Matérias | Especial


Meio Ambiente

Juarez Müller, o homem das árvores e flores, recebe homenagem na Câmara de Vereadores

Engenheiro Agrônomo trabalha há quase 50 anos na revitalização de áreas verdes e batalha pela conscientização ambiental

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Agrônomo foi um dos idealizadores da Praça dos Correios, pulmão verde no centro histórico de Itajaí (foto: da redação)

A tarde do dia 30 de novembro foi de muita emoção para quem acompanhou a sessão legislativa em homenagem ao engenheiro agrônomo Juarez José Vanni Müller, 70 anos. Ele foi agraciado com uma moção honrosa em reconhecimento há cinco décadas de trabalho voltado para a recuperação de parques, praças e florestas e como voluntário de projetos educativos para reconectar os jovens a natureza. A moção é de autoria da vereadora Aline Aranha (DEM).


A vereadora, que também é enteada de Juarez, contou no plenário que acompanha de perto, há mais de 30 anos, sua luta incansável e, muitas vezes frustrante, de deixar um legado de preservação ambiental para as futuras gerações. “Como profissional, Juarez é um exemplo de ética e de doação sem limites em prol de seres que não falam e não se mexem, mas que significam muito para nós: as árvores”, resume Aline.

Melhor exemplo disso foi a assessoria técnica que ele prestou, de forma voluntária, para que o espaço onde havia o prédio dos Correios, no centro, fosse destinado ao lazer e bem-estar dos moradores numa inédita praça construída por voluntários. Além de identificar as espécies nativas que melhor se adaptariam à praça, ele colocou a mão na massa e comandou  o plantio das dezenas de árvores que deixam o espaço cada dia mais verde. A praça também abriga, agora, a famosa  figueira que foi transplantada da rua 15 de Novembro. A operação foi bancada pela construtora que comprou o terreno onde a árvore estava há décadas. Depois de meses de preparação, o transplantio aconteceu mês passado, num local cercado de mudas de pau-brasil, ipê branco e garapuvu.

Aline lembrou também que Juarez está na vanguarda do combate ao aquecimento global quando foi escolhido representante brasileiro do comitê da ONU para banir substâncias que corroem a camada de ozônio, responsável por filtrar as radiações ultravioletas que provocam câncer. Antes da virada do milênio, sprays como desodorantes e inseticidas, mas também geladeiras, extintores de incêndio e ar-condicionado continham o gás CFC, que provocava o “efeito estufa”. Hoje o gás mais utilizado é o GLP. O marco histórico para redução do CFC aconteceu em 1987, quando foi assinado o Protocolo de Montreal.

Família e amigos compareceram em peso na câmara de Vereadores

 

Continua depois da publicidade



 

Taxado de comunista por realizar o 1° Encontro de Ecologia do Brasil

Continua depois da publicidade



A preocupação de Juarez em preservar os ecossistemas vem de longa data. Ele é natural de Passo Fundo (RS), onde cursou Agronomia nos anos 70. No plenário da Câmara de Vereadores, ele relembrou como foi difícil criar um evento ecológico quando era presidente do centro acadêmico da faculdade. “Em 1973, eu tive a ideia de fazer um encontro para discutir a preservação ecológica e fui chamado de maluco pelos colegas e de comunista pelos professores. Naquela época (de ditadura militar) era uma loucura!”, relata.

Em Itajaí, ele chegou em 1976 para trabalhar numa empresa estatal, que depois se tornaria a Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de SC). Suas primeiras impressões da cidade foram o cheiro do mar e a brisa litorânea, mas ficou impressionado com a falta de áreas verdes. Para reverter esta realidade, Juarez fez estudos sobre as florestas remanescentes para reflorestar áreas degradadas. Segundo a Reserva de Biosfera da Mata Atlântica (RBMA), o Estado tem pouco mais de 17% da mata original.

 

Uma árvore para Itajaí chamar, pra sempre, de sua

Juarez bolou a eleição da árvore-símbolo

Ao longo das décadas, o engenheiro agrônomo participou de várias ações para sensibilizar o povo sobre a importância de preservar a natureza. Em 2006, ele promoveu uma eleição para a árvore-símbolo de Itajaí, em parceria com a prefeitura. A escolhida foi a buganvília, a popular primavera. Em seu discurso de agradecimento, Juarez lembrou do episódio.

“Foram 24.490 votos. Eu mandei as cédulas à rede estadual e municipal de ensino e às escolas particulares. As pessoas podiam votar pela internet. Quando saiu o resultado, o prefeito perguntou em qual eu havia votado e eu me toquei que tinha esquecido de votar. Mas disse que a intenção não era torcer por uma delas, mas fazer as pessoas conhecerem e valorizarem as plantas nativas. Ninguém ama ou cuida do que não conhece”, justificou.

Antes da pandemia, Juarez tinha um projeto de educação ambiental na comunidade de São Braz, em Piçarras, para conscientizar os jovens que não é a Terra que está em risco, e sim os humanos. O surgimento do coronavírus demonstrou mais uma vez que ele tinha razão. Quanto mais o espaço natural é invadido, mais doenças silvestres podem passar para nós.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





18.206.14.36

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quarta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 06/07/2022

Publicado 06/07/2022 21:11



Especiais

Cordeiros

Professora Rita de Cássia ensinou matemática a diferentes gerações de itajaienses

SUPERAÇÃO

Deficiência nunca impediu Jailton de fazer o que quis; até elevador em casa ele construiu

Centro de Itajaí

Bravacinas se transforma em referência em vacinação humanizada

Itajaí

Itajaí mantém protagonismo na pesca industrial

A riqueza vem pelo mar

Polo náutico reúne players mundiais do mercado de luxo



Blogs

Blog do Ton

18 Mediterrâneo lança novo menu

A bordo do esporte

Barco do YCSA lidera Mundial Junior de Lightning nos EUA

Blog do JC

Jorginho consegue aumento de indenização pras famílias do acidente da Chapecoense

Blog da Ale Francoise

Chá de sabugueiro!

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Blog Doutor Multas

A Desentupidora mais próxima de você! Desentupidora de emergência 24h SP

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

Willian Cardoso, o Panda

"Saquarema provavelmente vai ser meu último mundial, aí eu vou estar focado no brasileiro”

Renata Teixeira Pinto Viana

"Não se indica cigarro eletrônico para alguém que queira parar de fumar"

Governador de Santa Catarina

"É importante destacar que as obras só avançam por conta dessa decisão de colocar recursos dos catarinenses nas rodovias federais”

José Evaldo Koch

“O hortifruti é nosso berço”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação