Colunas


Coluna Fato&Comentário

Por Edison d'Ávila -

Uma santa passou por Itajaí


No último dia 25 de novembro, num sábado, a comunidade escolar do Colégio São José comemorou, com uma caminhada, 120 anos de um acontecimento histórico da vida duma personalidade catarinense venturosa: Madre Paulina do Coração Agonizante de Jesus ou simplesmente Santa Paulina, a primeira santa catarinense. Foi a primeira viagem missionária dela, no ano de 1903, partindo  do porto de Itajaí. Há na praça Vidal Ramos um monumento alusivo.

Amábile Lúcia Visintainer nascera em 1865, em Vígolo Vataro, uma aldeia agrícola do norte da Itália. Em 1875, juntamente com os pais e cinco irmãos ela integrou o grupo de 130 moradores da região de Trento que imigrou para o Brasil. No mês de setembro daquele ano, ela pôs os pés pela primeira vez em terras de Itajaí, desembarcando no porto com aqueles imigrantes que inaugurariam a imigração italiana em Santa Catarina.

Como era costume da época, os imigrantes italianos ficaram acomodados por dias no galpão da Barra do Rio, enquanto se aguardava o transporte em canoas até o interior da então Colônia Itajaí-Brusque. Ao chegar à colônia, os novos imigrantes foram encaminhados para uma região do alto Vale do rio Tijucas, conhecida como Alferes, que depois se passou a chamar de Nova Trento.

Na nova área de colonização, a família Visintainer veio a se dedicar à agricultura. A família era muito religiosa e nesse ambiente familiar se desenvolveu a vocação religiosa de Amábile. Ela e uma amiga deram início em 1890 à pequena comunidade religiosa que veria a ser a atual Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição. Era a congregação de religiosas tratadas como “ irmãs coloninhas”.

Corria o ano de 1903, quando a agora Madre Paulina recebera convite para abrir uma casa religiosa em São Paulo, capital. Decidiu partir ela mesma com mais duas outras religiosas e a noviça, por sinal a itajaiense Josefa Pereira Gonçalves, filha do comerciante Geraldo Pereira Gonçalves.

Para chegar a São Paulo, o grupo de religiosas viajou de carroça até Itajaí, tendo na boleia o pai de Madre Paulina, Antônio Napoleone Visintainer. Enquanto, enquanto esperavam o navio que as levaria ao porto de Santos, São Paulo, Madre Paulina e companheiras se hospedaram na casa do comerciante e italiano Ângelo Rodi, que também tinha uma filha religiosa na mesma congregação.

A casa da família Rodi então ficava na esquina da rua Cônego Tomás Fontes e rua Silva, justamente onde agora está o Jardim de Infância do Colégio São José. Santa Paulina, que ainda outras vezes passaria por Itajaí a caminho de Nova Trento, tinha especial carinho pela cidade. Quando, em 1941, as Irmãzinhas da Imaculada Conceição foram convidadas a dirigir o Colégio São José, ela foi uma das incentivadoras e animadoras da vinda para cada de suas irmãs.

Madre Paulina, depois Santa Paulina, que passou tantas vezes por Itajaí,  muito  queria bem a cidade e aos itajaienses, que agora também muito rogam por ela. 


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna Fato&Comentário

O Porto é nosso?

Coluna Fato&Comentário

2024 - Auspicioso ano do Bicentenário

Coluna Fato&Comentário

Abonada e insensível

Coluna Fato&Comentário

O Português de a dama

Coluna Fato&Comentário

Pasquins: livre expressão do povo

Coluna Fato&Comentário

Enchentes: lições da história

Coluna Fato&Comentário

O ambientalista global em Itajaí e o grande susto

Coluna Fato&Comentário

“Montecchios”e “Capuletos” também em Itajaí

Coluna Fato&Comentário

Professor e historiador Moacir Costa

Coluna Fato&Comentário

Carijós, Peabiru e a foz do Itajaí

Coluna Fato&Comentário

Itajaí: berço da indústria náutica

Coluna Fato&Comentário

Nóbrega Fontes, em duas comemorações

Coluna Fato&Comentário

Monsenhor Vendelino em Itajaí e sua época

Coluna Fato&Comentário

Trânsito público na Vila de Itajaí: normas de 1868

Coluna Fato&Comentário

Patrimônios em restauro: casas Bauer, Burghardt, Konder

Coluna Fato&Comentário

“Obras de Santa Engrácia”em Itajaí

Coluna Fato&Comentário

Homens de negócios precisam dar um presente a Itajaí

Coluna Fato&Comentário

Bicentenário da Paróquia e marco fundacional de Itajaí

Coluna Fato&Comentário

Adão e o alfaiate

Coluna Fato&Comentário

Carros de mola e transporte público



Blogs

A bordo do esporte

Thiago Pereira e Swim Floripa levam Troféu José Finkel para Floripa

Blog da Jackie

Verão, calor, quentura e mormaço

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog do JC

Mulheres MDBistas

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Adão Paulo Ferreira

"Porto sozinho não serve para nada. Ele precisa ter navios, linhas"

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”

TV DIARINHO

O crime de injúria racial aconteceu em sessão do filme de Bob Marley no cinema do shopping na noite ...




Especiais

Caso Ilha de Marajó

Vereadora de Navegantes está entre os políticos que impulsionaram fake news sobre exploração sexual infantil

TURISMO

Japaratinga: vale a pena se hospedar no melhor resort do Brasil?

VIAGEM NO TEMPO

Museu do Carro traz nostalgia e diversão sobre o universo automotivo

NOVOS TEMPOS

SC é pioneira na promoção da mobilidade elétrica

PLANEJAMENTO URBANO

Camboriú vai investir mais de R$ 60 milhões em mobilidade



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação