Colunas


JotaCê

Por Coluna do JC -

JC é colunista político do Diarinho, o jornal que todo mundo lê, até quem diz que não. A missão do socadinho escriba é disseminar a discórdia, provocar o tumulto e causar o transtorno, para o bem da coletividade.

Amin e Agnaldo nas demandas da pesca


Demandas da pesca. O presidente do Sindipi, Agoniado, ops, Agnaldo dos Santos, conversou com o senador turco-careca Esperidião Amin (PP) (Foto: Divulgação)

Demandas da pesca. O presidente do Sindipi, Agoniado, ops, Agnaldo dos Santos, conversou com o senador turco-careca Esperidião Amin (PP)

 

Vice?

Se há uma pergunta que não quer calar nos bastidores da política dengo-dengo do outro lado da vala, em Navega City, é quem será o vice do prefeito Liba Top, ops, Fronza (PSD), nas próximas eleições de outubro.

Não é o ideal?

Corre à boca miúda, entre os puxas do alcaide, que esse não seria o melhor momento para um vice do Partido Liberal, mesmo na Santa & Calorenta Catarina, visto as prisões de prefeitos e até do presidente nacional do partido na operação da PF. Será que será? 

Briga feia

Um dos nomes mais cotados seria o da conservadora, ops, vereadora, Lu Bittencourt, que preside o PL local. Mas Liba enfrentaria uma certa rejeição trazida pelo nome da conservadora que já andou arranjando muita briga por conta de posicionamentos preconceituosos. E a Lu, no passado, provocou mal-estar se lançando pra ocupar a cadeira de prefeito em 2026. 

Carnaval com balneabilidade 100% na Dubai brasileira. Que beleza! (Foto: Divulgação)

 

Adriana

Uma opção, quem sabe, destacam os linguarudos de plantão dengo-dengo, seria a professora e vereadora Adriana Macarini, também do PL, com menos rejeição e até mais simpática que a Lu Bittencourt.

Pablo

Mas outro nome pode vir a atravessar o samba-enredo desta decisão: o do secretário municipal de Saúde, Pablo Sebastian Velho. Médico infectologista, servidor efetivo da saúde há mais de 10 anos, professor de carreira da Univali, pesquisador, coordenador do colegiado de secretários da Amfri, Pablo tem feito um excelente trabalho na pasta mais desafiadora de Navega City.

Respeitado

O secretário também é muito respeitado pelo povão e pelos mais ricos, circula bem no governo Jorginho Mello (PL), e também no meio acadêmico/universitário. Seria uma opção diferente e quem sabe formariam uma dupla ainda mais imbatível. E agora?

O deputado estadual Emerson Stein (MDB) está trabalhando para que as eleições em Bombinhas sejam com extremo planejamento e rigorosa organização. Encontros de ajustes e de articulação estão sendo realizados a cada semana. Responsabilidade, respeito e humildade são as condições para as conversas. Os sorrisos são testemunhas do resultado (Foto: Divulgação)

 

Praia Central toda própria

A praia Central de Balneário Camboriú está toda própria para banho. É o que aponta relatório da Emasa, que faz o monitoramento três vezes por semana da balneabilidade das praias da Dubai brasileira. O relatório foi publicado nesta sexta, assim como também foi publicado o do Ima, que deu próprios cinco dos 10 pontos analisados.

Diferença

No resultado do Ima da última coleta, observado individualmente, deu tudo positivo na praia Central, mas o que negativou cinco dos pontos foi o histórico das cinco últimas coletas. O mesmo método de cinco coletas para dar positivo é feito pela Emasa, com a diferença de que a Emasa não coleta quando chove, ao contrário do Ima.

Choveu, fodeu

Sem querer ser técnico, o que se observa é que, com a melhora do tempo (por fim parou aquele mundaréu de chuva!), melhoraram também os resultados das coletas de balneabilidade da praia Central, então, pela lógica, uma coisa está ligada à outra. O que corrobora a tese de que a chuva influencia muito a balneabilidade em praias urbanas. Ou num é?

Polêmica

Enquanto isso, o Ima segue fazendo suas coletas faça chuva ou faça sol, isso sem falar que as coletas feitas pelo instituto são através de convênio com o Corpo de Bombeiros, que sabe-se lá se tem ou não preparo técnico para a função. Não querendo aqui menosprezar os bombeiros, lógico, que fazem um baita serviço para a população em suas funções de salvamento e tal. O fato é que o assunto é polêmico, pero no mucho...

O pré-candidato a vereador do PL pexêro, Fernando Pegorini, trouxe pras hostes do partido o polêmico ex-presidente da OAB de Itajaí, Marco Antônio Cachel (Foto: Divulgação)

 

Resumindo

No resumo, o que parece óbvio é que a chuva tem sim influência na balneabilidade da praia Central, que a falta de esgoto tratado em Camboriú tem sim influência (porque quando chove toda bacia do rio Camboriú é “lavada” e a caca é despejada na foz do rio), e que o tempo bom e a balneabilidade positiva tiram o único assunto que move a trinca de vereadores de oposição da Dubai brasileira que jogam no quanto pior, melhor. Ai qui dor!

Agnaldo e Amin

O presidente do Sindipi, o Agoniado, ops, Agnaldo Santos, esteve reunido com o senador turco-careca Esperidião Amin (PP) na semana que se encerra na city pexêra. A interlocução para garantir a provisão orçamentária necessária para a elaboração de uma proposta de Plano de Gestão da Corvina foi uma das solicitações feitas ao representante catarinense no senado.

O presidente do Crea/SC, Kita Xavier, com o engenheiro Vinícius, presidente do Confea (Foto: Divulgação)

 

Gestão sustentável

“A corvina é a principal espécie capturada em Santa Catarina e assegurar a gestão sustentável é de extrema importância não só para a pesca, mas para a economia catarinense”, explica Agnaldo. Mais de 35 citys na Santa & Calorenta Catarina estão envolvidas na atividade de pesca da corvina.

10 milhões de dólares

Destaque para as cidades de Navegantes, Itajaí, Passo de Torres, Bombinhas, Florianópolis, Laguna e Palhoça, que concentram mais de 80% da captura no estado. Em 2022, a pesca da espécie movimentou mais de R$ 200 milhões. As exportações alcançaram quase 10 milhões de dólares, consolidando a corvina como a principal espécie de pescado exportada pelo estado barriga-verde.

Itajaí: Capital Nacional da Pesca

Esperidião Amin é o autor da lei recentemente sancionada que reconhece Itajaí como a Capital Nacional da Pesca. No final de 2023, ele foi o responsável por viabilizar o envio de R$ 40 milhões em emendas ao MPA (Ministério da Pesca e Aquicultura). O recurso, segundo publicação do próprio MPA, deverá ser destinado a projeto de monitoramento pesqueiro nas regiões Sul e Sudeste.

Agradeceu

“O senador Amin é um parceiro do setor e solicitamos mais uma vez o seu apoio com relação à corvina e outras demandas já encaminhadas, como a fauna acompanhante. Foi gratificante recebê-lo aqui para agradecer novamente por todos os esforços que tem feito em prol da pesca catarinense”, frisou o presidente do Sindipi.

Vacinas

Lamentável em todos os sentidos o que têm feito prefeitos da Santa & Bela Catarina, ao desobrigarem que pais de alunos não precisem apresentar a vacina contra o covid-19 de seus rebentos. Novamente a ciência e a saúde sendo colocadas de lado por conta da insanidade e politicagem de alguns. Ano eleitoral, já viu o descalabro pra garantir votos dos descabeçados. Tenham juízo. Homem público precisa ter coragem. Vida real é diferente de caçar likes na internet.

Criminosos

Os decretos são inconstitucionais, criminosos até, porque por mais que os insensatos façam discursos contra a imunização dos pequerruchos, foi a vacina que freou a escalada do vírus pestilento que lotou hospitais e matou quase um milhão de brasileiros. E o mais irracional é que os contra a vacinação da covid-19 brigam pra ter vacinação contra a dengue. Dá pra entender?

Mente embolorada

A vacina, negada por governantes insensatos, salvou vidas e trouxe não apenas esperança, mas brecou o vírus da covid-19 e nos proporcionou viver novamente na normalidade. Devem ser responsabilizados criminalmente por tal ato. Covardes. E quem pensa desse jeito é outro abobado que fica escutando o tio e a tia do zap, que não tem conhecimento e sim opinião tosca, porque consomem só fake news. Ficam com a mente embolorada.

História 

Talvez um pouco de história faça bem para os idiotas que teimam em negar a ciência e a saúde. No começo do século passado, o Rio de Janeiro era a capital do país e a cidade sofria com todo tipo de peste, digo, problema de saúde pública. Era um caos.

Morriam milhares

Milhares de pessoas morriam todos os anos por conta da febre amarela, peste bubônica e varíola. O presidente Rodrigues Alves assumiu o governo em 1902 e resolveu mudar esse quadro. Nomeou o médico Oswaldo Cruz para combater as doenças, principalmente a varíola. Oswaldo tinha estudado na França e trouxe para o Brasil a vacina contra a doença.

Vacinação em massa

Oswaldo Cruz sabia que a vacinação em massa era a única forma de erradicar a varíola. No dia 31 de outubro de 1904, o governo aprovou uma lei tornando a vacinação obrigatória para todos os brasileiros acima de seis meses de idade.

Jacarés...

O problema é que o povão não estava preparado e ainda tinha as fakes news, ops, boatos de que a vacina transformava pessoas em animais. Alguém se alembra de um presidente afirmando que a vacina contra a covid-19 transformava pessoas em jacarés? Bom, pra encurtar o papo, na época, estudantes, operários, militares e os políticos de oposição, todos contrários à vacinação obrigatória, se uniram.

Revolta da vacina

Formaram uma aliança, conhecida como a Liga contra a Vacinação. Os protestos geraram a Revolta da Vacina que teve início no dia 10 de novembro de 1904. Durante seis dias, o Rio de Janeiro viveu um clima de guerra, incêndios, saques, tiroteios e barricadas. O povo destruiu postos de vacinação, bondes, lojas, os prédios públicos e até o palácio do governo. A polícia reagiu com violência.

 

Campanhas educativas

O presidente decretou estado de sítio, suspendendo as garantias constitucionais, e convocou o exército pra reprimir os revoltosos. No fim, 31 mortos, 110 feridos, 945 presos e 461 deportados para o Acre. No final, a obrigatoriedade da vacinação foi suspensa e o governo começou a fazer campanhas educativas e a oferecer prêmios e benefícios pra quem levasse a agulhada de boa.

Salvam miles

A estratégia deu certo, a população aderiu e foram reduzidos os casos de varíola. Pra muitos, a Revolta da Vacina teria sido um marco, pois mostrou a resistência do povo às imposições do governo. Mas, muito mais que isso, a importância da ciência e da saúde pública. Ou seja, as vacinas são fundamentais pra prevenir e combater doenças e salvam milhões de vidas todos os anos.

Salário Mínimo Profissional

O Crea-SC e o Confea têm unido esforços para valorizar as engenharias e assegurar o cumprimento do Salário Mínimo Profissional (SMP) nas áreas técnicas do Sistema Confea/Crea. Recentemente, em Brasília, o Confea lançou a Frente de Valorização Profissional do Sistema Confea/Crea e Mútua, que visa incentivar a denúncia de editais de concursos que não respeitam o SMP ou extrapolam as atribuições técnicas das vagas.

Valorização

Desde 2022, o Crea-SC tem adotado medidas para valorizar os profissionais e garantir o cumprimento do Salário Mínimo Profissional (SMP), destacando a importância de profissionais qualificados ocuparem cargos técnicos.

Processos

O conselho já iniciou 35 processos judiciais contra editais que violam o SMP, conseguindo liminares em cerca de 30 casos. Além disso, enviou 91 ofícios a órgãos públicos, especialmente prefas, pedindo adequações nos editais que não respeitam o SMP.

Responsabilidade

O presidente do Crea-SC, Kita Xavier, enfatiza a importância dos profissionais da área tecnológica para o crescimento nacional, destacando a necessidade de valorizá-los e garantir o cumprimento da legislação que estabelece o Salário Mínimo Profissional.

Segurança

Kita ressalta que cada obra ou serviço realizado por profissionais registrados traz segurança para a sociedade e reforça a responsabilidade desses profissionais. Xavier sublinha o papel fundamental do conhecimento técnico-científico das áreas de engenharia, agronomia e geociências para o benefício da sociedade.

Canal de denúncias

O site www.confeavaloriza.com.br é o canal para receber denúncias sobre concursos que não pagam o salário mínimo ou exigem mais do que o necessário. Ele também convida os profissionais e cidadãos a serem fiscalizadores e acompanhar as ações do Conselho.

Regulamentado

Quando uma denúncia é feita, a equipe jurídica do Confea a analisa e, se confirmada, toma medidas legais. As denúncias podem ser anônimas, mas quem fornecer seus dados receberá atualizações por e-mail. O Salário Mínimo Profissional é regulamentado pela Lei Federal nº 4950-A e pela Lei nº 5.194/66, estabelecendo uma remuneração mínima obrigatória para os profissionais das áreas abrangidas pelo Sistema Confea/Crea.

 


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

JotaCê

Grande evento vai lançar Osmar candidato a prefeito

JotaCê

Osmar Teixeira traiu a Anna Carolina

JotaCê

Vereadora mandou colega praquele lugar

JotaCê

Bate-papo com o reitor

JotaCê

Liba forte

JotaCê

Chiodini no comando

JotaCê

Juliana é candidata

JotaCê

Vereador faz demagogia usando o chapéu alheio

JotaCê

Forte candidato a sucessão de FO

JotaCê

Comissionados do Porto caçam mosquitos

JotaCê

Padaria Jaqueline é ponto de encontro em BC

JotaCê

Rubens fala tudo sobre a disputa à prefeitura

JotaCê

Cocada fervendo

JotaCê

Jorginho e Fabrício nos Emirados

JotaCê

Tour por BC com a lenda Gil

JotaCê

Mais gente chegando ao MDB

JotaCê

Diretor do Semasa explica falta de água

JotaCê

Querida leitora Valentina

JotaCê

Fábio Negão na mira

JotaCê

Bate papo com quem manda



Blogs

A bordo do esporte

Inaê Sailing Team segue entre os primeiros da Copa Mitsubishi

Blog do JC

Não sabe de nada...

Blog da Jackie

Verão, calor, quentura e mormaço

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Adão Paulo Ferreira

"Porto sozinho não serve para nada. Ele precisa ter navios, linhas"

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”

TV DIARINHO




Especiais

MEIO AMBIENTE

Ibama proíbe pulverização aérea de agrotóxico letal a abelhas, o tiametoxam

Caso Ilha de Marajó

Vereadora de Navegantes está entre os políticos que impulsionaram fake news sobre exploração sexual infantil

TURISMO

Japaratinga: vale a pena se hospedar no melhor resort do Brasil?

VIAGEM NO TEMPO

Museu do Carro traz nostalgia e diversão sobre o universo automotivo

NOVOS TEMPOS

SC é pioneira na promoção da mobilidade elétrica



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação