Matérias | Polícia


Itajaí

PM mata bandido durante troca de tiros

Gerente do restaurante conta como viu a morte de perto por duas vezes ontem pela manhã. Outro criminoso tá malemal no hospital. Um terceiro fugiu

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Dois bandidos mortos e um que siscapuliu durante uma troca de tiros com a polícia Militar do Bal­neário Camboriú. Assim terminou o assalto frustado que rolou ontem pela manhã no restaurante chiqueto­so Chef Waldermar, na Via Gastronô­mica, na Vila Real. O momento mais tenso da ação foi quando, durante a negociação com a PM, um dos dos bandidos apareceu numa das portas do restaurante apontando a arma para a cabeça de um dos nove re­féns, ameaçando matá-lo.


Era perto das 10h quando os ban­didos invadiram o restaurante pela cozinha. Eles estavam de cara lim­pa, com armas em punho e logo anunciaram o assalto. “Mandaram não olhar pra eles e ir pro depósito ...

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Era perto das 10h quando os ban­didos invadiram o restaurante pela cozinha. Eles estavam de cara lim­pa, com armas em punho e logo anunciaram o assalto. “Mandaram não olhar pra eles e ir pro depósito”, conta a cozinheira I., 36, que foi a primeira a vê-los. Ela e outros sete funcionários foram levados pro de­pósito. “Um deles ficou lá apontando a arma pra nossa cabeça”, lembra a cozinheira com lágrimas nos olhos. Enquanto isso, os outros dois ladrões foram até o escritório onde estava o gerente G.S.O.

Pros funcionários do restaurante, tudo indica que os bandidos estavam de tocaia, já que a porta da cozinha costuma ficar cadeada e somente foi destrancada pra receber uma carga de verduras. “Eles deviam estar es­perando, porque aproveitaram que a porta estava aberta pra entrar”, co­menta S, 41, também cozinheira.

Mas foi o gerente quem passou pelo pior. Por duas vezes viu a mor­te de pertinho. Na primeira, conta­va a dinheirama do final de semana quando foi surpreendido pelos ban­didos de arma em punho. “Eu estava

no escritório. Só vi quando eles já estavam lá dentro”, contou ao DIA­RINHO, completando: “Foi a pior ex­periência da minha vida. Botaram a arma na minha cabeça e pediram o dinheiro”.

Vizinho chamou a polícia

Continua depois da publicidade



Um vizinho que viu os criminosos entrando no Chef Waldemar com a arma na mão, avisou à polícia. Quando a PM cercou o restaurante, G. passou pelo segundo estresse. Na breve e frustrada negociação com os homidalei, um dos assaltantes levou o gerente até uma porta late­ral e ameaçou estourar seus miolos. “Eles começaram a discutir. Ele esta­va com a arma na minha cabeça. Foi horrível”, relatou G.

Sem negociação

Continua depois da publicidade



A negociação com a PM foi frus­trada. “Pedimos que entregassem as armas, mas eles não quiseram conversa”, contou o tenente Geraldo Rodrigues Alves, que participou do cerco aos bandidos.

A conversa entre ladrões e polícia foi seguida de um tiroteio. O bandi­do que tinha G. sob a mira do revól­ver largou o gerente e tentou escapar correndo. Pela versão oficial, na fuga o ladrão meteu bala pra cima dos homidalei. Acabou levando três ba­laços no bucho e morreu no quintal de uma baia vizinha.

Até ontem à tarde, o bandido não tinha sido identificado. Com ele foi recolhida uma arma calibre 38 e cerca de 300 pilas roubados do restaurante.

O assaltante Elias Luis Schats, 27, também tentou fugir na correria e mandando tiro na polícia. Não foi longe. Levou um tiro na barriga e caiu ainda perto da porta do restau­rante. Ele foi socorrido pelo pessoal do Samu e levado pro hospital Ruth Cardoso. Ontem à tarde, Elias pas­sou por cirurgia e continuava male­male. Por conta disso, ainda não foi ouvido pelos homidalei.

Helicóptero foi usado pra caçar bandido que siscapoliu

O terceiro assaltante conseguiu siscapulir. S., uma das funcioná­rias do restaurante, ao perceber a chegada dos bandidos se escon­deu próxima à maquinha de fritura das batatas. De lá, agachadinha, viu quando o bandido arrebentou o forro da cozinha e siscapuliu pelo teto. Os policiais reviraram o Chef Waldemar e não encontraram o assaltante.

Um vizinho contou à polícia que viu um homem entrar num carro branco, que estava no meio do ma­tagal que tem nos fundos do restau

rante. O cara simandou em alta velô pouco depois do tiroteiro. .

A polícia Militar chegou a usar o helicóptero Águia, com atiradores de elite, pra caçar o bandido fugido. O avião de rosca rodou por quase uma hora na região, voou sobre os mata­gais e as margens do rio Camboriú. Mas o criminoso não foi encontrado.

Bandidos sabiam da rotina

Logo depois do tiroteio, policiais civis foram até o restaurante e con­versaram com os trabalhadores que ficaram como reféns dos bandidos. O delegado Márcio Colatto abriu um inquérito e ainda esta semana vai co­meçar a ouvir testemunhas e os PMs que participaram da troca de tiros com os assaltantes. O dotô não des­carta a possibilidade que os bandi­dos sabiam da rotina do restauran­te. “Ninguém veio do acaso. Com certeza foi algo bem premeditado”, comentou.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





18.207.132.226

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quinta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 26/05/2022

Publicado 26/05/2022 20:32



Especiais

Existir para resistir

1ª Virada Afro-Cultural revela uma Itajaí negra e multifacetada

febre entre jovens

Uso de Cigarros eletrônicos acende alerta

Revitalização

Nova orla da Brava está em fase de projeto

Praia Brava

Novo acesso, através de Cabeçudas, será urbanizado

Praia Brava

Duplicação da Osvaldo Reis deve facilitar ligação com BC



Blogs

A bordo do esporte

Velejadora Renata Bellotti será timoneira do Phytoervas 4Z em Ilhabela (SP)

Blog do JC

Vereador diz que políticos de Navegantes sempre pegaram uma coisinha no Ferry Boat

Blog do Ton

Sunset party inspirada na Riviera Francesa estreia em Balneário Camboriú neste sábado, dia 28

Blog Doutor Multas

Um guia para iniciantes para apostar no futebol 2022

Blog da Ale Francoise

Enema de café e suas funções

Blog Clique Diário

Itajaí - Navio - Panorama

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

José Evaldo Koch

“O hortifruti é nosso berço”

Laerte Jacomel

"Estamos buscando o que todo mundo busca: paz de espírito”

Édison Carlos

“100 milhões de brasileiros não têm coleta de esgoto”

Walter Orthmann

"Quero ser útil enquanto eu puder”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação