Matérias | Política


Santa Catarina

Deputadas brigam após ideia de homenagem à juíza e promotora de caso de estupro de criança

Caso continua criando polêmica Brasil afora; promotora determinou “apreensão do feto” para exames após o aborto legal

Juvan Neto [editores@diarinho.com.br]

Caso continua criando polêmica Brasil afora /Reprodução.

O clima esquentou na terça-feira entre a deputadas Sâmia Bomfim (PSOL) e Chris Tonietto (PL), que bateram boca durante a reunião da comissão de Defesa dos Direitos da Mulher na Câmara dos Deputados. A parlamentar Chris é bolsonarista e propôs homenagear a juíza Joana Ribeiro Zimmer e a promotora Mirela Dutra Alberton, ambas catarinenses, e acusadas de interferir para que a menina estuprada aos 10 anos e que engravidou em Tijucas desistisse do aborto.

Sâmia e Chris debatiam a proposta de homenagem quando a deputada Sâmia discordou de que o aborto legal autorizado à menina estuprada, atualmente com 11 anos, seria um “assassinato”. “Genocida e assassino é o seu governo”, gritou Sâmia, apontando o dedo para a colega e referindo-se ao governo de Jair Bolsonaro (PL). “O que mata as pessoas é a falta de investimento no SUS”, acusou Sâmia, completando ainda que “a hipocrisia daqueles que dizem defender a vida enquanto pregam a violência é repugnante”.

Já a parlamentar de direita alegou na rede social que “tem nojo de quem defende a morte de inocentes” e “a desinformação como instrumento de manipulação”. Segundo a deputada, que integra a frente mista de combate ao aborto, ela segue defendendo o repasse de moção de “aplauso e reconhecimento” à juíza e à promotora.



Feto vai passar por exames

A promotora Mirela segue tentando alegar que o aborto autorizado na criança foi um crime. Ela teria mandado buscar o feto no hospital após a interrupção da gestação das vítimas do estupro, para que fosse examinado de que forma foi abortado.

Não há tipo penal, segundo juristas, que defina o procedimento cirúrgico como crime, já que a lei estabelece que toda criança abaixo de 14 anos estuprada e engravidada tem direito ao aborto legal.


O deputado Alexandre Padilha (PT-SP) anunciou que vai denunciar a promotora catarinense ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Vários deputados consideraram o ato como “sadismo” por parte da promotora Mirela.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






18.207.157.152

TV DIARINHO


Confira os destaques desta sexta-feira



Podcast

Inflação e alta na taxa de juros

Publicado 06/08/2022 14:47



Especiais

Saúde

Salsicha, hambúrguer e nugget: pesquisa identifica agrotóxicos em alimentos

famoso

Garçom há 30 anos, Claudinho ama BC

Diversidade religiosa

Mestre Marne quebrou tabus para defender a fé nos orixás

conexão

Networker aproxima Balneário Camboriú das celebridades

Sem medo do trabalho

Dona Terezinha toca uma confecção aos 84 anos



Blogs

A bordo do esporte

Seleção Brasileira de Vela inicia treinos para SSL na Suíça

Blog do JC

Isaque Borba

Blog Doutor Multas

Desentupidora de pia em Moema: chegada rápida, orçamento sem compromisso e garantia no desentupimento

Blog do Ton

O Segredo dos Tubarões

Blog da Ale Francoise

Inclua inhame no seu dia!

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

Gabriela Kelm do Nascimento

“A maioria entende que o calçadão da Hercílio Luz deve permanecer porque foi um ganho para a cidade ”

Normélio Weber

"O Hermeto Pascoal vai estar ali. O Toquinho vai estar aqui. O Brasileirão, de Curitiba... Vai estar Chico César...”

Cláudio Werner

“O nosso clube é um formador de atleta olímpico”

Willian Cardoso, o Panda

"Saquarema provavelmente vai ser meu último mundial, aí eu vou estar focado no brasileiro”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação