Colunas


Ideal Mente

Por Vanessa Tonnet - Vanessatonnet.psi@gmail.com

CRP SC 19625 | Contato: (47) 99190.6989 | Instagram: @vanessatonnet

Luto não é depressão


O luto é um processo que consiste em uma reação à perda e envolve uma adaptação à nova realidade, seja a perda de um ente querido por morte ou até mesmo luto por um divórcio, término de relacionamento (que são os lutos não reconhecidos). Tal transição exige um trabalho emocional e cognitivo e envolve uma sucessão de quadros clínicos que oscilam ao longo do processo, e não um conjunto de sintomas que iniciam após a perda e somem com o tempo.

São inúmeras as reações do luto em diversas dimensões (emocionais, físicas, cognitivas, comportamentais e espirituais). Muitas reações podem ser semelhantes a sintomas depressivos, principalmente quando falamos da experiência do luto agudo, incluindo a tristeza, insônia, falta de apetite, perda de peso, o desinteresse pelas questões sociais, apatia, sentimentos de desespero, de desamparo, exaustão física e psicológica.

Quando falamos do luto, torna-se importante ressaltar que as reações vem como ondas, há uma oscilação, além de estarem relacionadas à experiência da perda - o conteúdo dos pensamentos representam preocupações e memórias voltadas para a pessoa falecida, término de relacionamento ou o objeto perdido.

Na depressão, o humor deprimido tende a ser persistente sem estar relacionado a pensamentos ou preocupações específicas. A dor no processo existente do Luto pode estar acompanhada por emoções e humor positivos que são pouco caraterísticos da depressão.

Há diversos fatores a diferenciar e observar.

O luto pode ser complicado e pode estar associado a um processo de adoecimento, mas o luto não é uma doença. É um processo que precisa ser vivenciado - precisa haver espaço para o trabalho e a elaboração da perda.

É necessário conhecimento, técnica e um olhar cuidadoso para a especificidade de cada caso. Olhar para além dos sintomas - avaliar fatores de risco e de proteção, explorar recursos para o enfrentamento e ressignificação para a perda.

Em meus atendimentos clínicos com as pessoas enlutadas eu analiso, a partir do que aquele enlutado me apresenta, em que eu posso ajudá-lo. Há um diagnóstico. Falo sobre qual a maneira de acompanhar e tratar.

Em uma sociedade na qual a morte e a perda ainda são tabu e na qual não há espaço para a tristeza e para a escuta do outro, torna-se essencial o cuidado com a medicalização da dor e com o excesso de diagnósticos - muitas vezes eles operam para silenciar o sofrimento, e o processo de ressignificar, o que torna um pouco mais confuso o enfrentamento do processo e elaboração ao luto.

Você que está ou passou por um processo de perda, luto, como se sentiu? Teve acolhimento, escuta, espaço adequado para validar sua dor, seus sentimentos e pensamentos, neste momento tão singular?

A psicoterapia pode auxiliar neste processo. Se cuide!


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Ideal Mente

Seis dicas práticas para desenvolver a autoconfiança

Ideal Mente

Como equilibrar o uso de telas e prevenir o vício em videogames

Ideal Mente

Psicoterapia na terceira idade

Ideal Mente

Como apoiar mães enlutadas e lidar com a perda durante as celebrações

Ideal Mente

Como lidar com pessoas em surtos psicóticos

Ideal Mente

Como lidar com a frustração: estratégias para manter a calma

Ideal Mente

Como agir diante de uma pessoa enlutada: o que não fazer ou dizer no luto?

Ideal Mente

Você já fugiu das situações por medo, vergonha ou timidez?

Ideal Mente

Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Ideal Mente

Viver é também sobre perder

Ideal Mente

Como lidar com uma crise de ansiedade?

Ideal Mente

Entendendo a ansiedade

Ideal Mente

5 hábitos que prejudicam sua saúde mental



Blogs

A bordo do esporte

Filme Sozinho no Fim do Mundo entra em campanha de financiamento coletivo

Blog da Jackie

Jeans que veste você

Blog do JC

BR-101 pode colapsar

Gente & Notícia

José Loreto desfile com sunga fio-dental no São Paulo Fashion Week

Blog da Ale Francoise

Esta aberta a temporada de peelings sequenciais!

Blog do Ton

Gloria Groove chega à Santa Catarina neste fim de semana para shows em Florianópolis e Balneário Camboriú

Blog Doutor Multas

Exame para renovar CNH

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Mônica Zewe Uriarte e Mário Uriarte Neto

"Não é um império de riqueza material, mas um império de amor, de solidariedade, de fraternidade, de comunhão”

Fernanda Takai

"...Rock de menina é superbom. É feito por gente muito capacitada e talentosa”

Graziela Eskelsen

"A fake news está trazendo um prejuízo tão grande quanto o atentado em si”

Valéria Ferreira

"A internet liberou todo tipo de conhecimento, inclusive de violência, de racismo, de nazismo, de fascismo”

TV DIARINHO

Confira os destaques desta sexta-feira: - Bandidos tacam fogo em carro após assalto a banco; - Justiça ...




Especiais

LAGES

Embarque com o "Na Estrada" para curtir a 33ª Festa Nacional do Pinhão

TORTURA

Petrobras participou de tortura e monitorou orientação sexual de funcionários na Ditadura

AGÊNCIA PÚBLICA

Governo Bolsonaro fichou líderes caminhoneiros segundo o grau de “ameaça”

BRASÍLIA

"Somos uma família": senadores bolsonaristas se solidarizam com golpistas presos na Papuda

NA ESTRADA

Cinco museus pra conhecer em SC



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação