Matérias | Especial


Itajaí

De portas abertas

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

E finalmente as portas da Vila da Aventura pelos Mares do Mundo se abriram...Tudo certo e arrumado para receber visitantes aventureiros e todos que quiserem conhecer o espaço organizado para abrigar regata Jacques Vabre, o festival de Música, a Marejada, a feira de Negócios e muito mais.

Desta vez, a equipe de redatores do Aprendiz de Marinheiro foi composta pelos estudantes do Ensino Médio do Colégio Estadual Vitor Meirelles. O colégio já participou de uma outra edição do Aprendiz, em 2012, mas volta agora para comemorar a vinda da regata francesa e também comemorar com os leitores os 100 anos desta escola tão importante para Itajaí.

Uma escola que foi crescendo e mudando junto com a cidade. Que formou e continua formando gente que procura fazer desta cidade um lugar bom e bonito para viver, trabalhar, formar uma família, fincar ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Desta vez, a equipe de redatores do Aprendiz de Marinheiro foi composta pelos estudantes do Ensino Médio do Colégio Estadual Vitor Meirelles. O colégio já participou de uma outra edição do Aprendiz, em 2012, mas volta agora para comemorar a vinda da regata francesa e também comemorar com os leitores os 100 anos desta escola tão importante para Itajaí.

Uma escola que foi crescendo e mudando junto com a cidade. Que formou e continua formando gente que procura fazer desta cidade um lugar bom e bonito para viver, trabalhar, formar uma família, fincar raízes. Será que um dia algum estudante que, há cem anos, ocupou as salas de aula do Vitor Meirelles, imaginou que nossa cidade seria o centro das atenções no mundo das regatas? Acreditamos que não, mas com certeza teriam orgulho de ver este grande espetáculo.



Por falar em espetáculo, nossos redatores contam um pouco mais sobre uma das principais atrações da Vila da Aventura: o planetário, especialmente montado para ficar de vez em nossa cidade. Será um atrativo a mais durante a regata, mas que ficará para uso das escolas daqui e região.

A turma do Aprendiz teve a oportunidade de conhecer, em primeira mão, como são as apresentações e como é este espaço rico em conhecimento em aprendizagem. Quando for até a vila da regata, não deixe de visitar o planetário. Você sairá maravilhado com a tecnologia e as informações que disponibiliza.

E para quem ainda não se “antenou” nesta louca e destemida aventura, nossos redatores pesquisaram um pouco mais sobre como é viver e ficar dentro de um veleiro atravessando o Oceano Atlântico para chegar ao Brasil. Nesta edição, relatamos um pouco sobre os percalços que os velejadores passam durante a aventura. É barco que quebra, ondas gigantes que amedrontam, tempestades e muita ação. Tudo para desbravar os sete mares. As portas já estão abertas, à sua espera. Venha prestigiar, saborear, cantar e se encantar!


  • Uma escola que cresce com a cidade

André Martins e Gabriela Fernandes, 13 anos

8º ano

Neste ano, a escola de Ensino Médio “Victor Meirelles” completa o seu centenário. A escola foi criada no ano de 1910 e passou a se chamar Grupo Escolar “Victor Meirelles” em 12 de setembro de 1911, mas o prédio só foi inaugurado em 4 de dezembro de 1913. O espaço da escola era onde hoje é a casa da Cultura Dide Brandão, no centro de Itajaí.

É possível perceber que a escola cresceu junto com a cidade. Nas paredes da casa da Cultura ainda se pode ler as inscrições “secção feminina” e “secção masculina”, pois antes meninos e meninas não podiam estudar na mesma sala. Atualmente, não é mais assim. Garotos e garotas dividem os mesmos espaços dentro da escola e também na sociedade.


Um novo prédio

O prédio onde atualmente ficam as suas instalações foi inaugurado em 11 de setembro de 1981 e passou a se chamar Escola Básica “Victor Meirelles”, construído em convênio com o estado de Santa Catarina e a prefeitura de Itajaí. Mas somente em 28 de março de 2000 a passou a se chamar Escola de Ensino Médio “Victor Meirelles”.

Durante esses 100 anos aconteceram muitas mudanças no Victor Meirelles. Uma delas é o nome da escola, que já teve várias versões. Outra é o uniforme, que antes todos usavam e era obrigatório, mas hoje é opcional.

Antigamente, havia apenas as séries do Ensino Fundamental, mas a partir de 23 de março de 1987 a escola passou a utilizar no período diurno o Ensino Fundamental e no período noturno o Ensino Médio. Atualmente, a escola tem somente as séries do Ensino Médio, tanto à noite quanto durante o dia.


Crescer com a cidade

Alunos, professores e funcionários sentem orgulho em fazer parte de uma escola que cresce com a cidade. Assim como Itajaí, o Victor Meirelles se desenvolve a passos largos. Muitos profissionais importantes iniciaram a vida escolar por aqui e hoje trabalham e vivem em nossa cidade. Que os bons ventos tragam sempre boas novas aos que fazem nossa escola melhorar e aos que fazem de Itajaí uma cidade especial, aventureira e promissora.

Planetário digital: Conhecimento, emoção e lazer na Vila

Karoline Zermiani e Adassa Gabriela

Neste final de semana, Itajaí tem como atração a abertura do evento “Aventura pelos mares do mundo”, que envolve a Marejada, festival de Música, regata Jacques Vabre, feira de negócios e outros. Muitas novidades foram apresentadas ao público, dentre as quais destacamos o planetário, localizado bem em frente ao espaço da vila da regata.


O espaço tem forma de esfera, onde são projetadas imagens com as configurações do céu: a posição das estrelas, do sol, da lua, dos planetas e outros. Nosso país tem vários planetários, mas este é o único do Brasil que possui um projetor diferenciado dos convencionais.

Além de projetar constelações e fenômenos do céu, é possível também apreciar outras imagens como um mergulho no universo do corpo humano ou, ainda, o surgimento de uma floresta.

A equipe do Aprendiz de Marinheiro conversou com Francisco de Assis Dias, engenheiro eletricista e suporte técnico da Iperlab, empresa que instalou o planetário. Ele explicou que o espaço interno tem um diâmetro de oito metros.

“São 40 lugares, e a transmissão é em 180º na vertical e 360º na horizontal. Tem sistema de imagem full HD, que pode projetar uma viagem pelo espaço e planetas. Durante a regata, serão transmitidos dois filmes da área de astronomia: Palco Celeste e Filhos do Sol. Outros dois na área de biologia e meio ambiente: Água e a Mata e Banquete para os Sentidos” explica o Francisco Dias.

O software faz simulação dos planetas como se fosse em tempo real. Pode acelerar e voltar o tempo, 100 anos atrás, 100 pra frente. O Brasil tem mais de 30 planetários. O planetário pode ser fixo, como no caso de Itajaí, ou móvel, com domos infláveis.

De acordo com o presidente do comitê organizador da regata, engenheiro Amílcar Gazaniga, este modelo de planetário só é construído em concreto, uma tecnologia alemã, com o custo entre 7 a 9 bilhões de reais; o investimento, então, seria muito caro. “Os americanos desenvolveram uma tecnologia intermediária, feita com lã de vidro em aço, que foi importada do Peru para ser instalado aqui” informou Amílcar.

O planetário ficará na cidade para ser utilizado por escolas para auxiliar nas pesquisas e estudos.

  • Aprendizes participam do lançamento da Jacques Vabre

No dia 14 de novembro, 10 alunos do Victor Meirelles membros da equipe do Aprendiz de Marinheiro visitaram os toques finais da preparação para evento “Aventura pelos Mares do Mundo”, que começou dia 16 de novembro e vai até 1º de dezembro.

“Quando ficamos sabendo do convite para visitar os preparativos finais da regata e escrever sobre as atrações, ficamos ansiosos,” conta a estudante Valeria Veiga. “Quando chegamos ao local, acabamos participando de uma coletiva de imprensa onde estavam presentes os organizadores da regata em, de Itajaí, e também o organizador geral, o francês Thierry Vernhes.

De acordo com o francês, ele está muito satisfeito com a estrutura da vila e tem certeza de que será uma linda festa. Thierry já tinha vindo ao Brasil na época da Volvo Ocean Race e já estava de olho em como seria a organização em Itajaí. Gostou do que viu e sugeriu nossa cidade como anfitriã desta edição da regata.

Finalizações e acabamentos para a grande festa

Logo após a coletiva, fomos visitar o local para ver como estava ficando o espaço para receber todos os visitantes deste evento e os inúmeros barcos que irão chegar aos próximos dias. Visitamos o espaço gastronômico, onde as cozinhas já estavam montadas e devidamente higienizadas para servir os pratos.

Uma das áreas da Vila que vai levar um pouco mais de tempo para ser finalizada é a área de atração dos barcos. No píer construído para os barcos da Volvo Ocean Race, ficarão 10 embarcações. As demais ficarão numa área ao lado do centreventos, nas águas do Saco da Fazenda.

  • Um mundo desconhecido dentro de uma esfera

Entrevista realizada com os professores de Geografia do Victor Meirelles, Nilza Wagner e Cláudio Canceler.

Aprendiz de Marinheiro: Qual o benefício que o planetário irá trazer para a cidade de Itajaí ?

Claudio: Para os alunos será excelente, porque sabemos que a geografia é uma ciência, pois ela estuda o planeta, o mundo em que vivemos, e o convívio entre as pessoas.

Os alunos poderão ter uma aula diferenciada, e isso, com certeza, vale mais que um quadro com matéria. Eu, como professor, prefiro uma aula expositiva, mostrando exemplos, do que apenas copiando em uma sala fechada.

Aprendiz de Marinheiro: O planetário vai beneficiar os estudos em geografia e ciências?

Nilza: Vai ser muito benéfico, principalmente aos alunos do primeiro ano do Ensino Médio, que trabalham o universo. Tudo o que eles vão explicar ali é conteúdo de primeiro ano, então vai ter muito bom.

Aprendiz de Marinheiro: Você já esteve em um planetário antes? Qual a sensação de estar lá dentro?

Nilza: É a sensação de que você está no espaço, em um nave espacial. Você está flutuando, é muito bom, bem diferente dessa coisa abstrata do livro ou da televisão. É a realidade mesmo, pois você está lá dentro daquele teto em formato de esfera.

Aprendiz de Marinheiro: Em sua opinião, a infraestrutura de Itajaí suporta essa grande quantidade de barcos e de pessoas?

Claudio: Sim, pois um evento desta envergadura exige um bom suporte, até por que se não eles não viriam. A Volvo Ocean Race, alguns anos atrás, no Rio de Janeiro, não tinha público, pois eles não valorizavam o evento. Aqui, na região Sul, é uma novidade, por isso vai ter muitos turistas e todo mundo quer conhecer. Itajaí suporta sim este público.

Aprendiz de Marinheiro: Quais os benefícios que o evento irá trazer para a nossa cidade ?

Claudio: Vai agregar na economia e ao turismo... Com isso, vai aumentar o movimento nos hotéis. Os pratos típicos serão apreciados por todos e irá valorizar muito a cidade. Com isso Itajaí vai entrar na rota de turismo internacional. Itajaí vai aparecer no mundo todo!

  • De mar em mar, a velejar…

Para você que ainda não sabe, Itajaí será o ponto de chegada de uma das maiores regatas transatlânticas do mundo: a Transat Jacques Vabre. Conhecida como Rota do Café, a regata já partiu da França, em Le Havre, no dia 5 de novembro. Mais de 45 embarcações estão percorrendo as mais de 5395 milhas náuticas até a chegada em Itajaí. O evento ainda vai contar com uma extensa programação cultural e de entretenimento. Muitas pessoas já confirmaram presença neste evento que será muito importante para nossa cidade.

O oceano ruge. É frio e úmido a bordo. “O vento soprava a 30 nós. Mas parecia que eram 40 nós, tamanha a força” narra Fabrice Amedeo, capitão do CLASS40 SNCF Geodis. Não deve ser nada fácil para os competidores enfrentar esse tipo de condição adversa que surge no caminho!

Tempestades e emergências em alto-mar

Mas até mesmo com o mar calmo, alguns veleiros foram obrigados a buscar um porto para fazer reparos de emergência e continuar a viagem de quase 10 mil quilômetros até Itajaí. Nos cinco dias de travessia, as equipes escolheram pequenos estaleiros em locais estratégicos, como Brest (França), ilha da Madeira (Portugal), La Coruña (Espanha), Lisboa (Portugal), Lorient (França), Peniche (Portugal) e Roscoff (França).

Como nem tudo funciona perfeitamente, um dos veleiros líderes da regata, na categoria Classe 40, o GDF SUEZ, perdeu um pouco de tempo na costa espanhola para trocar os cataventos. O veleiro 11th Hour Racing voltou a Brest, no litoral francês, com uma das velas danificadas. O barco espanhol Tales de Santander 2014 não escapou de um pit stop às pressas para solucionar um problema estrutural. A equipe estava no pelotão de frente da Classe 40 e pode ter a regata comprometida.

Mudança de planos e rumos

Na madrugada de segunda-feira, 11 de novembro, a equipe do BET 1128, que disputa a Transat Jacques Vabre também na Classe 40, foi obrigada a mudar o rumo por um problema na vela de proa.

Durante todo o dia 11 de novembro, a organização recebeu vários comunicados das equipes no meio do oceano. O que mais chamou a atenção de todos foi o Arkema, barco da classe Multi50. O trimarã capotou na costa portuguesa e está sendo rebocado. Por rádio via-satélite, o velejador Mayeul Riffet explicou que o acidente ocorreu de maneira muito rápida, não dando tempo para reação.

Mas isso não os desanima! Três pit stops já foram anunciados: Fantastica, Matouba e Solidariedade em Platoon. Vamos esperar com grande prazer em nossa cidade esses velejadores que não desistem, apesar de todos o obstáculos.

Equipe de redatores e apoiadores desta edição

Bruno Hirsch, 15 anos

André Martins, 14 anos

Gabriela Fernanda Crispim, 14 anos

Fernando André Rosa, 16 anos

Juana Luisa Santoni, 16 anos

Ana Karoline Ferreto Gardini, 16 anos

Yasmin Camila Kangerski, 16 anos

Jéssica Zimmermann, 16 anos

Adassa Gabriela, 15 anos

Karoline Zermiani, 15 anos

Valéria Veiga, 15 anos

Aline Brem, 15 anos




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.238.235.248

Últimas notícias

ITAJAÍ

Traficantes do Santa Regina, Cordeiros, Cidade Nova e Ressacada são alvo de operação da polícia; veja o vídeo 

PORTO BELO

Mulher morre em acidente de carro e moto

MERCADO NÁUTICO

Itajaí terá 10 dias de feirão de lanchas e iates

CONTORNO VIÁRIO

Justiça não libera “pedágio free” enquanto obras da BR 101 não estiverem concluídas

VÔLEI

Atleta catarinense é pré-convocada pra seleção brasileira de vôlei

SÃO JOÃO

Homem é preso por furtar picanha em mercado de Itajaí

ECONOMIA

Operadora logística de Itajaí ganha certificação pra produtos de saúde e beleza

CAMBORIÚ

Câmara aprova projeto que facilita pagamento de outorgas a construtores

Vai chover multa

Serra pra Curitiba: BR 376 estreia novos radares que flagram excesso de velocidade no “lance”

TÁ NAS REDES

Aulok, o cão-robô do Alok, tem inteligência artificial avançada e custa R$ 8000



Colunistas

JotaCê

Traição e apoio à oposição

Coluna Esplanada

Ombro amigo

Ideal Mente

E quem cuida de quem cuida?

Direito na mão

Trabalho sem carteira assinada conta para aposentadoria?

Show de Bola

Empréstimos feitos

Via Streaming

Visões de uma guerra de interesses

Na Rede

Agroboy mais gato dos EUA, última casinha de BC e romance no ar: confira os destaques das redes do DIARINHO

Histórias que eu conto

Armação da infância I

Coluna do Ton

Parabéns Ale

Mundo Corporativo

Dicas para líderes desorientados e equipes perdidas

Gente & Notícia

Neia capitaneou noite só para elas

Foto do Dia

Pintura ensolarada

Coluna Exitus na Política

Janelas fechadas

Jackie Rosa

Simplesmente Gisele

Coluna Fato&Comentário

Coleção bicentenário: a construção da Matriz

Coluna Existir e Resistir

Bloquinho do Sebastião Lucas resgatando e revivendo os saudosos carnavais

Empreender

Balneário Camboriú atrai cada vez mais clientes do eixo sudeste

Artigos

Aniversário da praça dos Correios



TV DIARINHO


Porto de Itajaí recebe novos equipamentos para operação de contêineres, mas segue sem autorização de ...





Especiais

NA ESTRADA COM O DIARINHO

6 lugares imperdíveis para comprinhas, comida boa e diversão em Miami

Elcio Kuhnen

"Camboriú vive uma nova realidade"

140 anos

Cinco curiosidades sobre Camboriú

CAMBORIÚ

R$ 300 milhões vão garantir a criação de sistema de esgoto inédito 

Legado de amor

Dona Maricotinha, aos 95 anos, tem a vida pautada pela família, religião e dedicação ao próximo



Blogs

Blog do JC

Vereador Fábio Negão siscapa da cassação

A bordo do esporte

Melhores do Ano de VA'A premiam atletas do YCB

Blog da Jackie

Catarinense na capa da Vogue

Blog da Ale Francoise

Lanchinho do bem!

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Ana Paula Lima

"O presidente Lula vem quando atracar o primeiro navio no porto”

Carlos Chiodini

"Independentemente de governo, de ideologia política, nós temos que colocar o porto para funcionar”

Osmar Teixeira

"A gestão está paralisada. O cenário de Itajaí é grave. Desde a paralisação do Porto até a folha sulfite que falta na unidade de ensino”

Omar Tomalih

“Balneário Camboriú hoje é o município que está com o maior controle, com o menor número de notificações de casos de dengue”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação