Colunas


Coluna Fato&Comentário

Por Edison d'Ávila -

Coloninha: bairro popular de Itajaí


Quando se estabeleceu o segundo perímetro urbano da cidade de Itajaí, pela Resolução Nº 4, de 4 de maio de 1893, duas regiões já muito povoadas se incorporaram à área urbana como bairros: Fazenda e Barra do Rio.

Mas uma outra região, que passara a ser conhecida como Coloninha, também com muitos moradores, ficou incluída naquele espaço urbano. Esse bairro se constituía de toda a área adjacente ao “Caminho da Coloninha”, o qual se iniciava na Estrada da Barra do Rio, agora, Rua Blumenau, e ia até a altura da região do Fiúza Lima. Tal caminho tem hoje o nome de Rua Benjamim Franklin Pereira.

O território da Coloninha ficava nas extremas das sesmarias de José Corrêa de Negreiros e de Mathias de Arzão. Essas sesmarias, ou lotes coloniais, foram concedidas no final do século XVIII. A sesmaria de Corrêa de Negreiros fazia frente no Rio Itajaí-mirim e sua extensão incluía áreas da Vila Operária e Fiúza Lima, São Judas, Dom Bosco, Ressacada e Carvalho. E fora ali, no Fiúza Lima e São Judas, que se assentara um grupo de moradores com pequenos sítios, uma pequena colônia ou Coloninha. Tais moradores tinham comunicação com o Rio Itajaí-mirim e depois abriram outro caminho  de comunicação, como o Rio Itajaí-açu, o Caminho da Coloninha, que terminava na margem do rio, lugar que ficou conhecido como Praia da Coloninha.

Já no começo do século XX, em 1902, conforme notícia de jornal, Coloninha era considerada “um subúrbio desta cidade”, Itajaí. Outra publicação de 1949 trata a região como “aprazível bairro itajaiense”. Por fim, uma notícia de 1941 traz esta informação de cunho social: “é um bairro da cidade de Itajaí, onde se localizam os maiores necessitados”.

De fato, no Caminho da Coloninha e arredores, em seus muitos atalhos e becos    (beco da Bananeira, beco da Castanha, beco do Chumbeiro) residiam majoritariamente trabalhadores do Porto, operários das firmas madeireiras e tantos outros trabalhadores braçais com suas famílias. Era uma população quase sempre pobre ou remediada. E desde o final do século XIX, juntamente com a Fazenda, identificava-se como bairro popular.

O bairro era uma referência na cidade das primeiras décadas do século passado, porque lá estava situada a raia para corridas de cavalos. Nessa época, o hipismo era aqui muito desenvolvido, e as ocasiões das corridas juntavam público bastante numeroso e de todos os recantos de Itajaí. Quando das comemorações do centenário de Itajaí, em 1920, fora na raia da Coloninha que se realizaram as competições hípicas do programa comemorativo.

Entre portuários e trabalhadores de tantas profissões, residiram no bairro pessoas muito conhecidas como Vicente Ferreira de Mello, o Vicente Só, primeiro morador dos sertões de Brusque; Genoveva da Silva, dona Vevinha, parteira das famílias da redondeza; Tiago José da Silva, líder operário e político; Felipe Reiser, comerciante exportador de madeiras.

O espaço urbano da Coloninha e sua memória se desfizeram  com a criação dos bairros da Vila Operária e de São João, que entre si dividiram  o território daquele que foi um dos primeiros bairros populares da cidade.


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna Fato&Comentário

Aprender português com quem sabia

Coluna Fato&Comentário

Arnaldo Brandão: centenário do escritor de Itajaí

Coluna Fato&Comentário

1922: 100 anos da Independência em Itajaí

Coluna Fato&Comentário

Dona Elizabeth Malburg e patriotas exaltados

Coluna Fato&Comentário

Antonico Ramos e o sonho do vigia

Coluna Fato&Comentário

“A vaquinha do seu Zena”

Coluna Fato&Comentário

Museu histórico de Itajaí: 40 anos

Coluna Fato&Comentário

Dimas Rosa: artista de Itajai desconhecido aqui

Coluna Fato&Comentário

Penha x Navegantes - quase guerra

Coluna Fato&Comentário

Tradição e inovação: a festa do Divino de Itajaí 

Coluna Fato&Comentário

“Chuta, seu Alberto”: corridas de cavalo no Itajaí antigo

Coluna Fato&Comentário

Festa na Vila: Nossa Sra. da Paz e São José Operário

Coluna Fato&Comentário

Senhor dos Passos: devoção do povo

Coluna Fato&Comentário

Hugo Calgan: mistério da pintura de Itajaí - 1884

Coluna Fato&Comentário

Sindicato dos Estivadores: 100 anos

Coluna Fato&Comentário

Ariribá, Canhanduba, Itaipava: nomes Tupis em Itajaí

Coluna Fato&Comentário

Brizola e o “grupo de onze”daqui

Coluna Fato&Comentário

Tespis Cia. de Teatro: memória e história

Coluna Fato&Comentário

2022: Comemorações relevantes na cidade

Coluna Fato&Comentário

Hino de Itajaí - cinquentenário



Blogs

A bordo do esporte

Vela estreia nos Jogos Sul-Americanos no domingo (2)

Blog do JC

Eleições

Blog do Ton

Zezé Di Camargo & Luciano aterrissam em outubro no Expocentro BC

Blog Doutor Multas

5 golpes comuns que você deve ficar atento ao comprar um carro

Blog da Jackie

Spring Party

Blog da Ale Francoise

Tá com tosse aí?

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Jorge Boeira

“A saúde de Santa Catarina está esperando vaga na UTI”

Esperidião Amin

"Eu não quero colocar o Bolsonaro dentro da minha gaiola - que é o que alguns querem, ser o dono do Bolsonaro. Já foram até repreendidos por isso”

Décio Nery de Lima

"Vou retomar os investimentos que o Bolsonaro negou para Santa Catarina”

Jorginho Mello

"O candidato do presidente Bolsonaro é o Jorginho Mello”

TV DIARINHO

Oba! Faltam só 6 dias pra maior festa do pescado do Brasil! Vem aí a Marejada! #marejada #itajai #santacatarina ...



Podcast

Minuto DIARINHO - 30/09/2022

Publicado 30/09/2022 15:40


Especiais

Fique ligado

Confira as orientações, regras e serviços para o dia da eleição

ENTREVISTA

“Já atingimos ponto de não retorno” em algumas regiões da Amazônia, diz pesquisadora

ELEIÇÕES 2022

Partidos em Santa Catarina receberam quase R$ 194 milhões

ELEIÇÕES 2022

Confira quanto cada candidato da região recebeu do fundão eleitoral

Pesquisa DIARINHO

Preço da carne pode variar até 145%



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação