Matérias | Polícia


Itajaí

Presos matam colega de cela

Pra polícia, crime rolou por conta de brigas no final de semana

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

O presídio regional da Canhanduba, inaugurado há seis meses, registrou ontem seu primeiro assassinato. No começo da tarde, o detento Jocimar Fernandes de Paula, 40, foi encontrado enforcado com um lençol amarrado às grades da cela. Os presos que estavam por lá alegaram que Jocimar se matou. Mas, pro delegado Alan Pinheiro de Paula, da divisão de Investigações Criminais (DIC) de Itajaí, o que rolou foi um homicídio.

Outros 10 presos dividiam a cela com Jocimar, informou o dotô Alan. No começo, os companheiros de cela do morto juraram de mãozinhas postas que ele havia se enforcado com o próprio lençol. “Mas as marcas no corpo são incompatíveis com o lençol utilizado na suspensão da vítima”, disse o delegado, revelando como descobriu que o suicídio foi uma simulação.

Ontem à tarde, parte dos presos que estavam com Jocimar e agentes do presídio foram interrogados pela equipe de homicídios da DIC. O dotô Alan não revelou detalhes do conversê, mas deixou escapar ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Outros 10 presos dividiam a cela com Jocimar, informou o dotô Alan. No começo, os companheiros de cela do morto juraram de mãozinhas postas que ele havia se enforcado com o próprio lençol. “Mas as marcas no corpo são incompatíveis com o lençol utilizado na suspensão da vítima”, disse o delegado, revelando como descobriu que o suicídio foi uma simulação.

Ontem à tarde, parte dos presos que estavam com Jocimar e agentes do presídio foram interrogados pela equipe de homicídios da DIC. O dotô Alan não revelou detalhes do conversê, mas deixou escapar que a motivação para o assassinato tem tudo pra ser uma briga que rolou no xadrez durante o final de semana.



José Milton Ribeiro Santana, diretor do presídio, disse ao DIARINHO que chegou a acreditar na versão de suicídio, apresentada pelos detentos que estavam na cela com Jocimar.

Violência doméstica foi o que levou Jocimar ao xadrez. Ele era alcoólatra e desceu o cacete na mulher, Analíria de Oliveira. A primeira prisão foi em março de 2009 e no mesmo ano ganhou a liberdade pra se internar numa clínica. Mas como não se emendou, voltou a aprontar e acabou preso novamente.





Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






44.222.218.145

TV DIARINHO






Especiais

TURISMO

Japaratinga: vale a pena se hospedar no melhor resort do Brasil?

violência

Brasil tem um assassinato de pessoa trans a cada três dias

Programa diferente

Na Estrada: Escapada pra Curitiba num finde de verão

Presidente do STM

Acampamentos golpistas “foram tolerados por orientação” militar

Agropecuária

Bancada adota ‘discurso tóxico’ em anúncios nas redes sociais



Blogs

A bordo do esporte

Volta da Ilha das Cabras abre temporada de regatas em São Paulo

Blog do JC

Lula e o genocídio

Gente & Notícia

Churrasco On Fire, da dupla Fernando e Sorocaba, chega a Massaranduba

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog da Jackie

O ‘sim’ de Ângela e Dolor

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Adão Paulo Ferreira

"Porto sozinho não serve para nada. Ele precisa ter navios, linhas"

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação