Matérias | Reclamações


Itajaí

Busos da Expressul não respeitam idosos e portadores de necessidades especiais

Usuário do transporte público afirma que motoras passam batido pelos pontos

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Encarar o transporte coletivo do Balneário Camboriú se tornou um desafio pra portadores de necessidades especiais e idosos. Um leitor procurou o DIARINHO pra denunciar que os motoristas da empresa Expressul param longe do ponto, muitas vezes até passam direto ou não esperam o passageiro embarcar.


O vendedor M.P., 41 anos, tem dificuldade pra caminhar por causa de uma paralisia. Ele afirma que o perrengue em levantar a perna se tornou maior há pouco mais de um ano, quando simudou pra Maravilha ...

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






O vendedor M.P., 41 anos, tem dificuldade pra caminhar por causa de uma paralisia. Ele afirma que o perrengue em levantar a perna se tornou maior há pouco mais de um ano, quando simudou pra Maravilha do Atlântico e passou a depender do ônibus local. “Sou obrigado a descer da calçada, caminhar até lá [ponto do ônibus], fica ruim”, reclama. O cara ainda afirma que a falta de respeito se torna maior quando há também idoso nos pontos de parada.

Segundo o denunciante, não há uma linha específica ou horário pra pendenga acontecer. Ele diz que pega busão em horário de pico e aos fins de semana no ponto perto da igreja Santa Inês e na Terceira avenida. “Tem motorista que respeita, mas são poucos”, lamenta. O cara não procurou as otoridades pra fazer o reclamo.

Vai dar puxão de orelhas

O diretor de Transporte da Expressul, Evandro Luiz Ern, ficou de cabelo em pé com a denúncia. O bagrão da empresa afirma que indica aos motoras que respeitem os idosos e portadores de deficiência e parem em todos os pontos, mesmo que eles não paguem pela passagem. “Realizamos palestras e cursos informativos para garantir que eles tenham total respeito”, garante.

Evandro conta que na Terceira avenida, nos locais em obras, os latões poderiam ter dificuldades de fazer a manobra e encostar nas calçadas. “Temos que facilitar o máximo possível, já que a cidade não está com as alturas de meio-fio e calçadas preparadas pra esse embarque”.

Continua depois da publicidade



O diretor da Expressul afirma que irá chamar na chincha os condutores da empresa. Evandro pede que o denunciante o procure informando o número das linhas ou horários e datas em que as pendengas rolaram. O contato pra denúncia pode ser feito pelo telefone (47) 3363-7282. Não precisa se identificar.

Continua depois da publicidade






Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.215.77.12

TV DIARINHO


Dia 8 da Expedição Pedalando. Vamos acompanhar como foi a pedalada dos cinco aventureiros da região ...



Podcast

Novos tempos, novos termos

Publicado 14/05/2022 19:36



Especiais

febre entre jovens

Uso de Cigarros eletrônicos acende alerta

Revitalização

Nova orla da Brava está em fase de projeto

Praia Brava

Novo acesso, através de Cabeçudas, será urbanizado

Praia Brava

Duplicação da Osvaldo Reis deve facilitar ligação com BC

Praia Brava

Via polêmica atrás da Lagoa do Cassino está em pauta



Blogs

A bordo do esporte

Ventos ganham força e Copa Brasil de Vela de Praia chega à reta final

Blog do Ton

Sócias de Brusque inauguram franquia da Hausz na cidade

Blog Doutor Multas

Como funcionam os bônus de apostas esportivas?

Blog do JC

Ademar Henrique Borges, o Ademarzinho será o novo secretário executivo da Amfri

Blog da Ale Francoise

Enema de café e suas funções

Blog Clique Diário

Itajaí - Navio - Panorama

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

José Evaldo Koch

“O hortifruti é nosso berço”

Laerte Jacomel

"Estamos buscando o que todo mundo busca: paz de espírito”

Édison Carlos

“100 milhões de brasileiros não têm coleta de esgoto”

Walter Orthmann

"Quero ser útil enquanto eu puder”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯