Matérias | Economia


Geração de riquezas

Itajaí é a 34ª economia do Brasil

Município cresceu 10,7% em relação a 2018 e é a única entre as grandes economias a se destacar no PIB per capita

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Itajaí é a segunda maior economia de SC e 34ª economia do Brasil. Crédito: Marcos Porto


Com um Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 28,2 bilhões em 2019, Itajaí é a segunda maior economia de Santa Catarina e está entre as quatro cidades catarinenses no rol das 100 maiores economias do Brasil, ocupando a 34ª posição. Em SC o município está atrás apenas de Joinville [com o PIB de R$ 34,5 bilhões] e acima até da capital Florianópolis [R$ 21,9 bilhões] e de Blumenau [R$17,2 bilhões].


O PIB de Itajaí representa uma fatia de cerca de 8,5% das riquezas geradas pelos 295 municípios catarinenses juntos, na sifra de R$ 323,3, com avanço de 3,8% com relação ao exercício anterior ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!



O PIB de Itajaí representa uma fatia de cerca de 8,5% das riquezas geradas pelos 295 municípios catarinenses juntos, na sifra de R$ 323,3, com avanço de 3,8% com relação ao exercício anterior. Os dados são do IBGE.

A economia cresceu 10,7% em relação a 2018. Itajaí é a única entre as grandes economias a se destacar no PIB per capita, com um total de R$ 128,52 mil por habitante. O acréscimo de R$ 10,81 mil por habitante em 2019, representa quase 10% de aumento em relação a 2018.

“Os números do PIB confirmam o bom desempenho de nossa economia, que cresce ano a ano graças aos investimentos realizados por Itajaí. O porto é a grande alavanca da nossa economia, além da construção naval, da pesca e do turismo”, destaca o prefeito Volnei Morastoni. Segundo o prefeito, é a diversificação na matriz econômica da cidade que impulsiona a geração de riquezas e reflete em uma melhor qualidade de vida para os itajaienses.

A expectativa é de mais crescimento nos próximos anos. Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Thiago Morastoni, a atividade portuária deve seguir alavancando o crescimento. As cadeias logística e de comércio exterior impulsionam a economia, assim como o setor de serviços, o que também impacta diretamente o PIB.

“Devemos lembrar que neste ano, mesmo sob a influência da pandemia, tivemos geração de empregos recorde, com mais de 11 mil novos postos de trabalho abertos”, completa o secretário. Ele está otimista também com relação aos dados dos próximos anos: temos convicção de que avançaremos ainda mais dado aos resultados dos últimos anos.”

Continua depois da publicidade



O presidente da Associação Empresarial de Itajaí, Mário César dos Santos, acredita que o conjunto das atividades empresariais na área da logística e comércio exterior, com a diversidade industrial e de serviços, com a destacada atividade da construção civil e a boa assessoria na área de serviços, tornaram Itajaí um destaque nacional.

Concentração

Continua depois da publicidade



Os números divulgados pelo IBGE mostram que 30 municípios [de um total de 295] respondem por 68,6% do PIB catarinense. “Esse dado comprova uma tendência de concentração da produção de riquezas do Estado na faixa litorânea, notadamente entre a Grande Florianópolis e o Nordeste Catarinense. A região no entorno de Itajaí é a que mais cresce e ganha participação, com crescente densidade econômica e populacional, enquanto outras áreas do Estado seguem perdendo dinamismo e densidade populacional”, avalia o economista da secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Paulo Zoldan.

Ainda segundo os dados do IBGE, o Vale do Itajaí foi responsável por 30,1% do PIB de Santa Catarina em 2019, a maior proporção entre as seis mesorregiões catarinenses. Entre 2018 e 2019, o Norte e o Oeste ganharam participação, já o Vale do Itajaí e a Serra mantiveram suas participações. As únicas mesorregiões que perderam participação foram a Grande Florianópolis e o sul do Estado.

A SDE também consolidou os dados por associações de municípios apontando as diferenças de crescimento e densidade econômica entre elas. Quando observado numa perspectiva de longo prazo [2019/2002] em uma série comparável e observando-se o conjunto das associações de municípios, a região da Amfri [Associação dos municípios da Foz do Rio Itajaí] é a que teve a maior taxa média de crescimento nominal do PIB, de 14,5%, seguido pela Amosc/Chapecó [com 10,8%] e Amunesc/Joinville [10,6%]. A Grande Florianópolis teve o quarto maior crescimento, com 10,5%.

Com relação à participação na composição do PIB estadual, o grande destaque foi o crescimento, também, da Amfri, que participava com 7,6% do PIB em 2002 e, em 2019 participou com 14,8%.

Ranking do PIB em SC (em bilhões)

Cidades mais ricas de SC

1º Joinville: R$ 34.528.619

2º Itajaí: R$ 28.215.220

3º Florianópolis: R$ 21.963.928

4º Blumenau: R$ 17.294.179

5º São José: R$ 11.290.448

6º Chapecó: R$ 10.522.379

7º Jaraguá do Sul: R$ 9.805.824

8º Criciúma: R$ 8.229.743

9º Brusque: R$ 6.931.830

10º Balneário Camboriú: R$ 6.051.067

 




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





44.192.94.86

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quarta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 06/07/2022

Publicado 06/07/2022 21:11



Especiais

Cordeiros

Professora Rita de Cássia ensinou matemática a diferentes gerações de itajaienses

SUPERAÇÃO

Deficiência nunca impediu Jailton de fazer o que quis; até elevador em casa ele construiu

Centro de Itajaí

Bravacinas se transforma em referência em vacinação humanizada

Itajaí

Itajaí mantém protagonismo na pesca industrial

A riqueza vem pelo mar

Polo náutico reúne players mundiais do mercado de luxo



Blogs

Blog do Ton

18 Mediterrâneo lança novo menu

A bordo do esporte

Barco do YCSA lidera Mundial Junior de Lightning nos EUA

Blog do JC

Jorginho consegue aumento de indenização pras famílias do acidente da Chapecoense

Blog da Ale Francoise

Chá de sabugueiro!

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Blog Doutor Multas

A Desentupidora mais próxima de você! Desentupidora de emergência 24h SP

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

Willian Cardoso, o Panda

"Saquarema provavelmente vai ser meu último mundial, aí eu vou estar focado no brasileiro”

Renata Teixeira Pinto Viana

"Não se indica cigarro eletrônico para alguém que queira parar de fumar"

Governador de Santa Catarina

"É importante destacar que as obras só avançam por conta dessa decisão de colocar recursos dos catarinenses nas rodovias federais”

José Evaldo Koch

“O hortifruti é nosso berço”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação