Colunas


Ideal Mente

Por Vanessa Tonnet - Vanessatonnet.psi@gmail.com

CRP SC 19625 | Contato: (47) 99190.6989 | Instagram: @vanessatonnet

E quem cuida de quem cuida?


Desde que nascemos estamos sendo cuidados. E, por mais independentes que sejamos ao longo da vida, chegará o momento em que precisaremos de alguém ao nosso lado para nos fornecer assistência.

Se você é profissional da saúde, trabalha cuidando de pessoas doentes ou está assistindo algum familiar adoecido, esse texto veio ao seu encontro em um bom momento.

Seja por escolha ou pela inevitabilidade da vida, imagino que, muitas vezes, o trabalho de cuidar seja bastante exaustivo. Falo isso porque, diante todos esses anos atuando como psicóloga e principalmente quando trabalhava num setor hospitalar, me sentia em alguns momentos cansada: e está tudo bem. Não sou uma espécie de super-heroína inabalável e incapaz de sentir alguns baques da profissão que escolhi. Nem você.

Quem cuida sabe que o conhecimento técnico não é o suficiente. Não basta saber trocar uma fralda, preparar um alimento adequado ou fazer um curativo: estamos lidando com pessoas, suas histórias e seus sentimentos. Por trás de um diagnóstico há toda uma vida a ser contada e memórias a serem honradas. Sendo assim, é inevitável não nos envolvermos emocionalmente com quem está sob nossos cuidados. Não existe a possibilidade de chegarmos em casa e simplesmente desligarmos o botãozinho que nos conecta com aquela pessoa.

Torcemos pela melhora, por dias melhores. Mas, infelizmente, há muitos casos difíceis em que não há nada que possamos fazer a não ser cuidar da maneira mais íntegra e presente possível.

Há situações em que estamos tão entrelaçados com as pessoas que cuidamos que deixamos de lado uma parte de nós. Aquele espaço de nós que gosta de caminhar no final do dia, que se alimenta de forma saudável, que lê bons livros antes de deitar-se. Estamos tão obstinados a cuidar que a pessoa mais importante de nossas vidas fica em segundo plano: nós mesmos.

Isso é bem comum de acontecer. Mas é preciso se prevenir para evitar o esgotamento do corpo e da alma. Dedique-se ao seu trabalho com toda a amorosidade que existe dentro de você, mas lembre das coisas que gosta e que te fazem feliz. Olhe com mais carinho para dentro de si.

Quando estamos alinhados com o que nos faz bem, somos capazes de expressarmos o melhor de nós e de nos dedicarmos ao cuidado com o corpo e a mente saudáveis.

Como eu disse, não há um botão de liga e desliga. Mas precisamos avaliar o quanto essas histórias estão impactando nossa saúde emocional. Por vezes se faz necessário um suporte psicológico, por exemplo. E não há problema nenhum nisso: isso não é sinal de fraqueza, muito pelo contrário. É sinal que você cuida de você.

Cuidamos do outro por amor, por necessidade, por respeito e por compaixão. E é isso que merecemos também.

 

Queira o bem de todos os seres. Isso inclui você” - Monja Coen

 


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

ENQUETE

Você é a favor do PL que pune mulheres que se submetam a aborto em caso de estupro?

Sim; sou a favor da vida e contra qualquer tipo de aborto

Não. A lei já prevê direito a aborto em caso de estupro, de bebê anencéfalo ou quando há risco a mãe. É o certo.

Não! O aborto é tema de saúde pública e deve ser tratado como qual

Que absurdo! Sem palavras…

Não tenho opinião sobre o assunto…



TV DIARINHO


Um caminhoneiro levou um baita susto e pensou rápido pra evitar um acidente na descida da serra que ...





Especiais

NA ESTRADA

Urupema: destino do papagaio-charão e de milhares de turistas que querem inverno de verdade

BRASIL

Marcha para Jesus se tornou um terreno político em disputa

15 de junho

Confira 10 dicas para curtir Itajaí no feriado

LUXO É VIVER BEM

10 edifícios recomendados como um ótimo investimento

Desde o século 19

Costa itajaiense coleciona casos de naufrágios



Colunistas

Coluna do Ton

Viva a Ana Laura

JotaCê

Insanidade da PL do aborto

Histórias que eu conto

Colégio Catarinense 6

Mundo Corporativo

Quando a busca do sucesso torna-se uma ilusão

Coluna Esplanada

Bicho limpo

Diário do Investidor

Por que este é um bom momento para investir em Fundos Imobiliários?

Ideal Mente

E quem cuida de quem cuida?

Coluna Exitus na Política

O feitiço da educação: a magia de ser (3)

Show de Bola

Gramado do Gigantão

Direito na mão

Como o trabalho rural pode antecipar e aumentar o valor da aposentadoria

Via Streaming

Luta por direitos

Na Rede

Pastores deixam a Bola de Neve e flagra de tarado na praia de Navegantes: se liga no que bombou no DIARINHO

Jackie Rosa

Festerê família Silva e Sodré

Artigos

Nos 164 anos de Itajaí, as pontes são para o futuro

Coluna Fato&Comentário

Itajaí: 164 anos de município, não de fundação




Blogs

Blog do JC

Eleições na Mariscolândia: Júlio Lanches tá na pista

A bordo do esporte

Avelar Sports com estrutura de ponta na Copa do Mundo de XCE

Blog da Jackie

Arraial do Passeio

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação