Matérias | Polícia


Itajaí

Promotor e defensor querem intervenção

Os doutores entraram com uma ação civil pública pra tirar o caso a limpo

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Denúncias de agressões sofridas pelos internos do centro de Atendimento Socioeducativo Provisório (Casep) de Itajaí levaram o Ministério Público e a Defensoria Pública a pedir intervenção da unidade. O chefe de segurança do local, Raimundo Ivo dos Santos, 49 anos, que é apontado por seis menores como autor das supostas violências, teve a cabeça pedida. Sobrou até pra ONG Associação Desportiva Sonhos de Liberdade, que administra o Casep. O promotor Fernando da Silva Comin e o defensor público Tiago Rummler pediram pra dona justa a rescisão do contrato da ONG com o governo do estado.

As denúncias de agressões vinham sendo investigadas há dois meses. Ontem, o promotor e o defensor público entregaram ao juiz Ademir Wolff, da Vara da Infância e Juventude, a ação civil pública que bota o dedo na ferida do Casep peixeiro. Os dotores pediram a intervenção do governo do estado no Casep em 15 dias, com multa diária pelo não cumprimento de R$ 5 mil. Também querem o afastamento de Ivo em no máximo 48 horas e que ele seja substituído por um servidor público efetivo da secretaria de Justiça e Cidadania.

A ONG Sonhos de Liberdade, que tem sede em Ribeirão das Neves/MG, assumiu o Casep em 1º de dezembro do ano passado, depois de ganhar uma licitação. Este mês, teve o repasse de grana do governo do ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


As denúncias de agressões vinham sendo investigadas há dois meses. Ontem, o promotor e o defensor público entregaram ao juiz Ademir Wolff, da Vara da Infância e Juventude, a ação civil pública que bota o dedo na ferida do Casep peixeiro. Os dotores pediram a intervenção do governo do estado no Casep em 15 dias, com multa diária pelo não cumprimento de R$ 5 mil. Também querem o afastamento de Ivo em no máximo 48 horas e que ele seja substituído por um servidor público efetivo da secretaria de Justiça e Cidadania.

A ONG Sonhos de Liberdade, que tem sede em Ribeirão das Neves/MG, assumiu o Casep em 1º de dezembro do ano passado, depois de ganhar uma licitação. Este mês, teve o repasse de grana do governo do estado cortado por falta de prestação de contas. O repasse é de R$ 170 mil. A bagunça na prestação de contas é um dos motivos que o promotor e o defensor público argumentam pra pedir a rescisão do contrato.



Mas o que pega mesmo, diz o promotor Fernando Comin, são as supostas violências ocorridas por lá. “São ameaças de agressões verbais e físicas. Isso não pode acontecer, pois o local tem como função resgatar o menor e preparar ele pro seu retorno pra sociedade. Não está em questão se ele cometeu algum crime e sim a função do Casep”, carcou o representante do Ministério Público.

Além de seis dimenores que confirmaram ser vítimas das violências ou que testemunharam as agressões, foram ouvidas pelo menos duas pessoas que prestam serviço pra ONG. “As duas confirmaram que as acusações são verdadeiras, que existem agressões físicas e verbais”, destacou o promotor.

O defensor público Tiago Rummler esteve pessoalmente no Casep. Lá conseguiu conversar reservadamente com três internos. Dentre os relatos colhidos estão o de um dimenor que tava tomando banho quando Ivo apareceu com uma arma em punho e o teria ameaçado de morte. Um outro menor contou que, ao dar entrada no local, Ivo teria espalhado pra todos que ele tinha entrado por um crime parecido com estupro. Pra se livrar da revolta que isso causou nos outros guris, conseguiu um documento mostrando que tava ali por outro motivo. Ivo não teria gostado e arrastou o menino até um local onde as agressões não poderiam ser mostradas pelo sistema de videomonitoramento. O menor disse que foi algemado e agredido com um marca-passo (espécie de algemas pros pés).


Ivo afirma que foi agredido pelos menores

Alvo das acusações, Ivo também denunciou os menores por agressão. A agressão sofrida pelo chefe da segurança do Casep rolou em 15 de agosto, depois que foram encontrados 150 gramas de maconha e diversas barras de ferro com os guris. O clima ficou tenso e ele foi espancado por 10 pivetões. “Entrei e eles fecharam a porta e começaram a me bater e chutar. Consegui pedir ajuda e fui socorrido pelos outros educadores”, contou ao DIARINHO, um dia depois da violência.

Ontem à noitinha, quando o DIARINHO fez contato com o Casep, não conseguiu falar nem com Ivo nem com Maurício Nonato, chefão da ONG que toca o Casep. Maurício também não atendeu ao celular.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






44.212.94.18

Últimas notícias

Futsal

Marcílio Divas disputa vaga na final da Liga Catarinense no Oeste

Reviravolta

Presidente da CBF é afastado pela justiça e entidade terá novas eleições

NATAL EM ITAJAÍ 

Desfile com 200 artistas e coral de crianças marcam a abertura do Natal EnCanto

Futebol

Barra já tem 26 jogadores confirmados no elenco

CAMBORIÚ

Gaeco investiga funcionários da prefeitura que cobravam propina para liberar corte de Mata Atlântica

PENHA

Vídeo: Moradores reclamam de lixarada na praia do Cascalho

ESPORTE

Vídeo: Panamericano de Padel reúne fera em Camboriú

Capoeira

Navegantes recebe torneio de capoeira nesta sexta e sábado

Terror

Torcedores do Santos atearam fogo em carros e ônibus após rebaixamento

NOVIDADE 

Grupo FG anuncia parceria com escritório de arquitetura para entregar apês prontos



Colunistas

Coluna Esplanada

Dias contados?

JotaCê

Barraco com Paulão na Alesc

Via Streaming

Luísa Sonza ganha série documental na Netflix

Ideal Mente

Uma lição de Drummond sobre a saudade

Direito na mão

Professores podem aumentar o valor da aposentadoria

Show de Bola

Expectativa no Gigantão

Coluna Exitus na Política

Você não consegue se esconder de você

Empreender

Balneário Camboriú continua em destaque

Na Rede

Confira o que bombou nas redes do DIARINHO

Histórias que eu conto

Anos de música

Jackie Rosa

Cristofori do Brava Mall

Gente & Notícia

Casamento vip

Clique diário

Praia do Buraco

Coluna do Ton

Encontro no Canadá

Coluna Fato&Comentário

O Português de a dama

Coluna Existir e Resistir

Nasce o grupo Mariama

Foto do Dia

“Preziosa” à vista

Diário de Saúde

Obesidade, o que você precisa saber!

Mundo Corporativo

Seja o profissional que tanto sonha; dicas preciosas

Por dentro da Amfri

A AMFRI e os consórcios públicos



TV DIARINHO


Moradores filmaram a lixarada que foi deixada na praia por visitantes e cobram a limpeza constante do ...





Especiais

NA ESTRADA COM O DIARINHO

Fazzenda Park Hotel vai do mergulho na natureza ao luxo e conforto de um resort

NA ESTRADA

Cristofori Piano Bar: música, alta gastronomia e ambiente intimista na Brava

superação

Meninas lutam para superar as marcas da Fundação Casa sem apoio do poder público

MEIO AMBIENTE

Queimadas na Amazônia: por que a floresta está queimando

AGÊNCIA PÚBLICA

Presidente de CPI das ONGs tentou licenciar exploração de ouro na Amazônia



Blogs

Blog do JC

Molhe caindo?

Blog do Ton

CESCON apresenta o empreendimento Cozumel Palace nesta quarta-feira (6) em Itapema

Blog Doutor Multas

Desentupidora SP

Blog da Jackie

Nôvis por aqui

A bordo do esporte

SSL Gold Cup: Hungria é a campeã

Blog da Ale Francoise

Desparasitação natural

Gente & Notícia

10 anos do Music Park BC: Confira a programação especial da casa para a temporada de verão

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Deivide Tomassi

"O Papa quer que as pessoas estejam mais próximas de Cristo”

Diego Lopes Costa

"Mesmo que existam antecedentes criminais, isso não justifica assassinato, agressão e tortura. Você não vai combater um crime com outro crime”

Emerson Pereira

"A inovação promoverá mudança e aumento no faturamento e na capacidade de geração de riqueza”

Gustavo Conti

“Era de madeira, agora é pré-fabricado. Será um prédio muito mais seguro em todos os aspectos”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação