Matérias | Geral


Itajaí

Então custa mais caro!

Prefeitura de Penha comprou 10 mil apontadores por R$ 2 cada, quando no comércio se acha o mesmo apontador por R$ 0,25. Vassouras, que no varejo saem por cerca de R$ 8 cada, foram adquiridas pela prefa por quase R$ 14 a unidade

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

No mundo dos negócios, quando alguém compra um produto no atacado, normalmente paga um valor menor do que no varejo. Mas na Penha as leis do mercado não funcionam bem assim. Mesmo comprando em grande quantidade, a prefa da Capital do Marisco pagou por produtos, como vassouras e apontadores, valores até oito vezes maiores do que os encontrados pelo consumidor na loja que venceu a licitação. O fato já rendeu uma representação no Tribunal de Contas do Estado (TCE) e outra no Ministério Público Federal (MPF), porque a verba usada nestas comprinhas seria federal, através do fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A procuradoria do município informou que as contas da prefa estão disponíveis pra qualquer cidadão.

A denúncia de superfaturamento partiu de três vereadores da city, que desde o ano passado pedem informações sobre as licitações. A administração municipal se nega a dar satisfação, com a desculpa esfarrapada de que sairia caro imprimir toda a papelada com os dados. O vereador Aquiles José Schneider lembra que a bronca toda começou em março de 2010, quando ele e outros dois edis, Sérgio de Mello e Benjamim Duarte, todos os três do PMDB, receberam reclamações de pais de estudantes da city sobre a falta de material escolar. “Após as reclamações, resolvemos pedir explicações da prefeitura, mas eles informaram que a prioridade era reforma das unidades escolares. Mas em agosto eles fizeram uma licitação de R$ 161 mil para compra de material escolar, que pais e professores dizem nunca ter visto”, denuncia o político.

Ainda de acordo com os edis, além de não entregar o material escolar, o dindim gasto na compra poderia ter sido bem menor. “Fomos investigar e vimos que os produtos estavam todos superfaturados. ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


A denúncia de superfaturamento partiu de três vereadores da city, que desde o ano passado pedem informações sobre as licitações. A administração municipal se nega a dar satisfação, com a desculpa esfarrapada de que sairia caro imprimir toda a papelada com os dados. O vereador Aquiles José Schneider lembra que a bronca toda começou em março de 2010, quando ele e outros dois edis, Sérgio de Mello e Benjamim Duarte, todos os três do PMDB, receberam reclamações de pais de estudantes da city sobre a falta de material escolar. “Após as reclamações, resolvemos pedir explicações da prefeitura, mas eles informaram que a prioridade era reforma das unidades escolares. Mas em agosto eles fizeram uma licitação de R$ 161 mil para compra de material escolar, que pais e professores dizem nunca ter visto”, denuncia o político.

Ainda de acordo com os edis, além de não entregar o material escolar, o dindim gasto na compra poderia ter sido bem menor. “Fomos investigar e vimos que os produtos estavam todos superfaturados. Um apontador, que custou R$ 2 na licitação, custa R$ 0,25 na mesma loja [a Anjo Dourado Presentes]. E eles compraram 10.876 unidades, mas a cidade só possui cerca de três mil alunos. Além disso, essa loja, que tem razão social Zanotti Presentes Ltda, venceu misteriosamente a maioria das licitações da prefeitura no ano passado”, completa Sérgio. Isto quer dizer que a prefeitura gastou R$ 21.752 em apontadores, quando poderia torrar apenas R$ 2.719, se fosse comprar na loja.



O DIARINHO teve acesso aos valores das licitações nº 60/2010 e 61/2010 no saite Portal do Cidadão, que é vinculado ao TCE, e encontrou outras disparidades de preço. Uma vassoura de milho ou palha, que a prefa pagou R$ 13,40 por unidade, custa R$ 7,99 na Anjo Dourado Presentes, que neste sábado vai inaugurar uma baita loja na Penha. A administração comprou 150 vassouras superfaturadas, dando um total de R$ 2010. Se comprasse na loja, como qualquer consumidor comum, gastaria R$ 1.198,50.

O edis revelaram que entraram com uma representação no TCE em novembro do ano passado, por conta das irregularidades. Este ano, novas licitações foram realizadas, mas, de acordo com documentos apresentados pelos vereadores, a prefa continua se negando a dar cópias dos papélis com os valores, sob a justificativa de “economia e contenção de gastos”. Eles ainda informaram que entregaram uma denúncia com toda a papelada disponível pelo TCE no MPF.

Outro lado


O procurador da prefeitura da Penha, Wagner Figueiredo, informou que o município irá apresentar todos os dados necessários nesta quinta-feira e que as denúncias são tentativas de se criar um fato político por conta das eleições do próximo ano. O DIARINHO tentou um plá com o prefeito Evandro Eredes dos Navegantes, mas ele não atendeu as ligações no celular. Nenhum representante da loja Anjo Dourador Presentes foi encontrado pra prestar esclarecimentos sobre a bronca. O procurador Wagner ainda justificou a escolha da Anjo Dourado Presentes por ela ter apresentado o melhor preço na licitação.

Se confirmado, é crime

O advogado especialista em direito administrativo Natan Ben-Hur Braga explica que nada justifica comprar no atacado um produto acima do valor de varejo. “Quando qualquer órgão público faz uma licitação, é dever que faça antes uma consulta de mercado sobre os produtos que pretende comprar, justamente para ter uma noção de preço. E mais, se constatar que o melhor valor apresentado está acima do que se cobra no mercado, o órgão pode muito bem recusar a oferta. Nesse caso, pela diferença apresentada, se ficar comprovado que os responsáveis sabiam da disparidade de preço, fica constatado o superfaturamento. E isso é crime de improbidade administrativa”, ensina o sabichão.

 





Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






100.26.196.222

Últimas notícias

Treinamento

Itajaí recebe atletas de base da Seleção Brasileira de Águas Abertas

RADICAL

SC terá primeira tirolesa dupla em curvas do Brasil

ITAJAÍ

Vazamento de água na Murta deixa ônibus atolado na lama

Campeão!

Fluminense marca no fim e conquista a Recopa Sul-Americana contra a LDU

PENHA

Penha abre vagas para ensino integral da criançada

SENADO

PEC de senador catarinense dá super imunidade parlamentar no Congresso Nacional

ALTURA DE PENHA

Vídeo: BR 101 está interditada após acidente

CRUEL

Assassino de empresário de Balneário é condenado a quase 20 anos de prisão 

INDENIZAÇÃO

Fãs catarinenses podem ser indenizados por cancelamento de show de Taylor Swift

CENA DE TERROR

Caminhoneiro encontra cabeça humana em posto de combustível 



Colunistas

JotaCê

Bate-papo com o reitor

Coluna Esplanada

Imortalidade em risco

Gente & Notícia

Dupla de estrelas

Via Streaming

“Um Dia”

Ideal Mente

Precipitação

Direito na mão

Planejamento previdenciário: ponto a ponto

Coluna Exitus na Política

O TEMPO DA INDETERMINAÇÃO

Empreender

Balneário Camboriú no radar dos investimentos norte-americanos

Na Rede

Se liga nas notícias que bombaram nas redes do DIARINHO

Jackie Rosa

Ai que calor!

Histórias que eu conto

Histórias da Hercílio Luz

Artigos

O novo Plano Diretor de Itajaí só tem vencedores

Coluna Existir e Resistir

United Colors Sarará

Foto do Dia

A ver navios

Show de Bola

Grande campanha

Coluna do Ton

Destaque da Salgueiro

Clique diário

Tesouro

Coluna Fato&Comentário

O Porto é nosso?



TV DIARINHO


O fluxo da rodovia federal no sentido sul, na altura de Penha, foi fechado após um acidente na manhã ...





Especiais

Caso Ilha de Marajó

Vereadora de Navegantes está entre os políticos que impulsionaram fake news sobre exploração sexual infantil

TURISMO

Japaratinga: vale a pena se hospedar no melhor resort do Brasil?

VIAGEM NO TEMPO

Museu do Carro traz nostalgia e diversão sobre o universo automotivo

NOVOS TEMPOS

SC é pioneira na promoção da mobilidade elétrica

PLANEJAMENTO URBANO

Camboriú vai investir mais de R$ 60 milhões em mobilidade



Blogs

A bordo do esporte

Thiago Pereira e Swim Floripa levam Troféu José Finkel para Floripa

Blog da Jackie

Verão, calor, quentura e mormaço

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog do JC

Mulheres MDBistas

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Adão Paulo Ferreira

"Porto sozinho não serve para nada. Ele precisa ter navios, linhas"

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação