Colunas


JotaCê

Por Coluna do JC -

JC é colunista político do Diarinho, o jornal que todo mundo lê, até quem diz que não. A missão do socadinho escriba é disseminar a discórdia, provocar o tumulto e causar o transtorno, para o bem da coletividade.

Univali nos States


(foto: divulgação)

Comitiva da Univali chefiada pelo reitor Valdir Cechinel visitou universidades nos EUA, ampliando parcerias

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

OU

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


 

Ungido

O jornalista Peeter Lee é o ungido, ops, escolhido do prefeito pop star Fabrício Oliveira (PL) pra sua sucessão. O nome foi apresentado aos poderosos que cercam o alcaide, mas divulgada de supetão, sem mais informações à imprensa e ao meio político. O que deixou muita gente de nariz torcido...

 

Elege um poste?

A divulgação do Peeter bateu forte na casa do povo da praia alagada, digo, alargada. Tem vereador que passou quase oito anos defendendo com unhas e dentes o governo e agora aparece um outsider que nunca ocupou um cargo sequer... Teve quem comentou que Peeter foi o escolhido por ser cópia, digo, por sua semelhança com o rei do rock, e pra mostrar que ele (o prefeito) elege um poste se quiser...

 

O jornalista Peeter Lee (PL) é o escolhido do prefeito pop star Fabrício Oliveira (PL) à \ sucessão (foto: divulgação)
O jornalista Peeter Lee (PL) é o escolhido do prefeito pop star Fabrício Oliveira (PL) à \ sucessão (foto: divulgação)

 

 

Escárnio

A absolvição do vereador Fábio Negão (PL) pelo plenário da piramidal é um retrato de como anda a política na city pexêra. O escárnio é tão grande que, mesmo com áudios e depoimentos contundentes confirmando a prática da rachadinha pra cima de assessores e indicados no governo, alguns vereadores preferiram se abster e outros sequer foram à sessão de julgamento.

PL manobrou

Faltou apenas um votinho para cassação do vereador e esse voto faltante tem as digitais do próprio partido de Fábio Negão, o PL. Como a suplente em exercício, a visceral Dulce Amaral (PL), estava impedida de votar por ser diretamente beneficiada com a eventual cassação, o PL fez corpo mole e nenhum de seus outros vinte e poucos suplentes deu as caras na sessão, fazendo a diferença pra absolver o Fábio.

Escrito nas estrelas

Parece que este pançudinho, mesmo sem consultar o sumido do Pai Atanásio, já está enxergando uma passada de pano do PL pras atitudes do Fábio Negão e ele novamente concorrendo a vereador. Apesar de não ter o direito automático a concorrer, posso apostar que nem ele, nem a doutora Paula do Volnei, ficam de fora da nominata da dupla RR. E o resto dos candidatos que se contentem.

Baixinho tentou

Consultado sobre o suposto corpo mole do PL na busca de um suplente para votar, o baixinho entisicado Denísio Dolásio Baixo, que ainda preside o partido, afirmou que tentou buscar os suplentes, mas ninguém quis. Disse que ajudou o povo da piramidal com contatos dos suplentes e fez o corre. Mas, porém, contudo, todavia, Denísio afirmou que é contra a cassação antes do julgamento do judiciário.

Ausências

Além da ausência dos mais de vinte suplentes do PL que se recusaram a assumir a cadeira para votar, dois edis nem deram as caras na sessão de julgamento. A falta do vereador das capivaras, o Vanderley Dalmolin (MDB), não é algo que tenha surpreendido, mas a acelerada Aline Aranha (União Brasil), mais uma vez, fugindo na hora da pressão, é algo que entristece. Guria tem um discurso mas a prática é bem diferente. Cagona e com posições ambivalentes.

Combatividade seletiva

Criticar a acelerada é algo que me dói, porque gosto dela, do seu jeito autêntico, mas algumas ações da Aline têm deixado seus eleitores decepcionados. No causo do suposto vereador assediador, ela parecia combativa, enérgica e foi até o fim, mesmo com indícios e nada comprovado no final. Com o Fábio, com tudo comprovado, ela se evapora da sessão quando mais a sociedade precisava do voto dela. Será uma combatividade seletiva, conforme o alvo?

 

Em recente evento com participação de aproximadamente 100 militantes, estiveram confabulando o secretário geral do PSB de Santa Catarina, Léo Albuquerque, o presidente do PSB de Itajaí, Luciano Mette, o pré-candidato a prefeito pela Frente Brasil da Esperança (PT/PCdoB/PV), o polido advogado João Paulo, a presidente do PCdoB de Itajaí, Sara Ternes, o presidente do PT de Itajaí, o carequinha “Lenin pexêro” Gerd Klotz, e o professor Valter Cardoso representando o PV de Itajaí (foto: divulgação)
Em recente evento com participação de aproximadamente 100 militantes, estiveram confabulando o secretário geral do PSB de Santa Catarina, Léo Albuquerque, o presidente do PSB de Itajaí, Luciano Mette, o pré-candidato a prefeito pela Frente Brasil da Esperança (PT/PCdoB/PV), o polido advogado João Paulo, a presidente do PCdoB de Itajaí, Sara Ternes, o presidente do PT de Itajaí, o carequinha “Lenin pexêro” Gerd Klotz, e o professor Valter Cardoso representando o PV de Itajaí (foto: divulgação)

 

 

Abstenções de corpo presente

Confesso que fica difícil saber o que é pior: uma ausência planejada ou um voto de abstenção de corpo presente. Pois não é que três vereadores foram pra sessão, ouviram áudios comprometedores, viram a explicação do relatório e mesmo assim falaram que iam votar pela abstenção. Cacete, tão sentados lá pra fazer o que então? Desculpa esfarrapada de “deixa pra justiça julgar”. Diz sim ou não, porra. Sejam homens e mulheres.

Regimental

O time da abstenção contou com o barbudão Douglas Cristino (PDT), a Célia Filha do Elói (MDB) e o Bruno da Saúde (MDB), segundo consta, seguindo orientação direta do alto comando da prefeitura de Itajaí. Aliás, a cidade numa merda desgraçada, o governo omisso e agonizante, mas o alto comando preocupado em salvar vereador corrupto. Se houve uma quebra de decoro, quem tem que julgar isso são os próprios pares, em paralelo ao julgamento do judiciário. Pipocaram pra livrar a cabeça do coleguinha.

Governo remou

Além das digitais do PL, o governo também deixa sua marca na absolvição do vereador das rachadinhas, já que os cinco edis que fizeram cara de paisagem foram orientados pela defesa de Fábio. Foi a continha certinha. Aliás, é bom lembrar que o PL segue no governo, ocupando tetas, ops, cargos. Então, parabéns Volnei, Robison e Rubens pelo sucesso da missão.

Os favoráveis

Que se faça justiça aos 11 vereadores favoráveis à cassação, a começar pela relatora da Comissão de Ética, a minha ex-musa BBB Anna Carolina (PSDB), a bancada do PSD, com o Sancho Pança Osmar Teixeira, o miacho da Farmácia, Otto Quintino e Odivan Linhares, o Mamão, a bancada do Republicanos com os conservadores Adriano Klawa, Beto Cunha e a bela do Selmo, Chris Stuart, os Rubens (Pacheco e Angioletti), Maurílio Moraes (Progressistas) e Hilda Deola (PDT).

Não é candidata

A diretora-executiva da Feapi, Ivana Reis Teixeira, esposa do secretário de estado do Turismo Evandro Neiva, entrou em contato com este socadinho escriba pra afirmar que não será candidata a vereadora nas eleições de outubro deste ano.

Fonte mentirosa

Ivana lascou que a fonte deste articulista tá muito mal informada ou é mentirosa e vive de causar confusão. Uma prova disso é que ela segue firme e forte no comando da Feapi e todos sabem que, pra ser pré-candidata e poder concorrer ao pleito, teria que ter saído do cargo, fato que não aconteceu.

 

A Koeddermann Consultores Associados (Gil Koeddermann) e a Havan (Nilton Hang) estão entre os patrocinadores da 16ª Gororoba do JC (foto: divulgação)
A Koeddermann Consultores Associados (Gil Koeddermann) e a Havan (Nilton Hang) estão entre os patrocinadores da 16ª Gororoba do JC (foto: divulgação)

 

 

Teve convites

Por fim, Ivana confirmou que recebeu convites de vários partidos, mas não aceitou. Ela lamentou que quanto mais próximo das eleições, mais mentiras são espalhadas por pessoas maldosas e sem caráter, e garantiu que seguirá seu trabalho à frente da Feapi.

Não te esqueci

O Mago do Gravatá, amador na ciência política e profissional na fofoca, observa os fatos relevantes na dança das cadeiras entre os partidos do outro lado da vala, em Navega City. E considera que tem relevantes contribuições.

Cabe uma reflexão

A lista de pré-candidatos a prefeito dengo-dengo tende a aumentar com a filiação do ex-prefeito Emílio, ex-PP, cabeça ilustrada, ops, Vieira, ao PSDB. Em vez de não estar em lado nenhum como no último pleito, pela rejeição que seu nome carregava na ocasião, agora o ex-prefeito deve se apresentar ao lado da Chica do Caic e cerrar fileiras na oposição.

Formar opinião

Os analistas sabichões lascam que o Emílio vai precisar escolher um lado. No momento, dizem os futriqueiros, é apenas uma bateira triste, sem rumo, a flutuar nas águas revoltas do embate político em Navega Beach. Ainda bem que o vento já não influencia mais o seu penteado. Arreda, cambada!!!!!

Vem na cabeça

Muito criticado ao final do seu mandato, o Emílio ainda guarda o sentimento de ter sido abandonado por seus apoiadores e quer começar do começo. Fecha os olhos e sonha em ter de volta o prestígio que o Bob Carlos lhe concedeu ao apoiá-lo para que fosse o seu sucessor.

E quem estará com o Emílio?

O esperado é que o Emílio, usando a lógica da Chica do Caic, se posicione na oposição ao atual prefeito Liba Top, ops Fronza, do PSD. Espera-se em Navega Beach que o PSDB consiga se aproximar da frente de oposição. Chica, líder do PSDB, considera que não foi atendida em seus pleitos pessoais pela gestão e tenta estabelecer um plano de retaliação.

Cooperar ou pressionar?

Dizem os bocas de caçapa que a Chica tenta persuadir, buscar argumentos, abre um sorriso, mas sempre em busca dos seus interesses pessoais. Imediatista, ela adota posicionamento contrário à atual gestão, reflexo de disputas particulares dentro do governo Liba.

Lampadinha com o pop star

O vereador Anderson dos Santos, o lampadinha (PL), em contato com o socadinho escriba disse que não existe nenhum tipo de conversação com a vereadora intisicada e pré-candidata a prefeita Juliana Pavan (PSD). Anderson acentua que está junto com o prefeito pop star Fabrício Oliveira (PL) e que conversa com todos, mas reafirma que o seu projeto é o do alcaide.

Virtuoso

“Se você precisa de um amigo, adote um cachorro”. (Gordon Gekko - filme “Wall Street”). Dizem os bocudos que, após culpar o cachorro pelo vazamento de um áudio, o vereador pexêro, o galego Rubens Angioletti (PL), anda conturbado com suas convicções políticas.

Proposta de abordagem

O vereador Anjoletti, ops, Angioletti, que tem a zica mais impiçada do sul do mundo, seria o epítome (o colunista tá escrevinhando bonito, hein?) do que vai ser a campanha daqui para frente. Falta de ideias originais, falar de causas sociais, tentar ser empático, mas, sobretudo, fortalecer o autointeresse.

Ideologia ou caricatura

É nesse contexto que a pré-campanha para a prefa de Itajaí parece esquisita. Os pré-candidatos tentam parecer altruístas e se vestir de santos iluminados. É a tentativa de usar todos os argumentos, idolatrar e demonstrar nobreza.

Univali nos EUA

A missão internacional dos representantes da nossa universidade maior, a Univali, nos Estados Unidos, terminou na última terça-feira. A comitiva finalizou o roteiro com uma visita à Pace University Law School, em White Plains, Nova York.

Comitiva

Fizeram parte da comitiva o reitor da Univali, professor Valdir Cechinel Filho, o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciência Jurídica (PPCJ), professor Paulo Márcio Cruz, a coordenadora de Internacionalização, professora Camila Monteiro Santos, os professores do PPCJ Marcelo Buzaglo Dantas, Gilson Jacobsen e Bruno Makowiecky Salles, além do procurador do estado de Santa Catarina, André Emiliano Uba.

Ampliar parceria

O objetivo da reunião foi a ampliação da parceria entre a Pace Law School e o PPCJ para que os alunos da Univali possam cursar, além do mestrado, parte do doutorado e do estágio pós-doutoral na instituição estrangeira.

Perspectivas concretas

“Finalizamos nossa passagem pelos Estados Unidos muito entusiasmados com as parcerias renovadas e com as novas possibilidades que viemos buscar para os nossos alunos e pesquisadores. Estamos muito felizes e honrados com as concretas perspectivas debatidas com a renomada Pace University e empenhados em, cada vez mais, consolidar a internacionalização da Univali”, afirmou o reitor Sábia, ops, Valdir Cechinel.

Guerra da TPA

A novela da famigerada Taxa de Preservação Ambiental (TPA) de Bombinhas, que encerrou mais um período de cobranças neste dia 15 de abril para os que acessam de carro o município, continua tendo mais capítulos nos bastidores da Alesc. O intisicado e bocudo deputado Ivan Naatz (PL), autor da emenda à constituição estadual que proibiu, em 2020, qualquer tipo de “pedágio urbano” em Santa Catarina, mas que enfrenta a resistência da administração municipal de Bombinhas alegando constitucionalidade anterior, agora deve atacar com uma nova estratégia para barrar o antipático tributo.

 

Decreto legislativo

Além das ações de sua autoria que tramitam na justiça estadual, o deputado está sugerindo agora à mesa diretora da Alesc a edição de um decreto legislativo que torna nula a lei municipal da TPA de Bombinhas por estar em desacordo com a atual constituição estadual. A proposta do decreto deve ser analisada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da casa para seguir tramitação nas demais comissões, se for o caso.

 

Dura batalha

O fato é que tem sido dura a batalha pela extinção definitiva da taxa, apesar da legislação estadual de Santa Catarina não mais permitir a cobrança. O primeiro município a ser barrado pela justiça, logo depois da nova lei, foi o de Governador Celso Ramos, que tentava, via prefeitura, também implantar a cobrança.

Resistência ao MP

O caso de Bombinhas, porém, resiste mesmo com a recomendação feita pelo Ministério Público catarinense pela sua suspensão, no ano passado. O juízo da comarca de Porto Belo, que tem jurisdição sobre o município, também tem negado sucessivamente liminares pela interrupção da cobrança desta “facada” no bolso dos motoristas.Volta ou não volta? A partir de agora, vão faltar mais de sete meses até novembro, quando começa o período de cobrança da taxa da paciência e agonia, digo, taxa de preservação ambiental (TPA). Fica a incógnita se ela voltará ou não no ano que vem. Fica a torcida e a expectativa nos bastidores políticos, legislativos e jurídicos.

Ilegal

De parte do deputado Naatz, ele já adiantou que não desistirá da luta pelo fim da cobrança que considera uma “ilegal” e absurda exploração do bolso do contribuinte, além do fato de continuar apontando com dados e números do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que percentual superior a 50% da arrecadação vai para pagar o sistema de cobrança da TPA, feita por mais de uma empresa considerada “amiga” da administração municipal. É novela e disputa interessante que seguirá durante todo este ano. A conferir o desfecho.


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

ENQUETE

Festa do Peixe de Itajaí cancelada novamente: qual a sua opinião?

Achei um lindo gesto de solidariedade

⁠Dava pra ser solidário, sem precisar cancelar a festa

⁠⁠Desculpa esfarrapada de quem não conseguiu organizar a festa a tempo

⁠Tinha que cancelar mesmo, essa festa nem deveria existir

Não tenho opinião formada sobre isso



TV DIARINHO


O maior lanço de tainha da temporada 2024 foi capturado nesta manhã de sexta-feira na praia do Retiro ...





Especiais

NA ESTRADA

Pôr do sol de tirar o fôlego é uma atração do ano inteiro na praia de Armação

RIO GRANDE DO SUL

A história de luta de um quilombo que resiste às enchentes em Porto Alegre

DADOS INÉDITOS

Em meio ao lixo das chuvas no Rio Grande do Sul, catadores não conseguem trabalhar

NÚMEROS

No Brasil, 3 a cada 4 vivem em cidades com mais risco de desastres por chuvas

DADOS

Exportação de armas de fogo dobrou durante os anos Bolsonaro, revela levantamento inédito



Colunistas

JotaCê

Fabrício chamegou Bolsonaro em Brasília

Coluna Fato&Comentário

Associativismo comunitário em Itajaí: o começo

Coluna Esplanada

Trio de apostas

Via Streaming

Tudo pelo dinheiro

Ideal Mente

O desamparo da infidelidade

Show de Bola

Trocas de treinadores

Direito na mão

Recebeu auxílio-doença ou auxílio-acidente? Veja como se aposentar agora!

Coluna Exitus na Política

Um passeio nas cavernas

Na Rede

Morte de produtor, garotinho com orgulho do pai na enchente e mais: confira os destaques do DIARINHO

Artigos

O combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes é um compromisso coletivo

Jackie Rosa

Niver da Chris

Mundo Corporativo

A importância do equilíbrio da autoestima no mundo organizacional

Gente & Notícia

Níver da Margot

Coluna do Ton

Chegando de Mendoza

Histórias que eu conto

Armação da infância II

Foto do Dia

“O mar, quando quebra na praia”

Coluna Existir e Resistir

Designação geral sobre o fim do mundo




Blogs

Blog do JC

Prefeito revela que está com tumor maligno

Blog da Jackie

Reserva Royal

A bordo do esporte

Terceira edição do Troféu Ayrton Senna de Kart celebra 30 anos do legado do ídolo

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação