Matérias | Geral


BAILE CANCELADO

Empresa de formatura de SC é acusada de golpe de quase R$ 3 milhões

Formandos de curso de Medicina denunciaram que empresa cancelou baile na véspera

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Organizadora alega que dívida dos alunos comprometeu realização da festa nas condições do contrato (Foto: Reprodução)


Alunos do curso de Medicina da UniCesumar de Maringá (PR) acusam a empresa catarinense especializada em organização de formaturas Brave Brazil, de Florianópolis, de dar um golpe milionário na turma de formandos. O baile de formatura deveria ter ocorrido no sábado passado, mas foi cancelado pela empresa na véspera.

O prejuízo, segundo a comissão da formatura que representa 123 estudantes, seria de quase R$ 3 milhões. A justiça do Paraná determinou o bloqueio desse valor em bens da empresa para garantir reparação de danos aos alunos. Em nota oficial, a Brave Brazil nega que tenha dado golpe, alegando que cerca de R$ 530 mil do contrato não foram recebidos, impossibilitando a realização da festa.

A empresa foi contratada há cinco anos para o projeto de formatura da turma. No contrato, segundo a comissão de formandos, eram previstos quatro eventos: a missa, em 18 de janeiro; o jantar de formatura, no dia 19; a colação de grau, no dia 20; e, por último, o baile de formatura, no dia 21.



Segundo a empresa, a comissão já tinha sido avisada de que o baile não poderia ser feito devido à dívida no pagamento, havendo necessidade de readequações ou adiamento do evento. A comissão contesta a versão, dizendo que até a data prevista do baile R$ 2.930.859,51 já tinham sido pagos à Brave.

“Menos de 24 horas do início do baile, os formandos foram surpreendidos com uma nota pública da Brave Brazil afirmando que o evento não seria realizado, o que não deixou alternativas aos formandos senão a tomada de medidas judiciais”, informou a comissão em nota. A empresa não teria pagado fornecedores, comprometendo a entrega da festa.

Conforme os relatos dos alunos, também teriam ocorridos problemas no jantar e na festa de colação de grau, com falta de comida, estrutura, organização e materiais. “Nosso sonho foi pelo ralo na noite de ontem! Foi o pior evento que já fui em minha vida, e era a minha formatura. Faltou tudo! Comida, iluminação, climatização, conforto, decoração, literalmente tudo”, relatou uma formanda no site Reclame Aqui, ainda na sexta-feira.


“O que era pra ser um sonho virou um pesadelo. Não só por nós formandos, que tivemos o nosso sonho interrompido, mas pela logística de milhares de funcionários que se deslocaram até Maringá para realizar o evento e não foram pagos (o dono fugiu) e pelos familiares que também se deslocaram de longe pra comemorar”, escreveu a formanda Ana Flávia Cury Ivantes, no Instagram.

Devido aos problemas nos eventos de quinta e sexta-feira, os alunos já desconfiaram quanto à realização da festa de sábado, pois as estruturas e atrações do baile ainda não tinham sido confirmadas pela empresa. Alguns fornecedores que não teriam recebido o pagamento chegaram a desmontar a estrutura que já estava no Parque de Exposições de Maringá, onde rolaria o evento.

Para não passar a data em branco, parte dos estudantes decidiu contratar com recursos próprios uma empresa local pra realizar a festa em outro local. Segundo a comissão da formatura, apenas um terço dos formandos participaram desse evento organizado às pressas.

Empresa sugeriu adiamento

Em nota, a Brave Brazil disse que os eventos pré-baile foram entregues “sem ocorrências” e que o baile de formatura não foi realizado por falta de pagamento de uma parte do valor contratado. Segundo o comunicado, antes dos eventos a comissão de formatura foi avisada pra negociar adequações no projeto, sem comprometer a realização da festa.


Conforme a empresa, foi sugerido um novo pagamento de R$ 2,5 mil por aluno pra cobrir o saldo devedor de R$ 530 mil ou fazer mudanças na festa, com alterações no cardápio e troca de shows, além de um possível reagendamento do evento. As propostas teriam sido todas recusadas pela comissão.

“Levando em consideração o projeto deficitário em valores superiores a R$ 530 mil, não houve outra alternativa, senão o adiamento daquele último evento, mantendo à disposição de realocá-lo em data mais próxima possível”, diz a nota, que acusa a comissão de formandos de divulgar informações distorcidas.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.236.138.35

Últimas notícias

Polêmica

Prefeito de Penha quer mudar o nome da Ilha Feia

Estreia

Flamengo enfrenta Al-Hilal na semifinal do Mundial

DIVISA SC E PR

Obras: Trânsito na Serra volta a ser liberado em quatro faixas

Crimes contra o meio ambiente

Despacho revoga “boiada” que ameaçava prescrever milhares de multas ambientais

INVESTIMENTOS

Águas de Penha investe em tecnologia 24 horas no sistema de distribuição de água

NOVIDADE

Ética Imóveis lança site exclusivo com lançamentos imobiliários

ITAJAÍ

Consultório médico é advertido após funcionária se arriscar pra limpar vidraça

ITAJAÍ

Polícia apreende carro de luxo em operação que combate o tráfico e lavagem de dinheiro

RANKING

Univali está entre as melhores universidades da América Latina

Só carrões

Camboriú teve encontro de supercarros neste final de semana



Colunistas

JotaCê

“Interventor” sob suspeita

Coluna Esplanada

O BNDES hermano

Coluna Exitus na Política

Chiclete mascado embaixo do banco

Na Rede

Se liga no que foi destaque no DIARINHO nesta semana

Coluna do Ton

Seis Aninhos

Gente & Notícia

FÉRIAS

Foto do Dia

Olha a multidão!

Canal 1

Para ex-diretora da Globo, drama do humor também passa pela renovação

Direito na mão

Qual aposentadoria paga mais?

Coluna do Janio

Vitória para a história

Via Streaming

“Falando a real” aborda terapia e luto

Jackie Rosa

Niver do Armandinho

Clique diário

O pôr do sol!

Artigos

Escultura Santa Ceia de Ervin C. Teichmann, prevista para a Igreja Matriz, está sendo oferecida a Itajaí pelo filho do escultor

Vinicius Lummertz

Turismo, para um Feliz Ano Novo

Coluna Fato&Comentário

Menino Jesus, São Nicolau, velho pom-pom e Papai Noel



TV DIARINHO


CHEIO DE MOSQUITO: Um terreno abandonado virou alvo de denúncias e reclamações dos moradores da Murta ...





Especiais

Economia

Paixão Nacional Indústria da cerveja representa 2% do PIB e emprega 2,7 milhões de trabalhadores

Em frente à Univali

Bar Manias chega à maioridade atendendo ao fiel público universitário

Pesquisa de preço

Atacadões apostam em diversidade de marcas e descontos pra venda de cerveja

MESMA VIBE

Cinco atrações de Alicante que têm tudo a ver com Itajaí

Cinturão verde ameaçado

Inundações colocam em risco produção de hortaliças em Itajaí



Blogs

A bordo do esporte

Marco Zero de Recife (PE) foi palco da largada da Globe 40

Blog do JC

Racha

Blog da Ale Francoise

Benefícios do chá de funcho

Blog Doutor Multas

Fumar e dirigir dá multa?

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Volnei Morastoni

“Não sei quem inventou que eu tava com câncer. Eu tive um problema de estafa física e mental”

David Fernandes “LaBarrica”

"Meu sonho é ser prefeito de Balneário Camboriú”

Evandro Neiva

"Vila da Regata de Itajaí vai atrair mais de meio milhão de visitantes

Luíza Moreira

"Meu avô tinha uma marca de ferro na coxa. Hoje em dia eu me revolto ainda por causa da escravidão, porque ainda tem muito preconceito”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação