Matérias | Geral


Itajaí

É possível fugir da mesmice na hora de montar o cardápio da ceia?!

Só é! Chefs da faculdade de Gastronomia da Univali e uma pioneira da vida saudável dão dicas e ensinam o passo a passo de duas deliciosas receitas

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Tem quem ame esta época do ano para meter o pé na jaca sem medo de ser feliz, mas se você já passou desta fase e tá cansado das gordices das ceias natalinas, não se desespere, você não está sozinho! A Fausta foi pesquisar receitas que podem dar aquele upgrade na sua festa em termos de beleza, sabor, nutrição e, o que é melhor, sem pesar na consciência! Isso porque, se não rolou o apocalipse no fim do mundo maia no ano passado, não é agora que você vai botar tudo a perder, né?

“Ah, Fausta, deixa de ser chata, é só uma vez por ano!”, o leitor pode dizer, e eu concordo. Deus o livre ser estraga-prazeres, mas também temos que levar em consideração que é pra frente que se ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


“Ah, Fausta, deixa de ser chata, é só uma vez por ano!”, o leitor pode dizer, e eu concordo. Deus o livre ser estraga-prazeres, mas também temos que levar em consideração que é pra frente que se anda, e quando atingimos um certo nível de consciência do que botamos pra dentro, é difícil voltar atrás. Até porque o próprio paladar muda, não curtindo mais tranqueiras gordurosas.

Além disso, o verão tá aí, ou seja, não vai dar tempo de fazer o detox pra estrear o biquíni. E tem outra: muito mais do que pela estética, o prazer de saber que consumir mais vegetais e grãos afasta o fantasma de doenças brabas, como o câncer, é infinitamente maior do que aquela misturança doida. Podes crer, nega!



Sem falar na nova geração, que voltou a ser aguerrida como outrora, e não engole mais o jeito como os animais são criados, preferindo, como eles dizem, saciar a fome sem crueldade. Eu não aderi ao vegetarianismo, mas admiro quem coloca a compaixão pelos animais acima da glutonice. Tem quem diga que se as pessoas conhecessem o jeito com que a carne é produzida, nunca mais a colocariam na boca. Por isso, minha gente, sempre prefira comprar galinha e ovo caipira, que não têm hormônio nem antibiótico, peixe que não seja de criadouro e carne de boi que se alimentou no pasto.

Desafio sem carne


A chef e professora de Gastronomia da Univali, Cacilda Vogel, 65 anos, aceitou o desafio do DIARINHO de ensinar um prato principal sem carne para a Ceia de Natal. Ela escolheu o cuscuz marroquino vegetariano. “É um prato fácil, nutritivo e saboroso”, recomenda. A chef contou que o cuscuz é feito de sêmola, um subproduto do trigo, muito utilizado na culinária árabe, que tomou outra forma no Brasil.

“Em São Paulo, usa-se a farinha de milho para fazer o cuscuz, que é enformado, decorado com sardinha, ovo, tomate, ervilha e comido frio. Nós estamos usando a receita original, em que a sêmola é hidratada e depois se agregam os vegetais salteados. Quem não for vegetariano pode usar a receita como acompanhamento ou até como recheio de aves, que é bem mais light”, explica. O toque especial da chef fica por conta do chá de hortelã fresco, que hidratou o cuscuz. Acompanhe o passo a passo.

Hora do café

Bolo de frutas substitui com louvor os panetones industrializados


Versão natureba leva açúcar mascavo e demerara, trigo integral, ovos orgânicos e vinho tinto seco

A empresária Tânia Mara Fernandes, 47 anos, comanda há 14 anos, com muito sucesso, o único restaurante de comida orgânica da city, o Univital. Ela recebeu a Fausta num dia quente de dezembro, quando estava arrumando a mesa para o café da tarde, cheio de bolos, sobremesas e pratos salgados, todos feitos com grãos integrais e frutas sem agrotóxico, receitas que são como a mestre-cuca: cheios de fibra! E o que é melhor: sem abrir mão do sabor. Para o DIARINHO, ela preparou um bolo de frutas natalino, que foi que nem diz minha cumádi Ruth: um tapa! Mal ela acabou de decorar, os clientes atacaram o bolo e ficaram suspirando e revirando o zoinho. Um até encomendou um bolo inteiro! Quer melhor prova de que ela tá no caminho certo?

Tânia também deu dicas de como deixar a ceia mais light sem ser chamada de ecochata. “No salpicão, por exemplo, faço questão de usar galinha orgânica, milho de espiga e ervilha vendida a granel, que é cozida igual feijão, se deixa de molho de um dia pro outro e depois vai pra panela. Dá mais trabalho, mas vale a pena. Não usamos nada que seja em lata por causa do excesso de sódio”, ensina. Para o molho, ela diz que usa maionese de soja ou de abacate ou, ainda, pasta de grão de bico e tahine, o hommus.

Outra coisa legal é a rabanada de pão integral e açúcar mascavo, que ela batizou de “Fatia do Céu”, e é assada, não frita. “Muitos clientes vêm tomar café da tarde só pra comer nossa fatia do céu”, se orgulha. Acompanhe, agora, a receita de “Bolo Natalino”, que leva frutas secas e é aromatizado com vinho tinto. Um desbunde de bão!


Bolo Natalino

Ingredientes

1 xícara de passas

1 xícara de vinho tinto seco

1/3 xícara de óleo de canola ou girassol


1 xícara de açúcar mascavo

4 ovos

2 xícaras de trigo integral

1 colher (sopa) de fermento químico

1 xícara de frutas cristalizadas

Raspas de laranja

1 colher (sobremesa) de canela

½ xícara de nozes

½ xícara de amêndoas

1 xícara de creme de leite light

3 claras

3 colheres (sopa) de açúcar demerara

Raspas de limão

1 - Coloquer as passas de molho no vinho por 12 horas.

2 - No liquidificador, coloque os ovos, óleo, açúcar, vinho e creme de leite light.

3 - Coloque numa vasilha e misture com o trigo, as frutas (deixe algumas para a decoração), raspas de laranja e por último o fermento.

4 - Unte uma fôrma com buraco no meio e leve pra assar em forno a 200 graus por cerca de 40 minutos.

5 - Para a cobertura, leve as claras e o açúcar ao fogo; quando ferver, leve pra bater na batedeira até o ponto de marshmellow.

6 - Espere o bolo esfriar para colocar a cobertura e enfeitar com cerejas, frutas cristalizadas, figo e nozes.

Cuscuz vegetariano

Ingredientes

2 xícaras de cuscuz

½ colher de manteiga

½ abobrinha

½ cenoura

¼ xícara de passas

¼ xícara de damasco

½ maço de hortelã

Azeite extra-virgem

Salsa picada

Sal

Pimenta do reino

1 - Primeiro deixe as frutas secas hidratando na água morna por 20minutos

2 – Pique bem os ingredientes para facilitar o preparo

3 – Deixe o cuscuz de molho na tijela com 500ml de chá de hortelã por 10minutos

4 – Salteie a abobrinha e a cenoura na frigideira quente com manteiga

5 – Tempere com sal e pimenta, coloque a salsa e o azeite e misture tudo

6 - Decore com folhas de hortelã e sirva imediatamente. Serve duas pessoas como prato principal, acompanhado de salada verde e molho de iogurte com ervas.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






34.236.192.4

TV DIARINHO


Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 09/08/2022

Publicado 09/08/2022 20:22



Especiais

Saúde

Salsicha, hambúrguer e nugget: pesquisa identifica agrotóxicos em alimentos

famoso

Garçom há 30 anos, Claudinho ama BC

Diversidade religiosa

Mestre Marne quebrou tabus para defender a fé nos orixás

conexão

Networker aproxima Balneário Camboriú das celebridades

Sem medo do trabalho

Dona Terezinha toca uma confecção aos 84 anos



Blogs

Blog do JC

Desencantou

Blog do Ton

Blumenau ganhará o primeiro lounge bar em formato rooftop

A bordo do esporte

Seleção Brasileira de Vela faz sessão de treinos contra a Argentina

Blog Doutor Multas

Desentupidora de pia em Moema: chegada rápida, orçamento sem compromisso e garantia no desentupimento

Blog da Ale Francoise

Inclua inhame no seu dia!

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

Gabriela Kelm do Nascimento

“A maioria entende que o calçadão da Hercílio Luz deve permanecer porque foi um ganho para a cidade ”

Normélio Weber

"O Hermeto Pascoal vai estar ali. O Toquinho vai estar aqui. O Brasileirão, de Curitiba... Vai estar Chico César...”

Cláudio Werner

“O nosso clube é um formador de atleta olímpico”

Willian Cardoso, o Panda

"Saquarema provavelmente vai ser meu último mundial, aí eu vou estar focado no brasileiro”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação