Matérias | Geral


MINISTÉRIO DO TRABALHO

Santa Catarina tem 13 empresas na “lista suja” do trabalho escravo

Governo federal incluiu 204 novos empregadores no cadastro, um recorde histórico. Até a Kaiser, do grupo Heineken, está na lista

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Cadastro nacional foi atualizado nesta semana pelo Ministério do Trabalho chegando a 473 pessoas físicas (patrões) e jurídicas (empresas) (foto: ilustrativa Freepik J Comp)


Santa Catarina aparece com 13 empresas e patrões na “lista suja” de empregadores que submeteram trabalhadores a condições análogas à escravidão. O cadastro foi atualizado nesta semana pelo Ministério do Trabalho, com 473 pessoas físicas (patrões) e jurídicas (empresas). A lista teve uma atualização recorde na história, com 204 novos nomes adicionados.

O cadastro é feito a cada semestre. A última atualização foi em abril, com 289 empregadores. Novos nomes são incluídos conforme são concluídos os processos administrativos que apuraram cada caso de trabalho escravo. Alguns nomes saíram da lista por decisões judiciais ou devido ao prazo de dois anos de permanência no cadastro.

Santa Catarina ampliou a lista com seis novos empregadores. Minas Gerais foi quem mais teve novos nomes incluídos, 37, seguido de São Paulo (32). Entre 13 empregadores da lista no estado ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


O cadastro é feito a cada semestre. A última atualização foi em abril, com 289 empregadores. Novos nomes são incluídos conforme são concluídos os processos administrativos que apuraram cada caso de trabalho escravo. Alguns nomes saíram da lista por decisões judiciais ou devido ao prazo de dois anos de permanência no cadastro.

Santa Catarina ampliou a lista com seis novos empregadores. Minas Gerais foi quem mais teve novos nomes incluídos, 37, seguido de São Paulo (32). Entre 13 empregadores da lista no estado, quatro são de São Joaquim, dois de Bom Retiro, dois de São Bento do Sul e dois de Ituporanga. Rio do Sul, Imbuia e Alfredo Wagner têm registros com um caso cada. A maioria dos casos foi em fazendas.



Uma das novas empresas na lista é a CNMS, de Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí. A empresa que atua no comércio de madeiras foi alvo de operação em fevereiro deste ano, quando um grupo de 24 trabalhadores venezuelanos, com crianças e bebês, foram resgatados de condições análogas à escravidão.

Eles foram contratados pra trabalhar na construção de alojamento e galpões e ficam em instalações sem cozinha, colchões e água suficiente. Na época, a emprega contestou violação aos direitos humanos e trabalhistas e firmou Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Trabalho (MPT).

Brasil


No Brasil, as atividades econômicas com maior número de empregadores inclusos na lista são de produção de carvão vegetal, criação de bovinos para corte, serviços domésticos, cultivo de café e extração e britamento de pedras. A cervejaria Kaiser, do grupo Heineken, foi incluída na lista. A empresa alegou que as infrações trabalhistas foram cometidas por uma transportadora terceirizada, que não é mais fornecedora.

 

Cada infração gera um processo no Ministério do Trabalho

Empresa de Rio do Sul, onde venezuelanos  foram resgatados neste ano, está na lista

Empresa de Rio do Sul, onde venezuelanos foram resgatados neste ano, está na lista

 


A lista tem por base os processos administrativos abertos após ações fiscais do Ministério do Trabalho. As operações podem contar com apoio de outros órgãos, como Defensoria Pública da União, Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho e forças policiais.

Cada infração gera um processo, pelo qual são apuradas as irregularidades e os empregadores têm direito à defesa. O empregador entra na “lista suja” quando o processo é concluído, em decisão que não cabe recurso. A lista divulgada neste mês se refere a casos de trabalho escravo registrados entre 2018 e 2023. O cadastro é feito desde 2004, mas teve a divulgação suspensa entre 2014 e 2016, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Lista suja do trabalho escravo


Empregadores de Santa Catarina

CNMS (BRASIL) Comércio de Madeiras – Rio do Sul

Eder Ern – Ituporanga

José Alves da Costa Neto – Bom Retiro

Junior Klombowsky – São Bento do Sul

Patrícia Policarpo – Imbuia


Paulo Borges Duarte – São Joaquim

Paulo Minoru Yamaguch – São Joaquim

Raulino Prim – Ituporanga

Renaldo de Oliveira Costa Boqueirão – São Joaquim

Renato Guimarães – São Joaquim

Ricardo Schweitzer – Alfredo Wagner

Tacolindner Industrial – São Bento do Sul

Vauri Fermohlen – Bom Retiro

 

Confira a lista na íntegra

https://www.gov.br/trabalho-e-emprego/pt-br/assuntos/inspecao-do-trabalho/areas-de-atuacao/cadastro_de_empregadores.pdf




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






34.239.154.201

TV DIARINHO


Leilão de carros apreendidos em Santa Catarina deve ser mais agilizado com parceria entre Detran e Tribunal ...





Especiais

MEIO AMBIENTE

Ibama proíbe pulverização aérea de agrotóxico letal a abelhas, o tiametoxam

Caso Ilha de Marajó

Vereadora de Navegantes está entre os políticos que impulsionaram fake news sobre exploração sexual infantil

TURISMO

Japaratinga: vale a pena se hospedar no melhor resort do Brasil?

VIAGEM NO TEMPO

Museu do Carro traz nostalgia e diversão sobre o universo automotivo

NOVOS TEMPOS

SC é pioneira na promoção da mobilidade elétrica



Blogs

A bordo do esporte

Inaê Sailing Team segue entre os primeiros da Copa Mitsubishi

Blog do JC

Não sabe de nada...

Blog da Jackie

Verão, calor, quentura e mormaço

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Adão Paulo Ferreira

"Porto sozinho não serve para nada. Ele precisa ter navios, linhas"

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação