Colunas


Via Streaming

Por Via Streaming -

Dica: “Adoráveis Mulheres”


A história das irmãs March ganha vida, mais uma vez, no filme inspirado no clássico livro “Mulherzinhas” {Foto: Divulgação}

A segunda adaptação para os cinemas do livro “Mulherzinhas” estreou nos cinemas em janeiro de 2020 com o nome de “Adoráveis Mulheres”. Para dar vida a famosa história com inspiração autobiográfica escrita pela escritora norte-americana May Alcott em 1868, Meryl Streep, Saoirse Ronan, Emma Watson, Florence Pugh, Eliza Scanlen e Laura Dern compõem o elenco principal. Apesar de ter sido indicado para sete categorias no Oscar – incluindo a de melhor filme – recebeu a estatueta apenas por Melhor Figurino. Uma reunião de drama familiar e romance histórico, “Adoráveis Mulheres” pode ser encontrado no Looke, no YouTube, no Google Play e na HBO Brasil.

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 





O filme conta a história das irmãs March, quatro jovens muito diferentes que foram criadas somente pela mãe no interior de Massachusetts (Estados Unidos) e cujo o pai está lutando na Guerra de Secessão, o que faz com que a família se veja em uma situação financeira preocupante. Meg é a irmã mais velha e possui o sonho de se tornar atriz. Porém, por ser mais tradicional, considera mais importante se casar e formar uma família do que seguir seu desejo. Já Jo é completamente diferente. Teimosa e sem medo de se arriscar, sonha em ser uma escritora famosa e rejeita tudo aquilo que sua irmã mais velha mais valoriza. O elo entre elas é Beth, a única que consegue acalmar os ânimos das duas quando uma briga estoura entre elas. Além disso, há a caçula Amy, que possui um gênio forte como Jo e um talento para a pintura.

Em meio a esse cenário, “Adoráveis Mulheres” discorre sobre a liberdade feminina e o papel da mulher na sociedade, temas que, apesar de ambientados no Século XIX, continuam pertinentes até os dias de hoje. Como se estivesse construindo um quebra-cabeças com o espectador, o filme brinca com o presente e o passado, frequentemente alternando entre a realidade atual e as lembranças das jovens sete anos antes. Tudo com o objetivo de dar forma à  narrativa e justificar, não só as escolhas, como as vivências de cada personagem. 


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Via Streaming

A quadra delas

Via Streaming

Poder invisível

Via Streaming

“Eles”

Via Streaming

Dica da Semana: “O Rei do Show”

Via Streaming

A chave do tamanho

Via Streaming

Dica da Semana: “Patriota”

Via Streaming

Nova série da Amazon Prime

Via Streaming

Dica da Semana: “Soul”

Via Streaming

Sonho na dança

Via Streaming

Dica da Semana: “Pequenos Incêndios por Toda Parte”

Via Streaming

Papel na sociedade

Via Streaming

Dica: “Por que as Mulheres Matam?”

Via Streaming

Dupla dinâmica: mãe e filha

Via Streaming

Dica da Semana: “Togo”

Via Streaming

Tudo novo de novo

Via Streaming

Dica da Semana: “Zoey e sua Fantástica Playlist”

Via Streaming

Pelo espaço afora

Via Streaming

Dica da Semana: “Tim Maia”

Via Streaming

Voar mais alto; Clouds

Via Streaming

“Fleabag”



Blogs

Blog da Jackie

Novidadeiras

Blog do JC

Aditivo

Blog da Ale Francoise

Fortificante Natural de Uva!

Blog Clique Diário

Primeira Foto do voo inaugural do helicóptero Ingenuity Mars da NASA

Blog Doutor Multas

CNH Bloqueada? Veja o que fazer para regularizar

A bordo do esporte

Tradicional regata Rolex Capri Napoli confirmada em maio

Blog do Ton

Terrazza Praia Brava

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”

Marquinhos Kurtz

“[...} O meu posicionamento é contrário ao fechamento total. Eu acho que nós temos que trabalhar, nós temos que ter cuidado, e as coisas precisam funcionar”

Fabrício Oliveira

"Se nós tivéssemos leitos hospitalares nós não estaríamos discutindo lockdown'

TV DIARINHO

Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 20/04/2021

Publicado 20/04/2021 21:32


Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯