dever de cuidado”.

“A ANJ espera que, na elaboração e publicação do Acórdão de Inteiro Teor sobre o julgamento, tais dúvidas sejam dirimidas, bem como outras situações não explicitadas, como no caso de entrevistas ao vivo, sempre em favor da preservação do preceito constitucional da liberdade de imprensa”, diz na manifestação.

 


Tese foi fixada a partir de ação contra o Diário de Pernambuco

Ministro Barroso ressaltou que decisão levou em conta um caso excepcional (foto: divulgação Carlos Moura/SCO/STF)
Ministro Barroso ressaltou que decisão levou em conta um caso excepcional (foto: divulgação Carlos Moura/SCO/STF)

 

O presidente do STF, ministro Luís Roberto Barroso, ressaltou que a decisão leva em conta um caso excepcional, destacando que a regra geral é que o veículo não é responsável por declaração de entrevistado, a menos que tenha havido uma “grosseira negligência” sobre a apuração de um fato que fosse de conhecimento público.

“Se uma pessoa foi absolvida, faz parte do dever de cuidado do jornalista dizer que a pessoa foi absolvida. Não há nenhuma restrição à liberdade de expressão, não há censura prévia. No entanto, nenhum direito é absoluto. As pessoas têm que se responsabilizar pelo que dizem”, explicou.


O caso julgado pelo STF tratou de um processo envolvendo o ex-deputado federal Ricardo Zaratini contra o Diário de Pernambuco, em 2013. Em 1995, o jornal publicou uma entrevista do delegado Wandenkolk Wanderlei, que acusou Zaratini de ter participado de um atentado no Aeroporto de Guararapes, no Recife, em 1966. Na ocasião, uma bomba explodiu, duas pessoas morreram e 14 ficaram feridas.

O ex-parlamentar, já falecido, foi inocentado na investigação sobre o caso. Na justiça, o jornal foi condenado a pagar indenização por não publicar as informações que inocentaram Zaratini. Para o atual presidente do STF, o entrevistado na época “maldosamente reavivou uma mentira”. Mas para o relator da ação, ministro Marco Aurélio de Mello, que se aposentou da Corte em 2021, o jornal não poderia ser responsabilizado.

“Responsabilizar a imprensa não é a forma ideal de combate à divulgação de entrevista, ainda que inadequado o que dito pelo entrevistado. O Estado torna-se mais democrático quando não expõe esse tipo de trabalho à censura oficial, mas, ao contrário, deixa a cargo da sociedade fazer a análise, formando as próprias conclusões”, defendeu, em voto só seguido pela então ministra Rosa Weber.

 




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






44.210.149.205

Últimas notícias

Sai, zica!

Inter vira pra cima do Bahia e quebra sequência sem vitórias

Brasileirão

Criciúma estreia com empate diante do Juventude

Morro dos Cavalos

Batida tripla causou filas mas não teve vítimas na BR 101

ITAJAÍ

Motorista morre após capotar carro na Antônio Heil

Olho na dengue

Cinco dicas para você se recuperar melhor da dengue

Reclamação

Paciente reclama de demora no atendimento de clínica particular de Itajaí

Quase meio bi

Banco Mundial libera dinheiro pros projetos do túnel do Itajaí-Açu e dos BRTs elétricos; veja as imagens

Abastecimento

ETA São Roque volta a operar após manutenção

Abastecimento

Itajaí e Navegantes podem ficar sem água neste sábado

ARTE

Artista plástico Rico Mendonça faz exposição em BC



Colunistas

Histórias que eu conto

Armação da infância I

Coluna do Ton

Parabéns Ale

Mundo Corporativo

Dicas para líderes desorientados e equipes perdidas

JotaCê

Anna diz que não será candidata a prefeita

Coluna Esplanada

Lista suja da escravidão

Gente & Notícia

Neia capitaneou noite só para elas

Foto do Dia

Pintura ensolarada

Via Streaming

Pobres Criaturas

Ideal Mente

A importância da comunicação no cuidado

Show de Bola

Final do Catarinense

Direito na mão

Revisão da aposentadoria: oportunidade de aumentar o valor mensal

Coluna Exitus na Política

Janelas fechadas

Na Rede

Confira as notícias que foram destaque nas redes do DIARINHO

Jackie Rosa

Simplesmente Gisele

Coluna Fato&Comentário

Coleção bicentenário: a construção da Matriz

Coluna Existir e Resistir

Bloquinho do Sebastião Lucas resgatando e revivendo os saudosos carnavais

Empreender

Balneário Camboriú atrai cada vez mais clientes do eixo sudeste

Artigos

Aniversário da praça dos Correios



TV DIARINHO


A Estação de Tratamento de Água São Roque voltou a operar por volta das 15h deste sábado, após a conclusão ...





Especiais

NA ESTRADA COM O DIARINHO

6 lugares imperdíveis para comprinhas, comida boa e diversão em Miami

Elcio Kuhnen

"Camboriú vive uma nova realidade"

140 anos

Cinco curiosidades sobre Camboriú

CAMBORIÚ

R$ 300 milhões vão garantir a criação de sistema de esgoto inédito 

Legado de amor

Dona Maricotinha, aos 95 anos, tem a vida pautada pela família, religião e dedicação ao próximo



Blogs

A bordo do esporte

Arnold Sports Festival celebra parceria bem-sucedida com expositores e palestrantes

Blog do JC

Palavra é tudo!

Blog da Ale Francoise

Lanchinho do bem!

Blog da Jackie

Os Fort’s e os Koch’s

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Ana Paula Lima

"O presidente Lula vem quando atracar o primeiro navio no porto”

Carlos Chiodini

"Independentemente de governo, de ideologia política, nós temos que colocar o porto para funcionar”

Osmar Teixeira

"A gestão está paralisada. O cenário de Itajaí é grave. Desde a paralisação do Porto até a folha sulfite que falta na unidade de ensino”

Omar Tomalih

“Balneário Camboriú hoje é o município que está com o maior controle, com o menor número de notificações de casos de dengue”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação