Matérias | Esporte


Itajaí

Torneio de basquete na areia atraiu curiosos à praia da Atalaia

Campeonato atraiu equipes de Itajaí, Balneário Camboriú e Balneário Piçarras

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]


Até parece loucura. Para muitos, duas tabelas de basquete cravadas na areia da praia sugerem um treinamento alternativo ou uma recreação inventada. O que pouca gente sabe é que a atividade tem nome, identidade e reúne mais de 100 adeptos só em Itajaí.


O basquete de areia foi o centro das atenções na praia da Atalaia, que recebeu, sexta e sábado, a segunda edição do campeonato regional da modalidade. A competição reuniu equipes masculinas e femininas ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

OU

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


O basquete de areia foi o centro das atenções na praia da Atalaia, que recebeu, sexta e sábado, a segunda edição do campeonato regional da modalidade. A competição reuniu equipes masculinas e femininas de Balneário Camboriú, Balneário Piçarras e da city peixeira.



A ala-armadora Victória Ribeiro Melo, 17 anos, provou que a modalidade é procurada, principalmente, por feras do basquetebol de quadra. Ela é um desses prodígios. Defendeu a camisa da fundação Municipal de Esportes de Itajaí e, neste ano, foi terceira colocada nos joguinhos Abertos de Santa Catarina com a equipe de Blumenau. Para ela, a principal diferença entre uma e outra modalidade é o cansaço físico. “A areia te prende mais no chão, por isso cansa mais rápido”, explica. Ela acredita, contudo, que o basquete de areia propicia um jogo mais coletivo. “Como você não pode bater a bola no chão, é obrigada a passar para uma companheira”, acrescenta.

O estudante Misael Elias Correia, 15, sonha em ser jogador de basquete profissional. Aluno da escolinha da fundação, teve no finde a primeira experiência com a modalidade na praia. “Gostei bastante. Cansa mais, por causa da areia, mas é bem divertido”, avalia.


De acordo com Jorge Luis da Silva, professor na associação de Basquete de Itajaí (ABI) e um dos organizadores do campeonato, 150 atletas da cidade praticam a modalidade no chão fofinho. A procura é tanta, aponta, pois a tchurma que joga na areia é praticamente a mesma da quadra

Rolar em vez de bater


As dimensões da cancha é uma das principais diferenças entre as duas modalidades. Na areia, o espaço é de nove metros de largura por 18 metros de comprimento. Segundo o Google, uma quadra de basquete profissa (dura) tem 15 por 28. Ao contrário do basquete jogado no taco, em que uma partida é dividida em quatro tempos, na praia são apenas dois, de oito minutos cada. “Quando a bola sai, o cronômetro para, como no jogo de basquete de quadra”, explica Jorge.

As regras de jogo também são um pouco diferentes. Como a bola não quica na areia, em vez de batê-la no chão o atleta precisa rolar da redonda. Não é permitido dar mais de três passos, sob pena de perder a posse de bola para a equipe adversária. Os times são formados por três jogadores.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






44.211.117.197

Últimas notícias

CAMBORIÚ

Trabalhador morre afogado em lagoa; ele pode ter sofrido crise de epilepsia

ITAJAÍ

Inscrições para evento de inovação encerram na sexta-feira

ITAJAÍ

Moradores vão poder opinar sobre transporte público em audiência na segunda-feira

ITAJAÍ

Polícia recupera 90 toneladas de galinha congelada roubada

Será que volta?

Novo Suzuki Swift é lançado na Europa

“Veoitão” moderno

Novo Cayenne GTS está à venda no Brasil

MERCADO

Unimed Litoral está contratando fisioterapeutas

ESTUDO

Águas de Penha instala câmeras para monitorar visitantes

ITAJAÍ

Pintor morre em acidente com moto na BR 101

Futebol

Camboriú estreia na segundona neste sábado em BC



Colunistas

Coluna do Ton

Vibes da Turquia

JotaCê

Pavan na choupana

Mundo Corporativo

Líderes espiritualizados em tempos difíceis ainda é possível?

Histórias que eu conto

Armação da infância 3

Coluna Fato&Comentário

Associativismo comunitário em Itajaí: o começo

Coluna Esplanada

Trio de apostas

Via Streaming

Tudo pelo dinheiro

Ideal Mente

O desamparo da infidelidade

Show de Bola

Trocas de treinadores

Direito na mão

Recebeu auxílio-doença ou auxílio-acidente? Veja como se aposentar agora!

Coluna Exitus na Política

Um passeio nas cavernas

Na Rede

Morte de produtor, garotinho com orgulho do pai na enchente e mais: confira os destaques do DIARINHO

Artigos

O combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes é um compromisso coletivo

Jackie Rosa

Niver da Chris

Gente & Notícia

Níver da Margot

Foto do Dia

“O mar, quando quebra na praia”

Coluna Existir e Resistir

Designação geral sobre o fim do mundo



TV DIARINHO






Especiais

NA ESTRADA

Pôr do sol de tirar o fôlego é atração o ano inteiro na praia de Armação

RIO GRANDE DO SUL

A história de luta de um quilombo que resiste às enchentes em Porto Alegre

DADOS INÉDITOS

Em meio ao lixo das chuvas no Rio Grande do Sul, catadores não conseguem trabalhar

NÚMEROS

No Brasil, 3 a cada 4 vivem em cidades com mais risco de desastres por chuvas

DADOS

Exportação de armas de fogo dobrou durante os anos Bolsonaro, revela levantamento inédito



Blogs

A bordo do esporte

Brasileiro Lucas Di Grassi termina E-Prix de Xangai no Top 10 da Formula E

Blog do JC

Prefeito revela que está com tumor maligno

Blog da Jackie

Reserva Royal

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Marisa Zanoni Fernandes

"Balneário Camboriú não precisa de capitão, fantoches, seres iluminados, ungidos. Precisa de pessoas comprometidas com a democracia”

Vilfredo e Heloísa Schurmann

"Nós reciclamos só 6% no Brasil. Na Europa já é 50%. A própria China já está com 35% de reciclagem” (Vilfredo)

João Paulo

"Essa turma que diz defender a família ajudou a destruir a boa convivência em muitas famílias. Na defesa de um modelo único, excludente"

Entrevistão Peeter Grando

“Balneário Camboriú não precisa de ruptura, mas de uma continuidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação