Colunas


JotaCê

Por Coluna do JC -

JC é colunista político do Diarinho, o jornal que todo mundo lê, até quem diz que não. A missão do socadinho escriba é disseminar a discórdia, provocar o tumulto e causar o transtorno, para o bem da coletividade.

Assunto da semana


Presidente da casa do povo de Camboriú, Claudinei Loos, afirma que não é isento e, sim, apaziguador (foto: divulgação)

Um dos assuntos políticos mais relevantes da semana que termina é a queda de braço que vem ocorrendo no Podemos/SC, com três posicionamentos distintos dividindo o partido. De um lado, a ala do presidente de honra, Paulinho Bornhausen, querendo uma coligação  com o União Brasil do prefeito de Floripa e pré-candidato a governador Gean Loureiro. Gean dirigiu, inclusive, carta de intenções para a concretização do casamento.

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 





 

Camilo

Do outro, o ex-prefeito de Palhoça, e presidente do Podemos/SC, Camilo Martins, querendo levar o partido para o círculo de influência do governador Carlos Moysés (sem partido), tendência repudiada pelas outras duas correntes dado o posicionamento crítico dispensado pela maioria das lideranças do Podemos à gestão do governador bombeiro e seu governo sem projeto, que faz, aos 45 do segundo tempo, proselitismo político distribuindo recursos, o chamado governo pix.

Pop Star

A terceira ala é a do pré-candidato a governador pelo Podemos, o pop star Fabrício Oliveira, que prega a construção de um projeto político forte pra Santa & Bela Catarina, congregando partidos que fazem parte, segundo Fabrício, do espectro político que pode vir a compor aliança salutar para o Estado, que contempla conversa, além do União Brasil, com PSD, Republicanos, PP e o PSDB.

Adiantando a pauta

Fabrício adiantou essa pauta. Com livre e bom acesso político, o pop star conversa com lideranças estaduais e colocou Balneário Camboriú, e por consequência a nossa região – até aqui completamente desprezada por Moysés, na rota das decisões estaduais que vão levar às eleições deste ano. Seja qual for o caminho do Podemos nesta eleição, o partido se destaca no cenário político catarinense chamando para si os holofotes. É esperar pra ver.

Claudinei

O presidente da câmara de vereadores da capital da pedrada e ex-do tiro ao vereador, Claudinei Loos (MDB), bateu um fio para o socadinho escriba na sexta-feira. Claudinei diz que a oposição fala bobagem e que é amigo de todos. Diz mais: “eles é que não são meus amigos”.

Tranca

Claudinei conta que é amigo do ex-candidato a prefeito Altamir Montibeller (PSD) há mais de 20 anos e, que realmente gosta de jogar cartas, jogar tranca. E que o fato de Montibeller ser oposição não atrapalha ou estraga a amizade.

Entregou a água 

Sobre a ex-prefeita Luzia Coppi (PSDB), Claudinei garante que não fala com ela faz 15 anos. “Não quero conversa. O que ela fez com Camboriú? Entregou a água de graça”, descascou ao comentar o contrato com a água de Camboriú que cuida do precioso líquido na cidade.

Apaziguador

Claudinei garante que o que andaram comentando,  que o prefeito Elcio Bisturi Kuhnen (MDB) não o apoiava e o queria como presidente da câmara não era verdade. “Ele sempre quis”, garante Claudir.

CPI dos respiradores

A Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI dos Respiradores - que agitou o cenário político-legislativo no ano de 2020, a partir da investigação proposta e relatada pelo entisicado e bocudo deputado Ivan Naatz (PL) ainda promete continuar rendendo.

Relatório final

E isso em função de seu relatório final que apontou 14 responsáveis pela fraude na aquisição dos famigerados equipamentos ao preço total de R$ 33 milhões e pagos de forma adiantada pelo governo estadual. 

Rendendo  

O tal relatório entende que houve crime de responsabilidade do governador bombeiros Carlos Moisés (sem partido) por omissão e falta de vigilância adequada no processo.

Arquivado

O impeachment acabou arquivado no ano passado, após a votação em que foi salvo na leleia pelo voto político de quatro dos cinco deputados do Tribunal Especial, ao contrário dos cinco desembargadores que, na ocasião, decidiram pela responsabilidade do mesmo.

Acordo

Pois, agora, segundo consta nos meios jurídicos da capital manezinha, depois de propor a denúncia contra os demais envolvidos na fraude, em 2021, o Ministério Público resolveu dar uma chance de acordo, a chamada “transação penal” a alguns, encerrando o processo mediante algumas cláusulas a serem cumpridas. 

Aceite e recusa

Consta ainda que o ex-secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, um dos acusados, recusou o acordo para encerrar o processo na parte que responde na Justiça pelo caso dos Respiradores, em audiência realizada na última quarta-feira (26). Já o advogado e empresário Leandro Adriano de Barros, acusado de agir nos bastidores, teria aceitado o acordo junto ao MP. 

Resultado efetivo

O deputado Ivan Naatz, que também é autor de um livro sobre os desdobramentos da CPI, lançado no ano passado, comentou neste sentido que esta decisão representa um dos primeiros resultados efetivos da CPI, em função do reconhecimento da participação culposa do mesmo. “De um em um vamos fazer valer a lei”, afirmou o parlamentar. 

Determinou

Vale lembrar ainda que o juiz Elleston Lissandro Canali, da Vara Criminal da Região Metropolitana da Comarca de Florianópolis, determinou, em setembro do ano passado, o aceite para a denúncia de sete dos 14 acusados pelo Ministério Público no âmbito do criminal do caso da compra dos 200 respiradores da Veigamed. 


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

TV DIARINHO

Um bando de assaltantes se disfarçou de eletricistas da Celesc para invadir uma casa no centro de Balneário ...



Podcast

Minuto DIARINHO 19/05/2022

Publicado 19/05/2022 21:53


Especiais

febre entre jovens

Uso de Cigarros eletrônicos acende alerta

Revitalização

Nova orla da Brava está em fase de projeto

Praia Brava

Novo acesso, através de Cabeçudas, será urbanizado

Praia Brava

Duplicação da Osvaldo Reis deve facilitar ligação com BC

Praia Brava

Via polêmica atrás da Lagoa do Cassino está em pauta



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯