Matérias | Especial


Saúde

Terapias integrativas ganham espaço no tratamento de pets

Procedimentos como acupuntura e homeopatia não apresentam efeitos colaterais e são indicados para animais idosos ou com intolerância à medicação

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Deisi diz que as terapias podem ser usadas em animais de todas as idades (DIVULGAÇÃO)


Purga, uma dachshund (popular salsicha), completou 10 anos em janeiro. Com a idade e o aumento de peso, vieram os problemas de coluna, que são bens comuns à raça. Ela foi ficando mais parada, triste e com dificuldades de fazer muitas coisas que fazia antes, até que um determinado dia travou.

Exames de imagem mostraram que ela tinha os famosos “bicos de papagaio” e uma hérnia de disco. A primeira recomendação foi uma cirurgia ortopédica, só que o procedimento teria uma recuperação demorada, dores no pós-operatório, a ingestão de muitos medicamentos (que poderiam inclusive alterar sua função hepática), além de risco de perder os movimentos das patas dianteiras.

“Minha irmã já tinha enfrentado um problema semelhante com a cachorrinha dela, só que mais grave que o da Purga, e curou com acupuntura, optei também pela veterinária integrativa”, conta o tutor César Ricardo Ortiga, de Navegantes. “Houve melhora a partir da primeira sessão, e após as 10 recomendadas, a Purga está totalmente recuperada. Corre, brinca, pula”, relata César. Hoje a doguinha faz uma sessão de 15 em 15 dias e mantém o uso de dois medicamentos homeopáticos, o que, segundo o tutor, não deve acontecer por muito mais tempo.



Assim como para César, para muitos outros tutores a medicina veterinária integrativa passou a ser uma alternativa na garantia da qualidade de vida dos pets. Ela reforça a importância da relação entre o paciente e o profissional de saúde, a partir de abordagens terapêuticas adequadas, com profissionais de saúde e disciplinas para obter o melhor da saúde e cura (health and healing).

De acordo com a Associação Brasileira de Medicina Veterinária Integrativa (ABMVI), essa área da veterinária leva em conta uma abordagem orientada para um sentido mais amplo de cura, que visa tratar o paciente em seu todo.

“Trabalhamos com ações integradas, aliando as práticas da medicina veterinária convencional com a integrativa, buscando o equilíbrio do corpo (físico, mental, emocional e espiritual), sem efeitos colaterais”, explica a veterinária Michelle Cordeiro, da Terapiasvet Veterinária Integrativa.


Qualidade de vida

A especialista Deisi Cristiani Alves, da Bicho da Terra, defende que a medicina veterinária integrativa veio para complementar o que faltava na medicina tradicional. “Existem muitos meios de tratamento, sejam convencionais ou não, na prevenção e qualidade de vida”, diz Deisi.

Ela faz uso de diversas abordagens terapêuticas, com a associação de tratamentos convencionais com terapias complementares como dietas nutricionais, massagens, fisioterapia, ozonioterapia, uso de florais, acupuntura, reiki, homeopatia, ayurveda, entre outras. Isso inclui a medicina tradicional chinesa (MTC), cromoterapia, aromaterapia, fitoterapia, massagem, meditação e imposição de mãos.

“Há 10 anos pouco se falava dessas terapias. Esse assunto não era abordado nas faculdades e, inclusive, elas eram motivo de riso para muitos profissionais. Hoje elas entram como matéria optativa em muitas universidades”, conta Deisi. 

Já Michelle Cordeiro trabalha há 15 anos com a veterinária integrativa e conta que hoje recebe de cinco a seis novos pacientes por dia. “Há 15 anos a gente precisava ser indicado pelo veterinário clínico. Hoje as indicações dos clínicos aumentaram e os próprios tutores têm buscado essas alternativas por iniciativa própria”, conta.

 


Conheça as principais técnicas da medicina veterinária integrativa

Homeopatia

Reconhecida como especialidade médica há décadas, a homeopatia é uma forma de terapia alternativa baseada no princípio de que o suposto tratamento se dá a partir da diluição e dinamização da mesma substância que produz o sintoma num indivíduo saudável. Os princípios ativos são oriundos dos reinos animal, vegetal ou mineral.

Cromoterapia

Também chamada de terapia das cores, a cromoterapia é um tipo de terapia complementar, em que são utilizadas cores para auxiliar no tratamento de doenças, trabalhando o nível físico e os níveis mais sutis do ser vivo. É uma técnica muito suave, mas intensa, que reequilibra a dinâmica natural da energia do organismo.


Ozonioterapia

Na área medicinal, o ozônio age como um antisséptico, anti-inflamatório, analgésico, modula o estresse oxidativo, melhora a circulação periférica, modula o sistema imunológico, a oxigenação, estimula a cicatrização e a epitelização. Possui ainda propriedades bactericidas, fungicidas e antivirais.

Nutrição funcional

É uma parte da nutrição que preza pelo cuidado da saúde a partir das possibilidades que a genética do indivíduo tem de manifestar determinadas doenças devido à sua alimentação e seu estilo de vida.

Reiki

É uma técnica de imposição de mãos com intenção de cura. É definida como a energia cósmica que está dentro e fora de todos nós e o terapeuta reikiano nada mais é do que um canal por onde essa energia cósmica passa para chegar ao indivíduo que está recebendo o tratamento.


Acupuntura

A técnica milenar é usada para dar qualidade de vida e para a cura de doenças, principalmente para o alívio da dor em substituição a utilização de medicamentos por longos períodos, trazendo malefícios para órgãos como o fígado e os rins. A técnica propicia um efeito analgésico muitas vezes melhor, mais intenso, muito mais duradouro e sem nenhum efeito colateral.

Fitoterapia

Os fitoterápicos são utilizados para tratar patologias de forma mais saudável e sem agredir o organismo, além de aumentar a qualidade de vida dos animais. A ação biológica das plantas medicinais é eficaz, com baixa toxicidade e efeitos colaterais e deve ser aproveitada, uma vez que a natureza oferece gratuitamente a cura para as doenças.

Floral

Os florais são capazes de tratar além do físico, considerando o ambiente, a mente, o comportamento e a espiritualidade como promotores de saúde e bem-estar. As principais formas de administração utilizadas para animais são via oral (no alimento, na água ou direto na boca) ou tópica, borrifando no corpo.

 

 

 




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






34.229.131.158

Últimas notícias

REGIÃO

Bandidos tacam fogo em carro após assalto a banco com reféns

Agenda

Confira a agenda deste final de semana

BARRA VELHA

Ponte de Itajuba é liberada a veículos e pedestres

DICAS DE SOBREVIVÊNCIA

Motul dá cinco dicas preciosas para o trânsito

Brasileiro

Camboriú visita o São Joseense pela Série D

Futsal

Marcílio Divas e Joinville duelam pela liderança na Liga Catarinense

Estadual

Atletas do taekwondo de Itajaí participam do Catarinense neste final de semana

Tênis

Rafael Matos avança às oitavas de Roland Garros

DESTAQUE

Unimed Litoral completa 31 anos como referência na área da saúde

ITAJAÍ

Bikes roubadas de empresa logística estavam sendo vendidas em Itajaí



Colunistas

Histórias que eu conto

Anos Cinquenta – Futebol II

Via Streaming

Romance conturbado

JotaCê

Portonave na mira do arrendamento

Coluna Esplanada

Bolsonaro em risco

Gente & Notícia

Lançamento especial

Ideal Mente

Seis dicas práticas para desenvolver a autoconfiança

Coluna do Janio

Marcílio na Copa SC

Artigos

O(a) novo(a) desembargador(a) do TJSC

Direito na mão

Como comprovar o trabalho informal para adiantar a aposentadoria do INSS

Na Rede

Se liga no que bombou nas redes do DIARINHO

Mundo Corporativo

Sobre sonhar e realizar

Coluna Exitus na Política

Uma boca, duas orelhas

Coluna do Ton

Cenário paradisíaco

Foto do Dia

A abelha!

Coluna Fato&Comentário

Trânsito público na Vila de Itajaí: normas de 1868

Jackie Rosa

Irmãos Pereira, prata da casa de Itajaí, chegam à unidade número 100

Clique diário

Baía Afonso Wippel

Vinicius Lummertz

O Turismo será o novo Petróleo



TV DIARINHO


Confira os destaques desta sexta-feira: - Bandidos tacam fogo em carro após assalto a banco; - Justiça ...





Especiais

LAGES

Embarque com o "Na Estrada" para curtir a 33ª Festa Nacional do Pinhão

TORTURA

Petrobras participou de tortura e monitorou orientação sexual de funcionários na Ditadura

AGÊNCIA PÚBLICA

Governo Bolsonaro fichou líderes caminhoneiros segundo o grau de “ameaça”

BRASÍLIA

"Somos uma família": senadores bolsonaristas se solidarizam com golpistas presos na Papuda

NA ESTRADA

Cinco museus pra conhecer em SC



Blogs

A bordo do esporte

Filme Sozinho no Fim do Mundo entra em campanha de financiamento coletivo

Blog da Jackie

Jeans que veste você

Blog do JC

BR-101 pode colapsar

Gente & Notícia

José Loreto desfile com sunga fio-dental no São Paulo Fashion Week

Blog da Ale Francoise

Esta aberta a temporada de peelings sequenciais!

Blog do Ton

Gloria Groove chega à Santa Catarina neste fim de semana para shows em Florianópolis e Balneário Camboriú

Blog Doutor Multas

Exame para renovar CNH

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Mônica Zewe Uriarte e Mário Uriarte Neto

"Não é um império de riqueza material, mas um império de amor, de solidariedade, de fraternidade, de comunhão”

Fernanda Takai

"...Rock de menina é superbom. É feito por gente muito capacitada e talentosa”

Graziela Eskelsen

"A fake news está trazendo um prejuízo tão grande quanto o atentado em si”

Valéria Ferreira

"A internet liberou todo tipo de conhecimento, inclusive de violência, de racismo, de nazismo, de fascismo”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação