Matérias | Polícia


Padre diz que é vítima de perseguição da igreja

Ele foi citado em nota de arquidiocese e depois passou a ser atacado nas redes

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

padre Fabrício Adão Bernardo, 30 anos, que pertence à igreja Católica Apostólica Brasileira, registrou um boletim de ocorrência contra a arquidiocese de Florianópolis acusando a igreja Católica Apostólica Romana de perseguição e de intolerância religiosa. 

Fabrício diz que a arquidiocese emitiu uma nota, assinada pelo arcebispo metropolitano Dom Wilson Tadeu Jonk, afirmando que Fabrício não faz parte da igreja Apostólica Católica Romana. Fabrício é representante da  “Missão Vida em Oração”, da Igreja Católica Apostólica Brasileira (ICAB), na região de Bombinhas, que é uma dissidência da igreja romana. O padre chegou a comandar algumas missas na paróquia de Bombinhas antes da confusão.



Só que a nota da arquidiocese, no entendimento de Fabrício, teve um tom preconceituoso contra a igreja brasileira. “Ele não é padre católico, não pertence à Igreja Católica Apostólica Romana. Os sacramentos que ele realiza não têm validade no âmbito da Igreja Católica Apostólica Romana. Se alguém, inadvertidamente, foi batizado por ele, ou casou sob sua assistência, e quiser permanecer na Igreja Católica Apostólica Romana, deverá procurar seu Pároco para acertar sua condição sacramental”, diz parte da nota que o padre Fabrício achou ofensiva [veja íntegra da nota em www.diarinho.com.br].

O padre alega  que passou a sofrer perseguição e intolerância religiosa nas redes sociais depois da nota oficial. “Causando um dano moral, ético e ministerial. Sou sacerdote da Igreja Católica Apostólica Brasileira, dissidência da igreja romana, juridicamente fundada. Em nota, a arquidiocese enfatiza que não sou sacerdote católico, além de explicitamente estar demonstrando intolerância religiosa, criando proibições do direito de ir e vir”, acredita.


O padre diz que vai representar a arquidiocese de Floripa e seus responsáveis cível e criminalmente. “A nota foi divulgada amplamente em todo o território da arquidiocese, em grupos de redes sociais, causando um dano gigantesco na minha imagem, na minha moral e no meu ministério. Diversas pessoas têm me acusado de falso padre, picareta, que vendo sacramentos,” desabafa.

O DIARINHO não teve retorno da assessoria da arquidiocese de Floripa sobre a denúncia até o fechamento desta matéria.


Representação na justiça

A delegada Luana  Backes, de Porto Belo, cuidou do caso. Ela diz que, com base nas declarações do padre Fabrício, após a nota divulgada pela arquidiocese, não foi constatada a prática do crime de injúria racial. “Em relação aos comentários injuriosos de diversas pessoas no Facebook, numa publicação contendo o nome dele, o padre deveria ingressar com queixa-crime, vez que se trata de ação penal privada”, informou a delegada. O caso, por ora, está encerrado na polícia Civil.

Nota foi ácida, diz filósofo

O filósofo e ex-seminarista Nahor Lopes leu a nota da arquidiocese e opinou sobre o teor. “Quando eles fizeram a nota, deveriam marcar as diferenças entre as duas igrejas, respeitando os demais. Porém, eles fizeram algo ácido no sentido de dizer que a igreja católica brasileira não era válida. Claro que para a igreja católica romana, a brasileira não é válida, mas a nota da arquidiocese deveria ser educativa, marcando as diferenças e não invalidando a outra crença”, opinou.

Nahor explica que a igreja católica brasileira surgiu em 1945 porque o bispo de Botucatu, Dom Carlos Duarte Costa, começou a fazer críticas públicas à autoridade  católica e ao Vaticano. No final da segunda guerra mundial, Dom Carlos acusou bispos romanos de  ajudar nazistas a fugir, entre outras críticas, como ao celibato. “Ele foi aposentado pela igreja católica romana, mas acabou fundando a igreja Católica Brasileira. Nos ritos são iguais. O que difere é que os padres podem ser casados na brasileira. Eles aceitam a segunda união, e têm posturas mais flexíveis em relação às posturas da igreja Católica Romana. Eles são autônomos”, explica.





Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.238.112.198

Últimas notícias

Foragido

Preso em Porto Belo homem que matou duas pessoas e baleou outras quatro 

ITAJAÍ

Navio da Marinha atraca em Itajaí para levar doações ao RS

POLÊMICA

Pastores da Bola de Neve de Balneário Camboriú respondem a acusações de fraude 

Convocação

Itajaí terá 156 paratletas no Parajasc

CAMBORIÚ

Lar geriátrico pet adota cães velhinhos abandonados na enchente do RS

Futebol

Fernando Diniz renova com o Fluminense para 2025

Futebol Solidário

Com Cafu e Ronaldinho em campo, jogo no Maraca vai arrecadar dinheiro para os gaúchos

Itapema

Obra do píer de Itapema conclui fase de estacas

Últimos dias

Festival gastronômico do Brava Mall acaba na semana que vem  

Autorizado

Antaq libera Seara/JBS para tocar as operações no porto de Itajaí



Colunistas

JotaCê

Fabrício chamegou Bolsonaro em Brasília

Coluna Fato&Comentário

Associativismo comunitário em Itajaí: o começo

Coluna Esplanada

Trio de apostas

Via Streaming

Tudo pelo dinheiro

Ideal Mente

O desamparo da infidelidade

Show de Bola

Trocas de treinadores

Direito na mão

Recebeu auxílio-doença ou auxílio-acidente? Veja como se aposentar agora!

Coluna Exitus na Política

Um passeio nas cavernas

Na Rede

Morte de produtor, garotinho com orgulho do pai na enchente e mais: confira os destaques do DIARINHO

Artigos

O combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes é um compromisso coletivo

Jackie Rosa

Niver da Chris

Mundo Corporativo

A importância do equilíbrio da autoestima no mundo organizacional

Gente & Notícia

Níver da Margot

Coluna do Ton

Chegando de Mendoza

Histórias que eu conto

Armação da infância II

Foto do Dia

“O mar, quando quebra na praia”

Coluna Existir e Resistir

Designação geral sobre o fim do mundo



TV DIARINHO


Navio da Marinha vai levar doações de Itajaí para o Rio Grande do Sul. A comunidade pode ajudar levando ...





Especiais

DADOS INÉDITOS

Em meio ao lixo das chuvas no Rio Grande do Sul, catadores não conseguem trabalhar

NÚMEROS

No Brasil, 3 a cada 4 vivem em cidades com mais risco de desastres por chuvas

DADOS

Exportação de armas de fogo dobrou durante os anos Bolsonaro, revela levantamento inédito

NA ESTRADA

BC oferece rolês gastronômicos, culturais, de compras e lazer

RIO GRANDE DO SUL

São Leopoldo: a cidade gaúcha onde quase todos perderam o lar



Blogs

Blog da Jackie

Reserva Royal

Blog do JC

CREA-SC homenageado em BC

A bordo do esporte

Terceira edição do Troféu Ayrton Senna de Kart celebra 30 anos do legado do ídolo

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Vilfredo e Heloísa Schurmann

"Nós reciclamos só 6% no Brasil. Na Europa já é 50%. A própria China já está com 35% de reciclagem” (Vilfredo)

João Paulo

"Essa turma que diz defender a família ajudou a destruir a boa convivência em muitas famílias. Na defesa de um modelo único, excludente"

Entrevistão Peeter Grando

“Balneário Camboriú não precisa de ruptura, mas de uma continuidade”

Juliana Pavan

"Ter o sobrenome Pavan traz uma responsabilidade muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação