Matérias | Geral


Confusão na travessia

Vídeo viraliza com motorista sendo agredido

Agressões a usuário do ferry boat ocorreram em março, mas só ganharam as redes sociais nesse fim de semana

Franciele Marcon [fran@diarinho.com.br]

Condutor foi agredido diante da esposa grávida e da filha pequena, que estavam no carro (Foto: reprodução)




Um vídeo de uma confusão ocorrida na travessia do ferry boat, há quase dois meses, ganhou repercussão nas redes sociais nesse fim de semana.


As imagens mostram a agressão de funcionários a um motorista, que não tinha dinheiro para pagar a travessia de Navegantes para Itajaí, e foi surpreendido pela notícia de que não poderia pagar com cartão de crédito ou débito. Ele se dispôs a pagar a travessia por cartão ou PIX, mas, mesmo assim, foi agredido com um soco.  Num segundo momento, o veículo encostou num carro da travessia e a confusão se entendeu com um terceiro envolvido. O caso foi registrado nas Polícias Militar e Civil e a agressão está sendo levada adiante na justiça pelo motorista.

O programador gaúcho Alexandre Canes, de 41 anos, conversou com o DIARINHO nesse domingo e contou sobre as agressões que sofreu no dia 26 de março, por volta das 23h. A família mora, há cerca de dois anos, em Itajaí e, no carro, estavam, além do motorista, a esposa grávida de seis meses e a filhinha, na cadeira de bebê, no banco traseiro.

A família decidiu pegar o ferry para agilizar a travessia entre as duas cidades, porque estavam cansados e não queriam encarar a BR 101. “O motivo de toda aquela truculência, daquela violência, foi porque não aceitaram a nossa forma de pagamento. Adentrando no ferry boat, nós verificamos que estávamos sem dinheiro em espécie. Relatei ao atendente, ele me informou que eu deveria me retirar da balsa. Só que, nisso, a balsa saiu de Navegantes. Quando atracou em Itajaí, eles nos forçaram a retornar a Navegantes. Qual a coerência que tem nisso, se eu já estava lá? Era só formalizar uma forma de pagamento e tudo estava resolvido", argumenta Alexandre.

Só que não foi isso que ocorreu. A confusão só se agravou a partir daí, pois envolveu o motorista de outro carro. “Levei um soco do atendente, do funcionário que me atendeu desde o início. Fecharam a saída com outro veículo, de um cidadão que era conhecido deles. Ele alega que eu bati no carro dele, mas não houve colisão. Eles fecharam propositalmente a saída. O cidadão me agrediu daquela forma covarde”, conta Alexandre.

A vítima, ainda, denuncia que os demais funcionários não fizeram nada para evitar ou coibir as agressões. “Pelo contrário, instigaram a situação, a violência. Nos xingando verbalmente, causando um dano psicológico na minha esposa grávida. A minha filhinha quase levando cotovelaço, porque o cidadão dava soco atrás do meio banco. Antes, o atendente deu um soco no meu rosto”, conta.

Continua depois da publicidade



PM foi chamada

O motorista chamou a PM, que registrou o caso, e orientou Alexandre a procurar os seus direitos na justiça. O motorista passou por exame de corpo de delito. Ele reforça que nunca se negou a pagar a travessia, mas não tinha dinheiro e ofereceu outras opções de pagamento, que não foram aceitas pela empresa.

Continua depois da publicidade



A travessia não dispõe de contrato de concessão pública, mas atua através de um contrato. A NGI só aceita dinheiro vivo. Não trabalha com cartão de crédito ou débito, ou aceita PIX ou transferências bancárias para pagar a travessia.

Para Alexandre, o resumo das filmagens mostra funcionários totalmente despreparados em lidar com o consumidor. “Não desejo que isso aconteça com nenhum outro usuário. Por causa de dinheiro? Uma forma de pagamento? Onde vamos parar? É lamentável e muito triste”, diz Alexandre.

Empresa confirma que só aceita dinheiro

A direção da NGI, empresa responsável pela travessia, se pronunciou através de uma nota oficial. A empresa justifica que a ocorrência foi registrada há mais de 30 dias, no período noturno, quando o usuário se negou a pagar a tarifa da travessia de carros, alegando que só teria cartão. “A empresa esclarece que o pagamento no embarque só é aceito em dinheiro em espécie, podendo o usuário comprar passe através de cartão de débito ou Pix no escritório da empresa, na modalidade compra antecipada”, explica.

Sobre o vídeo que circula nas redes sociais, a empresa alega que ele foi editado. “O cidadão que aparece na segunda parte (de camiseta azul) era um segundo usuário e não funcionário da empresa. O carro, de onde a filmagem era feita, colidiu na traseira do carro à frente, motivo que gerou a discussão”, afirma.

A NGI, ainda, alega que está em tratativas com a Secretaria de Estado da Infraestrutura pra implantar a bilhetagem eletrônica, para aceitar outras formas de pagamento. Mas a sua implantação “é impedida pelo `passe livre`, benefício concedido pelo Estado a alguns usuários”.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





18.232.59.38

Últimas notícias

Denúncia

Buraco em travessa do centro de Navegantes completa um mês

Música

MC de Balneário Camboriú abre caminho na cena do funk e trap

Mistério

Dono de construtora de BC é executado em bairro de luxo de São Paulo  

55 milhões

Prêmio da Mega acumula mais uma vez

Caso de polícia

“O motorista estava totalmente enlouquecido, passava por dentro de postos, cortava a frente,” conta presidente da ACIN sobre carro que provocou acidente com prefeito

Acidente

SpaceFox capota e cai em riacho no Matadouro

Itajaí

Mulher desaparecida da praia Brava é localizada no bairro

Procura-se a Simone

Moradora da praia Brava desaparecida há quase 24 horas foi encontrada

Balneário Camboriú

Demolição de prédio da rua 3800 segue para reta final; trânsito é liberado

Assembleia Legislativa 

Estudantes “aprovam” o fim do narguilé e do cigarro eletrônico 



Colunistas

Na Rede

Na Rede

Via Streaming

“Amor Sublime Amor”

JotaCê

Promessas da Auto Pista

Jackie Rosa

Lá vem a Alice

Canal 1

Band tem entendimentos avançados para transmitir desfiles de São Paulo

Coluna Esplanada

PRF contra Bolsonaro

Gente & Notícia

Novo empreedimento

Clique diário

Espetáculo no céu

Coluna Tema Livre

Não é fácil ser mulher

Coluna do Janio

Jorginho é o novo técnico do Marinheiro

Coluna Exitus na Política

Um e noventa e nove

Coluna do Ton

Níver da Ana Laura

Instituto Ion | Informando e Inovando

Contratos culturais feitos por prefeituras

Coluna Fato&Comentário

Dimas Rosa: artista de Itajai desconhecido aqui

Vinicius Lummertz

O Turismo pode ser o nosso novo Agro   

Espaço InovAmfri

Olhar adiante



TV DIARINHO


Roberto Paião é diretor executivo do estaleiro Okean & Ferretti, referência no mercado náutico nacional ...



Podcast

Notícias da semana e o impacto na economia

Publicado 02/07/2022 17:42



Especiais

Cordeiros

Professora Rita de Cássia ensinou matemática a diferentes gerações de itajaienses

SUPERAÇÃO

Deficiência nunca impediu Jailton de fazer o que quis; até elevador em casa ele construiu

Centro de Itajaí

Bravacinas se transforma em referência em vacinação humanizada

Itajaí

Itajaí mantém protagonismo na pesca industrial

A riqueza vem pelo mar

Polo náutico reúne players mundiais do mercado de luxo



Blogs

A bordo do esporte

Catarinense segue entre os líderes do Mundial de Optimist

Blog da Ale Francoise

Chá de sabugueiro!

Blog do JC

Salve o Ribeiro!

Blog do Ton

Consultório médico, em Balneário Camboriú tem pegada chic, mas sem excessos

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Blog Doutor Multas

A Desentupidora mais próxima de você! Desentupidora de emergência 24h SP

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

Willian Cardoso, o Panda

"Saquarema provavelmente vai ser meu último mundial, aí eu vou estar focado no brasileiro”

Renata Teixeira Pinto Viana

"Não se indica cigarro eletrônico para alguém que queira parar de fumar"

Governador de Santa Catarina

"É importante destacar que as obras só avançam por conta dessa decisão de colocar recursos dos catarinenses nas rodovias federais”

José Evaldo Koch

“O hortifruti é nosso berço”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação