Matérias | Geral


Balneário Camboriú

Donos denunciam valores abusivos para recuperar scooters apreendidas

Equipamentos elétricos, com mais de 1,20 m, não podem ser licenciados; resolução permite que sejam rebocados em caso de apreensão

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Estão proibidos de circular, sem registro, equipamentos com mais de 1,2 metro de comprimento, classificados como ciclomotor (foto: João Batista)


Os proprietários de scooters elétricas que foram apreendidas em Balneário Camboriú se queixam dos valores considerados abusivos do pátio credenciado, além dos veículos sofrerem deterioração por ficarem desprotegidos no tempo. A retirada dos equipamentos está sendo autorizada pela BC Trânsito após novo parecer do conselho Estadual de Trânsito (Cetran).


A resolução permite que as motos sejam liberadas como carga, podendo ser levadas do pátio em guincho, carretinha, caminhonete ou outro veículo de transporte. Antes do parecer, os donos não conseguiam retirar os veículos, diante da exigência da delegacia em só devolver mediante a regularização com licenciamento e emplacamento. O problema era que a maioria dessas motos não tem chassi e registro de Renavan, inviabilizando a regularização.

A representante comercial Valdirene dos Santos Correa, de 45 anos, moradora de São Paulo que tem apartamento em Balneário Camboriú, teve uma scooter da marca Groov apreendida na cidade há cerca de seis meses. Ela comprou o equipamento por R$ 11.700 de presente para o filho. Após orientação do advogado Marcelo Araújo, especialista em trânsito, ela conseguiu a devolução da moto com base no novo parecer do Cetran.

A surpresa foi com as condições do veículo, entregue deteriorado e enferrujado, e o valor do pátio, de R$ 2500. O custo inicial passava dos R$ 3200, mas ela ainda conseguiu um “desconto”. “Entregaram a moto num bagaço. É uma situação abusiva, porque não foi negligência por não ter retirado do pátio”, comentou.

Valdirene ainda teve que pagar um guincho pro transporte. Ela avalia entrar com uma ação judicial em razão dos danos na moto. “A prefeitura, o pátio, alguém tem que se responsabilizar”, diz.

Para o advogado Marcelo Araújo, a ação seria contra a delegacia, que não liberou o veículo logo após a apreensão. Ele entende que a devolução poderia ter sido feita com base no mesmo parecer sobre motos de trilhas, que também não tem placa, com a retirada do equipamento como carga.

Continua depois da publicidade



Outro proprietário atendido pelo advogado ainda tenta reaver o equipamento que tá há um ano parado no pátio. A moto de R$ 14 mil foi apreendida com um mês de uso. O dono rodou 800 quilômetros com uma camioneta pra retirar o veículo mas teve que voltar sem a moto. “Pediram uma autorização na delegacia e mais o valor do pátio. Aí fui na delegacia e mandaram ir lá retirar sem me dar nada. Resumindo: descaso”, relatou. “Nem a cobrança está certa. O pátio que cobre do estado”, opinou.

Autorização pela autarquia de trânsito

Continua depois da publicidade



O presidente da BC Trânsito, Ricieri Ribas, explica que a autarquia está adotando o novo parecer do Cetran. Após a resolução, a autorização pra liberação do veículo agora parte do BC Trânsito, e não mais da delegacia. Os donos interessados na liberação devem procurar a coordenação de fiscalização de transportes do órgão.

Ele ainda comentou sobre a cobrança do pátio e a conservação dos veículos. “O parecer do Cetran é claro quanto à liberação, mas ele não autoriza a isenção desse pagamento. A guarda do equipamento é de responsabilidade da concessionária do pátio”, disse.

O entendimento do advogado Marcelo Araújo é que a cobrança é indevida e pode ser questionada judicialmente, considerando que as motos poderiam ser liberadas segundo parecer anterior. Ele observa que o pátio nem conseguiria fazer leilão das motos, porque os equipamentos não tem chassi. A empresa Consulcon Transportes, de Camboriú, contratada pra guardar os veículos apreendidos, responderia os questionamentos por e-mail, mas não se manifestou até o fechamento da matéria.

A fiscalização contra motos elétricas segue normal em Balneário, tanto pelos agentes de trânsito quanto pela polícia Militar. Desde 2019 um decreto municipal regula a circulação de motos, bicicletas e patinetes elétricos, com base nas resoluções do Contran. Estão proibidas de circular sem registro equipamentos com mais de 1,2 metro de comprimento, de velocidade até 50 km/h, classificadas como ciclomotores.

 

 




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.235.24.113

Últimas notícias

Dança e cultura

Espetáculo em Piçarras reúne mais de 150 dançarinos 

Espiritualidade 

Filhos de Paulo Gustavo revelam ter recebido “visita” do pai

Navegantes 

Procon fiscaliza ferry boat, mas não exige pagamento em cartão

Série D

Marcílio Dias visita o Caxias em busca da terceira vitória seguida

BR 101 

Acidente no viaduto da Transbeto gera fila de 11 km na 101

Liga da Justiça

Balneário Shopping inaugura atração com super-heróis

Novo amigo

Itajaí terá feira de adoção de animais neste sábado; saiba como participar

Handebol

Equipe de BC busca vaga no nacional

Na frente do condomínio

Vídeo: Assaltante arranca celular da mão de mulher no centro de  Itajaí

Gigante

Nadador de Itajaí ganha duas medalhas em mundial escolar na França



Colunistas

Na Rede

Confira os destaques das redes sociais do DIARINHO nesta semana

JotaCê

Mal educados

Espaço InovAmfri

Olhar adiante

Coluna Esplanada

Missões oficiais 

Canal 1

Participação de Jade Picon em novela virou um drama

Gente & Notícia

Homenagem

Coluna do Janio

Superação e bom desempenho

Coluna Exitus na Política

Coice e passo adiante

Via Streaming

“12 Anos de Escravidão”

Coluna do Ton

Baile da Vogue

Instituto Ion | Informando e Inovando

Débitos tributários com desconto que pode chegar a 90% 

Vinicius Lummertz

Bolshoi SC 22 anos: o palco da esperança

Coluna Fato&Comentário

“Chuta, seu Alberto”: corridas de cavalo no Itajaí antigo

Jackie Rosa

Feliz dia, mamães!

Clique diário

Gigante à vista

Coluna Tema Livre

Tristeza na academia



TV DIARINHO


Talento e muita garra. Thiago “Miojo” é atleta do Boxe de Balneário Camboriú e, aos 19 anos, acumula ...



Podcast

Minuto DIARINHO 19/05/2022

Publicado 19/05/2022 21:53



Especiais

febre entre jovens

Uso de Cigarros eletrônicos acende alerta

Revitalização

Nova orla da Brava está em fase de projeto

Praia Brava

Novo acesso, através de Cabeçudas, será urbanizado

Praia Brava

Duplicação da Osvaldo Reis deve facilitar ligação com BC

Praia Brava

Via polêmica atrás da Lagoa do Cassino está em pauta



Blogs

Blog do Ton

Cantora e ex-BBB Pocah faz show em Balneário Camboriú neste domingo

Blog do JC

Pontapé inicial

A bordo do esporte

Medalhistas olímpicos e campeões mundiais confirmam palestras no VelaShow 2022

Blog Doutor Multas

Especialista garante que dinheiro ‘físico’ vai acabar e criptomoedas estão com dias contados

Blog da Ale Francoise

Enema de café e suas funções

Blog Clique Diário

Itajaí - Navio - Panorama

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

José Evaldo Koch

“O hortifruti é nosso berço”

Laerte Jacomel

"Estamos buscando o que todo mundo busca: paz de espírito”

Édison Carlos

“100 milhões de brasileiros não têm coleta de esgoto”

Walter Orthmann

"Quero ser útil enquanto eu puder”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯