Matérias | Geral


Itajaí

Feira de rua na praia Brava foi barrada pela prefeitura

Evento teve liberação em agosto, mas secretaria revogou a autorização na última sexta-feira

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

feirinha de rua Brava Mix, que teria sua primeira edição neste domingo, na praia Brava, em Itajaí, foi barrada pela secretaria de Urbanismo e teve a estreia adiada. A suspensão, segundo a associação de Moradores da Brava, responsável pela organização do evento, não teve embasamento legal. A justificativa pra proibição teria sido de “ordem sanitária” e para atender ao pedido de um comércio que alegou que seria prejudicado pela interdição da rua.

A associação relata que a medida foi recebida com surpresa no sábado, já que o projeto da feira, elaborado em julho e aprovado em agosto, “tramitou dentro de todas as legalidades e esferas necessárias”, tendo a autorização pra uso de área pública liberada pela secretaria de Urbanismo. Na sexta-feira, um ofício do órgão revogou a liberação dada em 28 de agosto. O documento cita o decreto municipal que trata da suspensão de eventos em razão da pandemia até 7 de outubro.

Pelo projeto da feira, haveria interdição do trecho de 200 metros na primeira quadra da avenida Carlos Drummond de Andrade, entre a beira-mar e a área de food truck Yellow Bus, antes da rua Delfim de Pádua Peixoto. Seria usada apenas a faixa no sentido da rodovia Osvaldo Reis, sem prejudicar o acesso à praia e as opções de retorno, que poderia ser feito normalmente na altura da rua Anthurium ou pela rua Carola Coelho.



“Golpe”

A associação afirma que houve um “golpe político” e que a suspensão do evento, após ter sido liberado, prejudica os feirantes, moradores e visitantes. “Um grupo de mais de 100 pessoas, entre feirantes e funcionários, e muitas famílias de produtores e pequenos artesãos, que há muito tempo se preparavam para a ação, foram impedidos de trabalhar digna e honestamente por uma decisão insana, sem embasamento jurídico”, diz o nome manifesto da organização pelas redes sociais.

A presidente da associação, Daniela Occhialini, ressaltou que não se trata de um evento, mas de um “comércio de rua”, com cunho social pra ajudar artesãos e produtores impactados pela pandemia. O projeto previa atividades de arte, cultura, gastronomia e música, além de feira de orgânicos, brechó e mercado de pulgas, aos domingos, das 9h às 17h. A associação pretende entrar com um mandado de segurança pra garantir a realização da feira no próximo domingo.


Ela defende que o próprio comércio local seria beneficiado com o movimento e que moradores e comerciantes do trecho interditado teriam garantido o livre acesso aos imóveis. “Esse trecho da rua não tem tráfego de veículos contínuo e é usado exclusivamente para estacionamento”, observa.

Daniela informa que esteve pessoalmente avisando os estabelecimentos e moradores do trecho sobre a feira, destacando que a resistência maior foi a do dono de um restaurante.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.222.251.91

Últimas notícias

Navegantes

Banhistas disputam espaço com entulhos na praia

Região

Golfinho encalha morto na praia de Piçarras

NOVIDADE

Marina Itajaí lança linha de camisetas 100% sustentáveis 

SANTA CATARINA

MPSC cobra medidas contra filas de até cinco anos na saúde

Itajaí na cena

Vitor Soltau lança o single Atalaia; confira

BALNEÁRIO 

Ciclista morre atropelada na marginal da BR 101

Itajaí

Três pessoas são arrastadas pela correnteza da Atalaia

PREVISÃO DO TEMPO

Olha a chuva: Frente fria traz risco de temporais neste domingo

Balneário Camboriú

Polícia Militar prendeu bando que atacou artista de rua com xingamentos racistas

Crime

Filmado: Motorista largando pitbull na rua



Colunistas

JotaCê

Interventor do Porto?!

Foto do Dia

Horizonte inconfundível

Direito na mão

Quero me aposentar agora e não com mais idade: tem como?

Via Streaming

“Falando a real” aborda terapia e luto

Jackie Rosa

Niver do Armandinho

Canal 1

Um atraso querer comparar TV com serviços da TV paga e streaming

Na Rede

Confira os destaques das redes do DIARINHO nesta semana

Coluna Esplanada

Anistia na canetada?

Gente & Notícia

Lançamento

Clique diário

O pôr do sol!

Coluna do Janio

Rogério Corrêa fica

Coluna Exitus na Política

O dono da política

Coluna do Ton

Show Nacional

Artigos

Escultura Santa Ceia de Ervin C. Teichmann, prevista para a Igreja Matriz, está sendo oferecida a Itajaí pelo filho do escultor

Vinicius Lummertz

Turismo, para um Feliz Ano Novo

Coluna Fato&Comentário

Menino Jesus, São Nicolau, velho pom-pom e Papai Noel



TV DIARINHO


ACIDENTE FATAL EM BC: Uma ciclista morreu na marginal da BR 101, em Balneário Camboriú, após ser atropelada ...





Especiais

Pesquisa de preços 

Sorvetes apresentam diferença de até 50,62% nos principais supermercados

80 ANOS

Sorveteria Seara chega à quarta geração unindo receitas de família e novas tendências

NA ESTRADA COM O DIARINHO

Sete dicas pra curtir Balneário Camboriú num fim de semana 

Dia no mar

O que levar para uma refeição perfeita al mare

Deixa o vento me levar

Veleiros alugados navegam com grupos para alto-mar



Blogs

A bordo do esporte

CBVela promove a Copa da Juventude no YCSA

Blog Doutor Multas

Divisão de Registro de Veículos: entenda como funciona

Blog do JC

The Ocean Race

Blog da Ale Francoise

Moringa para imunidade

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

David Fernandes “LaBarrica”

"Meu sonho é ser prefeito de Balneário Camboriú”

Evandro Neiva

"Vila da Regata de Itajaí vai atrair mais de meio milhão de visitantes

Luíza Moreira

"Meu avô tinha uma marca de ferro na coxa. Hoje em dia eu me revolto ainda por causa da escravidão, porque ainda tem muito preconceito”

Alvim Sandri

"Levei a vida que a minha mãe ensinou: fé em Deus e andar certo



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação