Matérias | Polícia


Região

Bando que desviou R$ 635 mil do INSS é alvo da PF em Santa Catarina

Documentos eram fraudados para que criminosos recebessem benefícios previdenciários irregularmente

Franciele Marcon [fran@diarinho.com.br]

Fraude poderia chegar a 10 milhões de reais se não fosse descoberta

A polícia Federal deflagrou na quinta-feira a Operação Segue o Baile a fim de combater uma quadrilha que pratica estelionato previdenciário a partir do uso de documentos falsos para receber grana do INSS.


A ação da PF cumpriu mandados em Balneário Camboriú e em Penha, onde há endereços ligados aos golpistas. A suspeita é de que o grupo recebeu mais de R$ 500 mil com o esquema.

Os policiais federais cumpriram 16 ordens de busca e apreensão em três estados. Além de BC, Penha e Ponte Alta, em Santa Catarina, as ordens foram cumpridas em Ibaiti, no Paraná, e Caruaru, Gravatá e Petrolina, em Pernambuco.

As investigações começaram no dia 30 abril deste ano, após uma mulher sacar pouco mais de R$ 19 mil em uma agência bancária, em Floripa, fruto de uma pensão por morte deferida com uso de documentos falsos.

Com a investigação, a PF identificou diversos casos parecidos, e, assim, chegou ao bando que atua em Santa Catarina, mas tem ramificações em diversos estados brasileiros.

O esquema funcionava com base em fraudes. A quadrilha descobria segurados do INSS que morriam e não tinham dependentes. Eles recrutavam pessoas sem qualquer relação com os falecidos e, usando comprovantes de dependência falsos, solicitavam o benefício de pensão por morte. O lucro era repartido entre a quadrilha.

Continua depois da publicidade



A organização criminosa embolsou mais de R$ 635 mil, somente com os casos registrados, mas o esquema poderia ultrapassar R$ 10 milhões, segundo a PF, caso a fraude não fosse descoberta e o grupo seguisse recebendo pagamentos de benefícios futuros.

Os envolvidos no esquema devem responder por estelionato previdenciário e organização criminosa, cujas penas somadas podem passar de 13 anos de prisão.  Até o fechamento desta edição, a PF não divulgou o saldão da busca e apreensão feita nos endereços dos suspeitos.

Continua depois da publicidade



Segue o Baile

A operação foi batizada de Segue o Baile porque as lideranças da quadrilha já foram alvo de duas operações da PF nos últimos 10 anos. Mesmo assim, o bando seguiu praticando os crimes. O líder, um detento de um presídio no nordeste,  continuava participando das atividades boladas por seus comparsas do lado de fora.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





44.192.47.87

Últimas notícias

SOLIDARIEDADE

Trilha beneficente arrecada doações para família carente de Itajaí

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Marido agride esposa com soco no rosto

PROCURADOS

Quatro foragidos são presos em Itajaí em 24h

Qualidade de vida

Ações de responsabilidade social reafirmam compromisso da Águas de Camboriú com qualidade de vida dos moradores

Promoção Indicou, fechou, ganhou

PagAuto oferta R$ 150 pra quem indicar um amigo que fechar negócio

Brasil

BC lidera ranking nacional de padrão de vida e sustentabilidade

GOLPE

TJ condena corretor de imóveis de Navegantes

Classificado

Camboriú vence a Chape e está na semifinal da Copa SC Sub-20

Festa do Bom Sucesso

Prefeitura de BC escolhe barracas de comida

CORDEIROS

Píer desaba no parque náutico Odílio Garcia



Colunistas

Coluna Esplanada

PRF contra Bolsonaro

JotaCê

Pegorini pode comandar campanha de Amin

Canal 1

Brasileiro tem a TV como principal meio de informação e entretenimento

Gente & Notícia

Novo empreedimento

Clique diário

Espetáculo no céu

Coluna Tema Livre

Não é fácil ser mulher

Coluna do Janio

Jorginho é o novo técnico do Marinheiro

Coluna Exitus na Política

Um e noventa e nove

Coluna do Ton

Níver da Ana Laura

Na Rede

Na rede

Via Streaming

Parece mas não é

Instituto Ion | Informando e Inovando

Contratos culturais feitos por prefeituras

Coluna Fato&Comentário

Dimas Rosa: artista de Itajai desconhecido aqui

Vinicius Lummertz

O Turismo pode ser o nosso novo Agro   

Jackie Rosa

A trip de Ângela, Dolor e netos começou

Espaço InovAmfri

Olhar adiante



TV DIARINHO


Confira os destaques desta quinta-feira





Especiais

Cordeiros

Professora Rita de Cássia ensinou matemática a diferentes gerações de itajaienses

SUPERAÇÃO

Deficiência nunca impediu Jailton de fazer o que quis; até elevador em casa ele construiu

Centro de Itajaí

Bravacinas se transforma em referência em vacinação humanizada

Itajaí

Itajaí mantém protagonismo na pesca industrial

A riqueza vem pelo mar

Polo náutico reúne players mundiais do mercado de luxo



Blogs

A bordo do esporte

Top Rank aguarda segundo do ranking para pegar Esquiva Falcão pelo cinturão do mundo

Blog do JC

Portonave

Blog do Ton

Consultório médico, em Balneário Camboriú tem pegada chic, mas sem excessos

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Blog da Ale Francoise

Nossas órgãos X nossas emoções!

Blog Doutor Multas

A Desentupidora mais próxima de você! Desentupidora de emergência 24h SP

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

Willian Cardoso, o Panda

"Saquarema provavelmente vai ser meu último mundial, aí eu vou estar focado no brasileiro”

Renata Teixeira Pinto Viana

"Não se indica cigarro eletrônico para alguém que queira parar de fumar"

Governador de Santa Catarina

"É importante destacar que as obras só avançam por conta dessa decisão de colocar recursos dos catarinenses nas rodovias federais”

José Evaldo Koch

“O hortifruti é nosso berço”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação