Matérias | Economia


Itajaí

Confira as taxas de juros dos principais bancos brazucas

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

A alta lucratividade e a decisão dos engravatados do conselho de Política Monetária (Copom), do Banco Central, em diminuir a Selic, que é a taxa de juros básica do país, acabou tendo reflexos positivos pro povão. A maioria dos grandes bancos manteve inalterada sua taxa de juros tanto pra empréstimos pessoais quanto para os cheques especiais. Alguns, inclusive, chegaram a diminuir os percentuais.

Ao menos é o que aponta a pesquisa mensal feita pelos técnicos da fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de São Paulo. As instituições que recebem a fuçada do pessoal da Procon de Sampa são a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil, o Bradesco, o Itaú/Unibanco, o HSBC, o Santander e o Safra, considerados os mais populares do país.

Empréstimo pessoal

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Ao menos é o que aponta a pesquisa mensal feita pelos técnicos da fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de São Paulo. As instituições que recebem a fuçada do pessoal da Procon de Sampa são a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil, o Bradesco, o Itaú/Unibanco, o HSBC, o Santander e o Safra, considerados os mais populares do país.

Empréstimo pessoal



Dos sete bancos pesquisados, cinco deles mantiveram a mesma taxa pros empréstimos pessoais. O Banco do Brasil foi mais longe e diminuiu a taxa pros papagaios de 5,35% para 5,31% ao mês.

O único guloso a aumentar foi o Itaú/Unibanco. Em outubro cobrava 6,45% pra empréstimos feitos a pessoas físicas num período de 12 meses. Agora em novembro já tá cobrando 6,80%.

Por conta desse aumento do Itaú/Unibanco, a média mensal de todos os sete grandes bancos juntos sofreu um pequeno aumento. Saiu de 5,85% no mês passado pra 5,90% neste mês.


Nos borrachudos especiais

No caso dos cheques especiais, a notícia é ainda melhor. Dois bancos diminuíram sua taxa de juros pros borrachudos. Um deles foi o banco do Brasil. Passou de 8,45% cobrados em outubro pra 8,41% cobrados a partir deste mês.

O outro foi o Itaú/Unibanco. Este mês, a taxa de juros pra quem estourar o limite do cheque especial será de 8,99%. Em outubro era de 9,03%.

Só o pessoal da Caixa Econômica Federal resolveu remar contra a maré. Aumentou o juros dos borrachudos especiais de 8,20% pra 8,25% agora em novembro. Mesmo assim, é a Caixa o banco com a menor facada no cliente quando o assunto é limite estourado do cheque especial.





Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






44.222.218.145

TV DIARINHO


Itajaí vai ter centro de triagem para dar conta dos atendimento de dengue. A cidade é a quarta com maior ...





Especiais

TURISMO

Japaratinga: vale a pena se hospedar no melhor resort do Brasil?

violência

Brasil tem um assassinato de pessoa trans a cada três dias

Programa diferente

Na Estrada: Escapada pra Curitiba num finde de verão

Presidente do STM

Acampamentos golpistas “foram tolerados por orientação” militar

Agropecuária

Bancada adota ‘discurso tóxico’ em anúncios nas redes sociais



Blogs

A bordo do esporte

Volta da Ilha das Cabras abre temporada de regatas em São Paulo

Blog do JC

Lula e o genocídio

Gente & Notícia

Churrasco On Fire, da dupla Fernando e Sorocaba, chega a Massaranduba

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog da Jackie

O ‘sim’ de Ângela e Dolor

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Adão Paulo Ferreira

"Porto sozinho não serve para nada. Ele precisa ter navios, linhas"

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação