Matérias | Geral


Luto na Umbanda

Morre Mãe Alzira, do terreiro Nosso Senhor do Bonfim

Mãe de santo teve complicações pulmonares; ela ficou deprimida desde que deu terreiro foi incendiado 

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Barra Velha se despediu da popular Mãe de Santo Dona Alzira, conhecida zeladora do terreiro de Umbanda Nosso Senhor do Bonfim, mestra e sacerdotisa dessa religião de base africana. Dona Alzira havia completado 67 anos no último dia 12, e faleceu de complicações pulmonares. 

Ela estava deprimida desde que seu terreiro, no Morro do Colchão, bairro São Cristóvão, foi destruído por um incêndio, no último mês de agosto. Luana Ayan, uma das filhas de santo da sacerdotisa, lembra da amizade com Alzira, iniciada há cinco anos.

“Ela estava incorporada pelo seu Baiano, espírito guia dela. Lembro como se fosse hoje, ele conversou comigo e com os meus amigos. Disse tudo que ia acontecer em minha vida, e aconteceu mesmo”, destacou Luana. “Desse dia em diante meu coração pertenceu à Tenda Nosso Senhor do Bonfim, a todos os orixás e guias da casa”. 



Segundo Luana, mãe Alzira mudou sua vida por conta de seus exemplos, orientações e histórias de vida, além da simplicidade e da dedicação à caridade. “Serei eternamente grata por tudo o que ela fez por mim, até quando eu não sabia que estava fazendo. Me lembro de tudo, das últimas conversas que tivemos após nossa casa ser incendiada, lembro que ela me contou uma parte da sua vida, e que vida!”, observou.

Alzira acreditava que o incêndio em seu terreiro havia sido criminoso. De agosto para cá, uma vaquinha de adeptos das religiões de base africana vem acontecendo, para reconstruir o espaço religioso. “Não estávamos prontos para isso, queríamos que a senhora conhecesse seu novo terreiro. Não deixaremos sua história passar, sabemos que a morte é só uma passagem. Mas dói!”, finalizou Luana.

Após o incêndio, uma live com uma “gira” (culto religioso afro) foi feita para arrecadar recursos, em 22 de agosto. E ela, dentro da sua simplicidade, se expressou: “ajudem com o que sobra para vocês, não deem do que vocês precisam”, frisou.


Em setembro deste ano, nova decepção: o prefeito de Barra Velha, Douglas da Costa (PL), criticou o espiritismo em um vídeo, atribuindo supostas “feitiçarias” que ele recebia na porta de casa como sendo criações de espíritas ou umbandistas. O grupo de Mãe Alzira se posicionou publicamente contra a intolerância religiosa.  

A religiosa tinha 50 anos de atuação na Umbanda, e iniciou a casa espiritualista em Barra Velha em 1996. O local do funeral e sepultamento ainda não foram divulgados. Ficam as suas palavras para reflexão: “Queimaram meus santos, destruíram meu templo, mas eu não quero saber de quem me jogou no buraco, eu quero saber de quem vai me tirar”, frisou na ocasião do incêndio.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.238.199.4

Últimas notícias

Solidariedade 

Mãe pede ajuda para alimentar os filhos

Flagra 

Homem com drogas  é preso em BC por pichação

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Aplicativo de estacionamento rotativo de BC passa por atualizações

PORTO BELO

7º edição do Festival de Camarão vai rolar em Porto Belo 

Prisão 

Traficante é preso com pedras de crack após perseguição

PENHA

Mãe arranca parte da orelha de funcionária de abrigo

Bora participar 

Passeio ciclístico de BC será neste domingo

BARRA VELHA

Sequestrador é emboscado com tiros no portão de casa; ele está entre a vida e a morte 

LUTO

Morre o ex-atleta olímpico Celso Scarpini

DESCONTAÇO

Últimos dias de ingressos a R$ 89,90 no Parque Beto Carrero



Colunistas

JotaCê

Véio da Havan interesseiro?!

Jackie Rosa

Show de Armando

Na Rede

Confira as notícias que foram destaque nas redes do DIARINHO

Canal 1

Na Globo a leitura de horário para novelas segue outro padrão

Clique diário

Pesca solitária

Coluna Esplanada

STF eleitoreiro

Direito na mão

Erros no cálculo da aposentadoria: é possível corrigir?

Gente & Notícia

Moeda exclusiva de BC

Coluna do Janio

Aposta alta

Coluna Exitus na Política

O gênero da política

Coluna do Ton

Fiori

Via Streaming

“Estrelas Além do Tempo”

Coluna Fato&Comentário

Arnaldo Brandão: centenário do escritor de Itajaí

Vinicius Lummertz

SC: propostas para o debate sobre o futuro

Artigos

Marco do sesquicentenário do município destruído

Instituto Ion | Informando e Inovando

Um ano de Informando e Inovando

Coluna Tema Livre

Cuidado com os candidatos



TV DIARINHO


Entrevistão com Jorginho Mello Candidato à Governador de Santa Catarina pelo Partido Liberal





Especiais

Cidade histórica

São Chico tem o charme de 518 anos

Preços baixos

Atacarejos se multiplicam em Itajaí e disputam consumidor mais exigente

Balneário Camboriú

Construtora e morador disputam área histórica aos pés da roda-gigante

Bancada negacionista

Médicos que defenderam tratamento ineficaz contra a covid disputam a eleição

Morte misteriosa

Corpo do ‘índio do buraco’ passa por exames em Brasília



Blogs

A bordo do esporte

Brasileira disputa final do IQFoil Games na Itália

Blog do JC

Que se danem os anões!

Blog do Ton

Zezé Di Camargo & Luciano aterrissam em outubro no Expocentro BC

Blog Doutor Multas

5 golpes comuns que você deve ficar atento ao comprar um carro

Blog da Jackie

Spring Party

Blog da Ale Francoise

Tá com tosse aí?

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Jorginho Mello

"O candidato do presidente Bolsonaro é o Jorginho Mello”

Odair Tramontin

“O Partido Novo defende a privatização de tudo que for possível”

Jorge Bornhausen

“As urnas são absolutamente seguras. Até hoje ninguém descobriu fraude. É história de quem está pensando que pode perder”

Simone Tebet

"Sou candidata à presidência da República porque eu ainda tenho a capacidade de me indignar e não aceito que um Brasil tão rico tenha um povo tão pobre”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação