Matérias | Especial


Itajaí

A importância no mercado publicitário

Os índices de leitura do jornal garantem retorno rápido para os anunciantes, beneficiando tanto grandes empresas quanto os clientes do Transe Tudo

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]


A pesquisa feita pelos profissionais do instituto de Pesquisas Sociais (IPS) da Univali sobre a audiência de jornais impressos em Itajaí, Balneário Camboriú e Navegantes, divulgada nesta semana, mostrou muito mais do que a liderança inquestionável do DIARINHO entre os jornais que circulam nas três cidades. Na opinião de publicitários, o grande lance do DIARINHO é que ele se transformou numa baita plataforma pra veicular propaganda, com retorno garantido de investimento. Opinião compartilhada – claro – por quem tira dinheiro do bolso para pagar pelos anúncios.


Também pudera. Pela pesquisa da Univali, o jornal tem em média 70% da preferência do povão. Se considerar só Itajaí, esse índice encosta na casa dos 80%. E mais, pela pesquisa, cada exemplar é folheado ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

OU

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Também pudera. Pela pesquisa da Univali, o jornal tem em média 70% da preferência do povão. Se considerar só Itajaí, esse índice encosta na casa dos 80%. E mais, pela pesquisa, cada exemplar é folheado por pelo menos sete pessoas, o que dá uma projeção de algo perto de 70 mil leitores diários. “O que é válido num jornal impresso, para o profissional de mídia, é justamente o público que o lê, as pessoas que estão ali, lendo aquele jornal”, ressalta a publicitária Adriana Edral, 30 anos, professora de comunicação social da Univali.



Adriana tem cancha para falar de publicidade, de veículos de comunicação e do interesse dos clientes. Já esteve em todos os lados: trabalhou em agência, esteve no marketing de empresas privadas e agora dá aulas de planejamento de mídias na universidade. Por isso, diz com toda a autoridade que o resultado da pesquisa “Audiência de jornais impressos e avaliação de conteúdo” tem uma importância para lá de grande no mercado publicitário. “No caso da pesquisa em que foi comprovado que para cada exemplar do DIARINHO há sete leitores, isso é uma informação de ouro para o publicitário, pois ele saberá que se investir em um determinado anúncio nesse jornal impresso, ele não impactando somente uma pessoa, ele tá tendo a possibilidade de impactar sete em cada jornal lido”, afirma.

A professora faz, ainda, outra observação. “O DIARINHO, como tem um conteúdo muito generalizado, consegue alcançar vários tipos de pessoas, com faixa etária, poder aquisitivo e gêneros totalmente diferentes”, diz. “E isso te proporciona uma possibilidade de conseguir mais clientes para um anunciante”, afirma.


O também publicitário Alex Dickel, 37 anos, da agência 4P Publicidade e Design, tem opinião parecida. “A pesquisa aponta que o DIARINHO é um veículo único na nossa região, pois atinge todas as classes, o que no meio publicitário é muito difícil de se conseguir”, analisa. Está aí, diz ele, a oportunidade tanto para os profissionais da mídia quanto pra quem quer vender algum produto ou serviço. “Se bem utilizado (o veículo DIARINHO), proporcionará um retorno rápido e garantido ao anunciante”, aposta.

Qual o segredo do DIARINHO fazer tanto sucesso entre o público consumidor? “O diferencial se aplica justamente pela linguagem local, pela preocupação em mostrar o que ocorre na cidade e, principalmente, pelo fato de não ter tabus no que é publicado, o que não ocorre na maioria dos demais veículos”, aponta Alex.


Por que o DIARINHO lidera a preferência

O cientista político e social Sérgio Saturnino, que coordenou a pesquisa ‘Audiência de jornais impressos e avaliação de conteúdo’, feita pelo instituto de Pesquisas Sociais (IPS) da Univali usa a expressão “engajamento” para traduzir a receita do DIARINHO como líder na preferência dos leitores de Itajaí, Balneário Camboriú e Navegantes. “Ao ler o DIARINHO, a pessoa consegue perceber o seu cotidiano. Com isso, cria um sentimento de pertencimento com a sua comunidade”, diz, emendando: “O leitor se vê ali, na situação, sabe onde fica o bairro da notícia, conhece as pessoas citadas, passou perto do local... Ou seja, há uma correspondência entre a notícia publicada e o cotidiano desse leitor. Por isso, há um engajamento do DIARINHO”.

Para o sabichão, as pessoas estão se voltando para saber o que acontece ao redor delas. “O mundo virtual, de certa maneira, está longe da realidade, deslocado no tempo e no espaço. O DIARINHO não é contra o virtual, mas dá ao leitor coisas que não conseguiria encontrar em outro lugar”, explica.

O resultado apontado na pesquisa sobre a venda do DIARINHO em bancas, por exemplo, é um indicativo de que muitas pessoas já têm uma rotina em virtude do DIARINHO. “E isso é um comportamento inverso ao de leitores de outros jornais, em que a compra em banca tem diminuído com o passar do tempo. No DIARINHO é o contrário: tem índices altíssimos de vendagem em banca”, conclui.


Direção de grupo empresarial decidiu: publicidade, só no DIARINHO

O empresário Osmar Nunes Filho, o Mazoca, 62 anos, não tem dúvidas da importância do DIARINHO como mídia para vincular propagandas. Tanto que o grupo Marambaia tomou uma decisão. “O DIARINHO é o único em que a gente faz publicidade. Tem anúncio constante da Marambaia Veículos no jornal, tanto de produtos quanto de promoções”, diz Mazoca, que entre as empresas que administra estão três concessionárias da marca Chevrolet.

Decidir fazer publicidade em apenas um veículo é uma decisão radical. Mas Mazoca tem argumentos para sustentá-la. “O DIARINHO entra em todas as classes econômicas. Pega desde a classe C até as classes A e a B. Então, pega desde um cliente que compra um carro dando uma entradinha e paga o resto em prestações quanto aquele cliente que compra um carro premium”. Pronto, está aí a lógica de um dos empresários mais bem sucedidos da região.

A Marambaia Veículos tem 15 anos. Há pelo menos 13, diz Mazoca, investe em publicidades no DIARINHO. Mas essa percepção de que o jornal faz bem para a saúde financeira da empresa vem de muito antes. “A primeira edição do DIARINHO foi em 79, e já colocamos anúncio lá”, recorda-se.


O grupo Marambaia tem 50 anos. Começou com o famoso hotel e restaurante Marambaia, que até hoje tem uma clientela bacana e está localizado no canto norte da praia de Balneário Camboriú. “Começamos no DIARINHO com a propaganda do hotel e do restaurante. Num dia dos namorados, só com a propaganda do DIARINHO, lotei o restaurante”, lembra o empresário.

Mazoca é mais do que um cliente

Mazoca está no extenso rol de leitores fiéis ao DIARINHO. O empresário e ex-presidente da Santur, a empresa do governo do Estado criada para fomentar o turismo na Santa & Bela, credita a dois fatores o sucesso do jornal apontado pela pesquisa do IPS da Univali. Um deles é o jeito como as notícias são escritas. “O DIARINHO fala a linguagem da região, a linguagem das pessoas daqui, e isso cria uma identificação com o jornal”, avalia.

O outro motivo para o DIARINHO disparar na liderança da preferência dos leitores, aposta Mazoca, está justamente nas notícias, a matéria-prima do jornal. “O Dalmo (Dalmo Vieira, fundador do DIARINHO, falecido em 2004) fez diferente de todos os outros, pois além da linguagem daqui começou a mostrar notícias da região, a valorizar as informações daqui, coisa que ninguém até então fazia”, afirma.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.230.154.90

Últimas notícias

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Protetora animal denuncia que gatos que vivem em terreno baldio teriam morrido durante obras da prefeitura

Centro de Itajaí

Das 87 árvores do canteiro central da Marcos Konder, só 23 poderão ser transplantadas com certeza  

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Nivus tem bônus de R$ 12 mil e saldo parcelado em 24 vezes sem juros

NA ESTRADA

BC oferece rolês gastronômicos, culturais, de compras e lazer

Série B

Brusque visita o Santos na Vila Belmiro com presença da torcida

Futebol

Fim de uma era: Goleiro Cássio deixa o Corinthians e vai para o Cruzeiro

ENQUETE

Qual a sua opinião sobre a divisão da conta do hospital Ruth Cardoso?

SANTA CATARINA

Morador de SC que compartilhava pornografia infantil é preso pela PF

NA CRECHE

Mãe agride funcionárias de creche de Penha; veja o vídeo

PENHA 

Bandidos invadem torre de internet para furtar; veja o vídeo 



Colunistas

Artigos

O combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes é um compromisso coletivo

Jackie Rosa

Niver da Chris

JotaCê

Amin responde Chiodini

Mundo Corporativo

A importância do equilíbrio da autoestima no mundo organizacional

Coluna Esplanada

Palácio x Lira

Gente & Notícia

Níver da Margot

Ideal Mente

Luto coletivo: navegando juntos nas ondas da perda

Show de Bola

Vitória da base

Direito na mão

Mulher entre 54 a 61 anos: como antecipar a aposentadoria?

Via Streaming

“Justiça”

Coluna Exitus na Política

Vontade e solidariedade

Na Rede

Traficante preso na  sala alugada da JS Pescados, tragédia  no RS e destruição do jardim de “dona Aurita” foram os  assuntos mais bombados da semana

Coluna do Ton

Chegando de Mendoza

Histórias que eu conto

Armação da infância II

Foto do Dia

“O mar, quando quebra na praia”

Coluna Existir e Resistir

Designação geral sobre o fim do mundo

Coluna Fato&Comentário

Anuário de Itajaí - 100 anos da 1ª edição

Empreender

Balneário Camboriú atrai cada vez mais clientes do eixo sudeste



TV DIARINHO






Especiais

NA ESTRADA

BC oferece rolês gastronômicos, culturais, de compras e lazer

RIO GRANDE DO SUL

São Leopoldo: a cidade gaúcha onde quase todos perderam o lar

RIO GRANDE DO SUL

Governo Eduardo Leite não colocou em prática estudos contra desastres pagos pelo estado

Retratos da destruição

“Não temos mais lágrimas pra chorar”: A cidade gaúcha destruída pela 3ª vez por enchentes

MEIO AMBIENTE

Maioria de deputados gaúchos apoia projetos que podem agravar crise climática



Blogs

Blog da Jackie

Hermès processada

Blog do JC

Pacto da direita de Itajaí?

A bordo do esporte

World Sailing e CBVela promovem plantio de árvores em São Paulo (SP)

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

João Paulo

"Essa turma que diz defender a família ajudou a destruir a boa convivência em muitas famílias. Na defesa de um modelo único, excludente"

Entrevistão Peeter Grando

“Balneário Camboriú não precisa de ruptura, mas de uma continuidade”

Juliana Pavan

"Ter o sobrenome Pavan traz uma responsabilidade muito grande”

Entrevistão Ana Paula Lima

"O presidente Lula vem quando atracar o primeiro navio no porto”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação