Matérias | Geral


Itajaí

Quanto mais...

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Original

Recebi assim e não posso afirmar que o aviso é “virtual ou presencial”. Mas achei original diante das merdas cometidas pela secretaria de Obras desta cidade. Profissionais pra c....!!

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Recebi assim e não posso afirmar que o aviso é “virtual ou presencial”. Mas achei original diante das merdas cometidas pela secretaria de Obras desta cidade. Profissionais pra c....!!

Quanto mais...



... mexe, mais fede. É assim que se diz quando há alguma coisa errada. No caso da marca criada pela secretaria de Turismo, é algo do tipo. Quanto mais explica, pior fica. Desde sábado, quando escrevi aqui sobre as coincidências da marca criada, muita coisa (pra não dizer merda) rolou. Por parte da agência, aquele velho argumento de quem não tem argumento: inveja. Inveja, pois o processo de criação é nebuloso, envolve a criação de um acadêmico da Univali, então este é um assunto a ser tratado mesmo é na justiça.

Silêncio

A secretaria de Turismo, que destaco aqui, é a maior responsável pela merda toda e está num silêncio sepulcral. No novo site – que deve estar no pacote – nem uma única linha de esclarecimento. Nem uma nota oficial sequer. Estão como avestruz, com a cabeça enterrada... de vergonha. O prefeito ERD faz de conta que não é com ele. No site oficial de BC, percebe-se só a tal marca no top da home, mas nenhum esclarecimento a respeito da polêmica. Dizem até que ele anda viajando por Santa Catarina promovendo a cidade (utilizando a marca colorida, presumo).


Ideia criativa

Amigo meu que mora em Miami e acompanha de longe essa p... toda questiona a nova marca, que não traz nenhuma referência à cidade. Também sou do tempo que uma marca deveria simbolizar algo da cidade. No nosso caso, quem sabe a ilha das Cabras. É raro uma praia contar com uma ilha bem no seu centro como se tivesse colocada com a mão ali, como se fosse um ornamento. Mas as modernices da publicidade levam as estas invencionices.

Explica, explica

No mundo das artes, a boa pintura e a boa fotografia não necessitam de legendas como bengala para explica-las. Elas estão lá concebidas para o observador fazer sua leitura própria. O vídeo de sete minutos lançado pela agência, bom tempo consumido com explicações sobre o desenvolvimento da marca (ahhh, o vídeo sumiu do You Tube), é uma bobagem sem tamanho. Um criativo amigo meu comentou que quanto mais explica, é porque tem algo errado. Também acho. Um criação, digamos, talentosa, fala por si. Não precisa de bengalas e frases de efeito para explicá-las.

Aparências


Como comentei na coluna no sábado, BC tem a mania de viver de aparências, e parece até que a marca criada entrou na onda.

(In)segurança

Enquanto se discute os 350 mil para investir na profissionalização dos eternos amadores, nas ruas grassa a insegurança. As notícias são diárias e assustadoras. Uma recente foi o assalto a um restaurante na Via Gastronômica (na d. Afonso). Já comentei aqui que os moradores da Vila Real sentem na pele o aumento do número de assaltos depois que foi aberta a ponte do barranco. A rotina mudou na Vila Real, e a palavra medo foi acrescentada no dicionário dos moradores. Para piorar, lembro que denunciei aqui a insalubridade do posto policial próximo à ponte. Denúncias que recebi de membros da corporação da GM. A solução foi, por incrível que pareça, fechar o posto. Aí, não dá para ser feliz.

A indústria...


... da insegurança se fortalece em BC. É cada um por si e Deus (ou as empresas que vendem material de segurança) por todos perante a omissão do Estado – leia-se aqui estado e governo municipal (aquele mesmo que prometeu varrer a bandidagem de BC). A manchete do DIARINHO de ontem foi justamente isto. Os caras cobram impostos e mais impostos e não oferecem a contrapartida. E comerciantes e moradores são os penalizados com a obrigação de transformar suas casas e comércios em verdadeiros bunkers. Alguma coisa está errada.

Kit roubo

Pois então. No sábado, publiquei um tutorial para os jovens que andam pelas ruas com suas melhores roupas e vidrados na telinha do celular. Hoje, é para os adultos algumas dicas para tirar onda da bandidagem: 1) Para a mulherada, andem todas ornadas com colares, anéis, pulseiras, relógio de pulso.. tudo falsificado (o ladrãozinho ficará p... vida quando for negociar); 2) Celular, bem não é um smart, mas para a rua tá bom um aparelho de seus 80 pilas. E faça de conta que está direto no Facebook; 3) A terceira é a mais séria e sem muita solução: a grana, neguinho, é melhor colocar nas nuvens.

Avenida do Estado

Comerciante da avenida do Estado liga no sábado puteado da vida com as obras de asfaltamento daquela via. Disse que as coisas estavam sendo feitas nas coxas, só para constar. Que a conclusão mesmo, só no ano que vem. Isso dito pelo pessoal que estava “obrando”, segundo ele. Entre outras coisas, o comerciante afirma que as áreas de estacionamento não seriam asfaltadas e as calçadas só receberão acessos para as cadeiras de rodas no ano que vem. Engraçado, os caras anunciaram a repavimentação da avenida e começaram no sábado, no mesmo dia que publiquei sobre o atraso das obras. O profissionalismo neste governo me espanta.

E a praça?


Pois é, entregaram a nova Tamandaré. Há quem esteja com saudade da antiga. Eu não. Achava bem envelhecida e fora do contexto. Mas a maldade que rola é de que a nova praça é caso para o Procon: anunciaram uma praça e entregaram outra. Normal, né?! E o pior: com mão de obra especializada dentro dos quadros da secretaria de Planejamento, jogaram na mão de um terceiro. Eita, trem bão!, como diriam os mineiros. Podiam colocar uns pombinhos lá, para darmos milhos aos pombos.

Creche

Leitor ligou do bairro dos Amores para dizer que na época do antigo dono do Infinity Blue havia um outdoor na estrada da Rainha anunciando a doação do terreno para a construção de uma creche. Mas depois que foi vendido, o outdoor desapareceu, escafedeu-se. Deve ser porque neste governo não se constroem creches.

 




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






18.204.56.185

Últimas notícias

VIOLÊNCIA

Trabalhador encontra cadáver de homem apedrejado em Penha

BALNEÁRIO

Fim do mau cheiro: Dragagem do Marambaia vai tirar 6 mil m3 de lodo do canal

ITAJAÍ

Trecho do molhe teve asfalto destruído e deve passar por recuperação

Famosa

Vidente prevê “catástrofe”, destruição total de Balneário e os números da Mega-Sena

CULTURA

Feira Literária de Penha vende livros a partir de R$ 1 

Destaque internacional

Semasa vai apresentar case de sucesso na Dinamarca

BALNEÁRIO

Motorista de aplicativo é preso por tentar matar homem a facadas

BALNEÁRIO

Dono de quitinete encontra o inquilino assassinado

Santa Catarina

Itajaiense vítima de feminicídio é homenageada em programa de proteção à mulher

Festão

Festival da cerveja de Gaspar terá mais de 50 rótulos



Colunistas

JotaCê

Pavan brigou com Amin e fechou com Moisés

Coluna Esplanada

Mão amiga

Canal 1

Alta cúpula do SBT tem encontro com presidente da CBF

Coluna do Janio

Elenco quase formado

Coluna Exitus na Política

O lixo

Jackie Rosa

Família Pereira comemora boa fase do grupo Fort

Clique diário

Itajaí vista do alto

Instituto Ion | Informando e Inovando

Inovação da tecnologia

Na Rede

Se liga nas matérias que foram destaque nas redes do DIARINHO

Via Streaming

“Westworld”

Gente & Notícia

Lançamento da Absoluta no Iate Clube Cabeçudas

Vinicius Lummertz

Santa Catarina: as melhores cidades, PIB nas alturas. Por quê?

Coluna do Ton

Festinha

Coluna Fato&Comentário

Antonico Ramos e o sonho do vigia

Artigos

Cenas para mudar o cenário

Coluna Tema Livre

Não é fácil ser mulher



TV DIARINHO


- Mar agitado, frente fria e chuva forte vêm aí novamente!- Dono de quitinete encontra o inquilino assassinado ...



Podcast

Minuto DIARINHO - 17/08/2022

Publicado 17/08/2022 16:37



Especiais

ENTREVISTA

Duda Salabert “Quando uma travesti é eleita, a sociedade inteira avança”

Brasil

Quem está destruindo as unidades de conservação do cerrado

Saúde

Salsicha, hambúrguer e nugget: pesquisa identifica agrotóxicos em alimentos

famoso

Garçom há 30 anos, Claudinho ama BC

Diversidade religiosa

Mestre Marne quebrou tabus para defender a fé nos orixás



Blogs

A bordo do esporte

Lars Grael tenta mais um título Brasileiro de Star neste fim de semana

Blog do JC

Chefe de Gabinete afirma que tá de boa com prefeito

Blog da Ale Francoise

Tá com tosse aí?

Blog Doutor Multas

Bafômetro pega vape: verdade ou mito? Entenda de uma vez por todas

Blog do Ton

Blumenau ganhará o primeiro lounge bar em formato rooftop

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

Douglas Costa Beber

"Somos a cidade mais saneada de Santa Catarina e uma das mais saneadas do Brasil”

Gabriela Kelm do Nascimento

“A maioria entende que o calçadão da Hercílio Luz deve permanecer porque foi um ganho para a cidade ”

Normélio Weber

"O Hermeto Pascoal vai estar ali. O Toquinho vai estar aqui. O Brasileirão, de Curitiba... Vai estar Chico César...”

Cláudio Werner

“O nosso clube é um formador de atleta olímpico”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação