Colunas


Coluna Exitus na Política

Por Sérgio Saturnino Januário - pesquisa@exituscp.com.br

É i-na-cre-di-tá-vel...


Para vivermos em grupo, maiores ou menores, históricos ou recém-formados, de qualquer feitio cultural, precisamos entregar parte da individualidade e do egoísmo que cresce em nossos genes em troca de condições de viver com os outros. É inevitável como espécie: vivemos em grupo. Até para ser só necessitamos destacar os outros e, por este motivo, lhes damos vida. Estar só não é igual a eliminar os outros de nossas vidas.

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

OU

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Em sociedades modernas ocidentais, pretensamente republicanas e esperançosamente democráticas, organizamos a vida em grupo a partir de três estruturas de sociedade para vivermos em grupo. Tais Estruturas elevam nossos horizontes para além de nossos egos: uma para julgar os desvios de vida em grupo [Estrutura Jurídica]; outra para dizer como fazer as coisas que devem ser feitas [Estrutura Legislativa]; e outra para fazer em nome de todos o precisa ser feito [Estrutura Executiva]. Vistas em conjunto nasce o Aparelho de Estado: um ser capaz de estimular as boas condutas, criar planejamento e separar os maus e os males da vida social.

Tudo pronto, a Cultura aprofunda os valores sociais e as referências de como se deve viver: Religião, para nos eternizarmos; Escolas, para sermos inseridos nas regras da vida social; Trabalho, para nos dar sensos de riqueza e utilidade. Então, sabemos o que deve ser feito, como fazer, porque fazer e, por fim, fazer. E fazemos: acordamos todos os dias e vamos à luta a executar a vida que está diante de nós – a nossa própria vida.

Se fizemos algo que não está nos contornos das regras da vida em grupo, então passamos a falsear a vida e a esconder o que não deve ser visto. A primeira “veste” social que cria disfarces é a forma como nos apresentamos aos outros. Queremos ser vistos de acordo com as regras: há invenções mirabolantes que falamos de nós mesmos aos outros para parecer que somos símbolos das virtudes da vida em sociedade. Por baixo das vestes e seus símbolos, como esqueletos incompletos, surgem as falsificações materiais.

É I-na-cre-di-tá-vel que alguns, em postos políticos e sociais de extrema exposição, como esqueletos incompletos e sob farrapos, tentem falsificar documentos cujos registros estão em guarda de sistemas digitais. Sistema digitais são [1] processos referentes a tecnologia eletrônica cuja composição se realiza em dígitos ou números, e [2] diz respeito a Dedaleira, ao dedo e suas marcas pessoais]. Como derivado de digital encontram-se rastros, marcas da passagem.

É I-na-cre-di-tá-vel, senão imbecil, que alguém ou alguns possam tentar forjar documentos que deixam tantas marcas quanto o sangue que se derrama pela boca. É I-na-cre-di-tá-vel que se acreditem longe dos focos de observação social, do controle social. Por fazer na surdina, como a noite fechada e chuvosa com vento de inverno contra a qual todos se recolhem, se imaginariam protegidos por si mesmos. Protegidos porque se consideram juízes de seu próprio julgamento. É I-na-cre-di-tá-vel que se pensem como acima do fato de vivermos em grupo social ao qual devemos entregar parte da individualidade e do egoísmo que cresce em nossos genes em troca de condições de viver com os outros.

É I-na-cre-di-tá-vel, senão tolo, criar para os outros a imagem de si mesmo por invenções mirabolantes para parecer ser símbolo das virtudes da vida em sociedade. Por baixo das vestes e seus símbolos, como esqueletos incompletos, surgem as falsificações de ser humano. Ou, pelo inverso do verso, acreditar que todos os membros do grupo social no qual existimos, são absolutamente tolos e imbecis. É I-na-cre-di-tá-vel, senão tolo, senão imbecil.


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.



Bons negócios

Unimed Litoral está contratando terapeutas ocupacionais e fonoaudiólogos

Mercado de eletrificados cresce ainda mais no Brasil

VivaPark vai sediar competição de ciclismo; inscrições estão abertas


Veículos

Motos

Cg 160 Titan

R$ 22.500,00

Motos

Shadow 750

R$ 42.000,00

Motos

Biz 110i

R$ 14.600,00

Motos

Biz 125

R$ 19.600,00


Imóveis

Sítio, Chácara ou Fazenda

Vende-se Linda Chácara Na Paciência

R$ 1.500.000,00

Kitnet

Kitnetes Completas P/ Solteiros

Quartos

Quarto Para Alugar

Apartamento

Vendo Apartamento Em Bc

Casa

Vendo / Troco (sobrado)

R$ 300.000,00

Apartamento

Vendo / Alugo Apartamento


Empregos

Ofereço-me para trabalhar

Pedreiro, Encanador E Eletricista

Ofereço-me para trabalhar

Casal Para Cuidar De Chácaras E Sítios

Tenho vaga para

Fetrammasc Contrata

Tenho vaga para

Santlux Constrata

Ofereço-me para trabalhar

Pedreiro Com Boas Referências

Ofereço-me para trabalhar

Diarista / Faxina

Ofereço-me para trabalhar

Diarista / Pós-obra

Tenho vaga para

Pezzini Paes Contrata


De tudo

Comércio, escritório e indústria

Grampear Comércio E Assistência

Esporte e saúde

Massoterapia / Quiropatia






Entrevistão

LEONEL PAVAN

“Este muro imaginário de [BC] rica e [Camboriú] pobre que tem que acabar”

Edson Piriquito

"No momento que eu implanto o pronto-socorro dentro de uma das alas do Ruth, eu resolvo atender o ser humano e não comprovante de residência e título de eleitor”

Marisa Zanoni Fernandes

"Balneário Camboriú não precisa de capitão, fantoches, seres iluminados, ungidos. Precisa de pessoas comprometidas com a democracia”

Vilfredo e Heloísa Schurmann

"Nós reciclamos só 6% no Brasil. Na Europa já é 50%. A própria China já está com 35% de reciclagem” (Vilfredo)

ENQUETE

Qual o seu favorito se as eleições municipais de Penha fossem hoje?

Evandro dos Navegantes (PSD)

Gilberto Rodrigues (PP)

Janete Krueger (PSB)

Júnior Mafra (MDB)

Juraci Alexandrino (MDB)

Luizinho Américo (PL)



TV DIARINHO


Os motociclistas Jessica Aline, de 37 anos, e Rafael Augusto, de 33, são as vítimas fatais do acidente ...





Especiais

RIO GRANDE DO SUL

“Faltou escala para mostrar as chuvas no mapa”, diz chefe do Inmet em Porto Alegre

ONG DENUNCIA

JBS e FriGol teriam comprado gado ilegal criado na terra indígena Apyterewa

NA ESTRADA

Passeio verde, arte e vida urbana: mergulho em São Paulo

TRAGÉDIA

No Rio Grande do Sul, indígenas temem deixar suas casas pela inundação e perder território

Sem apoio federal

Escolas cívico-militares avançam nos estados



Colunistas

JotaCê

Vergonheira sem fim

Coluna Esplanada

Vai ter petróleo

Diário do Investidor

O dinheiro te serve ou você serve o dinheiro?

Via Streaming

Poder, obsessão e assassinato

Ideal Mente

Você tem fome de quê?

Direito na mão

Como o tempo de trabalho rural pode beneficiar sua aposentadoria

Show de Bola

O busão voltou

Na Rede

Explosão na oficina de motos, catarinense no leilão do Neymar e mais: o que bombou nas redes do DIARINHO

Coluna do Ton

Niver da Candice

Mundo Corporativo

Cansado das mesmas coisas na empresa, é hora de mudar?

Histórias que eu conto

Colégio Catarinense 4

Coluna Exitus na Política

O CHARME DA POLÍTICA: IGUALDADE E LIBERDADE [1]

Jackie Rosa

Felizes para sempre

Coluna Fato&Comentário

Associativismo comunitário em Itajaí: o começo

Artigos

O combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes é um compromisso coletivo

Gente & Notícia

Níver da Margot




Blogs

A bordo do esporte

Paulista de Star 2024 será neste fim de semana no YCSA

Blog da Jackie

A + bela catarinense

Blog do JC

David, faz B.O contra Juliana Pavan

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação