Matérias | Geral


ABORDAGEM SOCIAL

Ministério Público denuncia ao STF “higienização social” em Balneário Camboriú

MP diz que prefeitura descumpre decisão judicial e segue praticando remoção forçada de andarilhos; secretaria nega

João Batista [editores@diarinho.com.br]

Operações contra moradores de rua estão sendo discutidas no STF e também numa ação civil pública no TJ de Santa Catarina (Foto: Arquivo/Divulgação)

O Ministério Público de Santa Catarina informou ao Superior Tribunal Federal (STF) que Balneário Camboriú descumpre a decisão pela aplicação da Política Nacional para a População de Rua e que promove “higienização social” com a remoção forçada de andarilhos. Em despacho na segunda-feira, o ministro Alexandre de Moraes determinou que a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifeste em cinco dias sobre a alegação da promotoria.

Segundo o MPSC, BC descumpre o que foi determinado, em 2023, na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental 976. Trata-se de uma ação da Rede Sustentabilidade, Psol e Movimento dos Trabalhadores Sem Teto que pede que os governos federal, estaduais e municipais promovam ações concretas pela saúde e vida dos andarilhos, conforme as diretrizes de política nacional de 2009.

Na ação, o plenário do STF confirmou, por unanimidade, em agosto do ano passado, decisão de Alexandre de Moraes pra que estados e municípios adotassem providências imediatas de acolhimento ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Segundo o MPSC, BC descumpre o que foi determinado, em 2023, na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental 976. Trata-se de uma ação da Rede Sustentabilidade, Psol e Movimento dos Trabalhadores Sem Teto que pede que os governos federal, estaduais e municipais promovam ações concretas pela saúde e vida dos andarilhos, conforme as diretrizes de política nacional de 2009.

Na ação, o plenário do STF confirmou, por unanimidade, em agosto do ano passado, decisão de Alexandre de Moraes pra que estados e municípios adotassem providências imediatas de acolhimento das pessoas em situação de rua. Na ocasião, a decisão manteve o prazo de 120 dias pra que o governo federal elaborasse um plano de ação e monitoramento pra implantação da política nacional para a população de rua. O plano foi entregue em dezembro.



A decisão proíbe o recolhimento forçado de bens e pertences, a remoção e o transporte compulsório de moradores de rua e o uso de arquitetura hostil pra evitar que as pessoas se abriguem nos locais. Estas medidas estariam sendo descumpridas em BC, conforme indicou o MP. A promotoria ainda informou que uma ação civil em andamento no Tribunal de Justiça de SC já trata do caso.

No processo, o MP destaca que foram impostas medidas parecidas às determinadas na ação junto ao STF. Também foi noticiado que agentes municipais seguiriam “atuando de forma indevida e violenta em face das pessoas em situação de rua, com o fim de promover higienização social para remoção forçada dos indesejados à outras localidades, inclusive para internação compulsória (de forma ilegal) em Comunidade Terapêutica (local inadequado)”.

Ao DIARINHO, a secretária de Inclusão Social, Christina Barichello, negou que o município esteja descumprindo as medidas judiciais. “Nós não fazemos isso, até porque você só pode internar alguém com o consentimento e em fazendas terapêuticas que são abertas”, justificou.


Ela informou que a secretaria de Saúde tem o "consultório social", que é composto de equipe técnica, com médicos, psicólogos e enfermagem, e que a abordagem social acompanha a avaliação social das pessoas atendidas. Ainda não há informações se a procuradoria do município deve se manifestar ao STF.

 

Justiça local fixou multa de R$ 10 mil para cada ação forçada

MP informou em março que prefeitura não está cumprindo ordem judicial (Foto: Divulgação)

 


A decisão do TJSC em junho de 2023 atendeu parte dos pedidos da promotoria, proibindo o uso da Guarda Municipal nas abordagens sociais, a condução forçada de andarilhos para a “Clínica Social” – serviço já desativado – e obrigando que fossem respeitados os direitos fundamentais das pessoas , como a autonomia e a liberdade de ir e vir.

Apesar da decisão, em março o MP juntou ao processo informações de que a prefeitura não está cumprindo a ordem judicial, a partir de apuração de denúncia que chegou à 4ª promotoria de justiça em janeiro.

“Por meio de diversos depoimentos, ficou comprovado que as pessoas em situação de rua estariam sendo encaminhadas compulsoriamente à Comarca de Biguaçu, para tratamento em uma Comunidade Terapêutica denominada Instituto Redenção”, disse a juíza Adriana Lisboa em despacho no mês passado.

A apuração ouviu pessoas levadas ao instituto, sendo que muitas delas teriam sido largadas à própria sorte em Biguaçu, sem documentos ou condições financeiras. Elas relataram que foram abordadas em BC por guardas municipais e servidores do serviço social e colocadas em ônibus e vans à força.


Nos depoimentos, os moradores de rua disseram que teriam sido “sequestrados” numa operação de “varredura” em Balneário, sofrendo humilhações e agressões. Ainda conforme o processo, um deficiente teria sido agredido pelos guardas ao ser confundido com morador de rua e algumas pessoas levadas pra Biguaçu teriam residência fixa em BC.

Em decisão em 14 de março, a juíza Adriana Lisboa, da Vara da Fazenda Pública, atendeu pedido do MP, confirmou liminar contra o município e fixou multa de R$ 10 mil para cada novo episódio de condução forçada de andarilhos.

A juíza ainda intimou pessoalmente o prefeito Fabrício Oliveira (PL) e os secretários de Segurança, Antônio Gabriel Castanheira, e de Inclusão Social, Anna Christina Barichello, além do diretor de Promoção Social, José Henrique Souza Pinto, o Pilica, a fiscalizar o cumprimento da decisão, sob pena de multa pessoal de igual valor.

 

 




Comentários:

juarez rezende araujo

03/04/2024 11:26

Se fosse em pais de primeiro mundo este prefeito seria processado e inelegível por práticas criminosas contra a Humanidade.

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.238.71.155

Últimas notícias

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Pãozinho varia de R$ 3,99 a R$ 15,99 o kg; veja onde comprar mais barato em BC

PENHA

Beto Carrero abre as portas para mais de 7500 estudantes

Denúncia

Aluno autista fica isolado da sala dos colegas em escola estadual, conta mãe

Confronto

Chefão do tráfico do bairro dos Municípios é morto pela PM

LUTO 

Morre Lilian Ribeiro que foi organizadora dos desfiles da Oktoberfest

Polêmica em Navegantes

Presidente de sindicato quer a cassação de vereador que barrou aumento de professores em troca de cargo

Futebol

Barra contrata o atacante Juliano para a Série D

elétricos

BYD Dolphin Mini assume liderança de vendas em março

Desafio!

Ciclista de BC vai atravessar os Estados Unidos em prova famosa

O AMOR ESTÁ NO AR

Publicitária de BC é apontada como novo affair de Rodrygo, do Real Madrid



Colunistas

Coluna Esplanada

Lista suja da escravidão

JotaCê

Fabrício Paraguaio?

Gente & Notícia

Neia capitaneou noite só para elas

Foto do Dia

Pintura ensolarada

Via Streaming

Pobres Criaturas

Ideal Mente

A importância da comunicação no cuidado

Show de Bola

Final do Catarinense

Direito na mão

Revisão da aposentadoria: oportunidade de aumentar o valor mensal

Coluna Exitus na Política

Janelas fechadas

Na Rede

Confira as notícias que foram destaque nas redes do DIARINHO

Jackie Rosa

Simplesmente Gisele

Mundo Corporativo

Para os aspirantes a líderes de equipe

Histórias que eu conto

Colégio Catarinense I

Coluna Fato&Comentário

Coleção bicentenário: a construção da Matriz

Coluna do Ton

Clique pra coluna

Coluna Existir e Resistir

Bloquinho do Sebastião Lucas resgatando e revivendo os saudosos carnavais

Empreender

Balneário Camboriú atrai cada vez mais clientes do eixo sudeste

Artigos

Aniversário da praça dos Correios



TV DIARINHO






Especiais

NA ESTRADA COM O DIARINHO

6 lugares imperdíveis para comprinhas, comida boa e diversão em Miami

Elcio Kuhnen

"Camboriú vive uma nova realidade"

140 anos

Cinco curiosidades sobre Camboriú

CAMBORIÚ

R$ 300 milhões vão garantir a criação de sistema de esgoto inédito 

Legado de amor

Dona Maricotinha, aos 95 anos, tem a vida pautada pela família, religião e dedicação ao próximo



Blogs

Blog do JC

Palavra é tudo!

Blog da Ale Francoise

Lanchinho do bem!

A bordo do esporte

Lola Cars na Fórmula E

Blog da Jackie

Os Fort’s e os Koch’s

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Carlos Chiodini

"Independentemente de governo, de ideologia política, nós temos que colocar o porto para funcionar”

Osmar Teixeira

"A gestão está paralisada. O cenário de Itajaí é grave. Desde a paralisação do Porto até a folha sulfite que falta na unidade de ensino”

Omar Tomalih

“Balneário Camboriú hoje é o município que está com o maior controle, com o menor número de notificações de casos de dengue”

Robison Coelho

"Nós não estaremos com o MDB aqui em Itajaí”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação