Matérias | Geral


Caso Santo Lar

Ação do Procon de Itajaí reúne 135 clientes lesados pela loja

Cerca de R$ 200 mil foram bloqueados da conta da empresa. Vítimas ainda podem entrar na ação, mas precisam constituir advogado

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Inquérito policial ouviu empresário e vítimas e será concluído nesta semana (foto: João Batista)

A ação civil pública do Procon de Itajaí contra a loja Santo Lar, denunciada por falta de entrega de produtos e de devolução de valores, já conta com 135 clientes habilitados. As pessoas lesadas pela empresa são de vários estados. Em Santa Catarina, ao menos outras quatro ações individuais correm contra a loja e o sócio da empresa, Danilo Franchini dos Santos. Os clientes cobram indenização por danos morais e materiais.

O advogado Rogério Cavallazzi, de Florianópolis, representa um grupo de 36 pessoas que estão na ação coletiva do Procon. A maioria dos clientes é morador de cidades de Minas Gerais, Paraíba, Sergipe e Bahia. Ele informa que a justiça penhorou cerca de R$ 200 mil da conta da empresa. Esse valor já serviria pra pagar o prejuízo das pessoas que estão na ação, mas ainda é incerto o total de clientes lesados pela empresa.



O advogado comenta que muitas pessoas prejudicadas não sabem como proceder ou preferiram não denunciar devido ao valor pequeno da compra. A Santo Lar trabalhava com vendas on-line de diversos produtos, entre móveis e eletroeletrônicos. Grande parte dos clientes pagou via pix ou boleto, mas nunca recebeu as mercadorias. Em uma das ações na justiça, um cliente do Rio de Janeiro busca reverter prejuízo de quase R$ 42 mil.

As vítimas estão espalhadas em, pelo menos, dez estados. Rogério orienta que os clientes devem constituir um advogado e entrar na ação do Procon de Itajaí. Ele frisa que é só com advogado que a habilitação pode ser feita, considerando a natureza do processo, cujo valor da causa é de R$ 500 mil.


A formalização da denúncia junto aos Procons em cada cidade é indicada, mas não obrigatória pra habilitação no processo. A justiça já determinou o bloqueio de bens e do site da loja, que está fora do ar. Segundo Rogério, foi localizado um imóvel da empresa em Maringá, no Paraná, mas o bem está com alienação junto à Caixa Econômica Federal. A justiça tenta localizar outros valores que sejam oriundas das operações da loja.

Os clientes lesados pela empresa se mobilizaram em grupos de WhatsApp e Telegram, onde trocam informações sobre o andamento do caso. Um dos maiores grupos está no Telegram, que contava com 724 membros até a segunda-feira. O link de acesso é https://t.me/joinchat/Xi21s2Mx9yxlYTBh.


Rogério observa que os grupos servem como ferramentas, mas muitas informações, que circulam, podem não ser confiáveis. “Eles mais desinformam do que informam”, alerta. “A orientação é ficar de olho nas orientações do Procon”, completa.

Para quem já entrou na justiça, o advogado ressalta que é preciso esperar o andamento da justiça. “O processo vai entrar numa outra fase a partir do momento que encerrar as investigações da polícia”, informa. De acordo com o procurador do Procon de Itajaí, Salésio Pedrini, nova vítimas podem se habilitar no processo, mas ele observa que o ressarcimento deve priorizar as primeiras pessoas que ingressaram.

Inquérito será concluído

O delegado Fábio Osório, da 1ª delegacia de polícia, que conduz o inquérito policial contra a empresa em Itajaí, informou que a investigação deve ser encerrada nesta semana. O empresário e as vítimas foram ouvidas no inquérito.

“O representante da Santo Lar exerceu o direito ao silêncio. Ainda nesta semana o procedimento será concluído e remetido à apreciação do Poder Judiciário”, disse. Segundo Fábio, mais de dez vítimas já foram ouvidas. “As quais confirmaram, em suas declarações, as imputações a Santo Lar referentes à obtenção de vantagens indevidas”, comentou. O inquérito apura a prática de crime de estelionato, que prevê pena de um a cinco anos de prisão, além de multa.


Ações contra empresas de contêiner e aquecedores

O Procon de Itajaí abriu ações contra outras duas empresas denunciadas por calotes em clientes, a AMJ Aquecedores e a Compre Construção Sustentável, com queixas desde o ano passado. As reclamações envolvem a falta de entrega de produtos, descumprimento de prazos e falta de devolução de valores pagos. Os casos também foram encaminhados pra polícia Civil.

A Compre Construção vinha sendo denunciada ainda quando a empresa tinha o nome de Compre Container. Segundo o Procon, havia cinco empresas registradas no mesmo endereço na rodovia Jorge Lacerda, no bairro Espinheiros, ligadas aos mesmos sócios. Fiscais do órgão bateram no local, onde, agora, estaria funcionando uma loja de carros.

O Procon ajuizou uma ação civil pública contra as empresas e todos os sócios. A justiça deferiu o pedido e bloqueou os  valores e bens dos sócios, os proibiu de abrir novas empresas ou formar sociedade, também suspendeu a CNH e cancelou o passaporte deles. As medidas são pra garantir futuros ressarcimentos às vítimas e evitar novos golpes. A empresa vendia projetos de casa em container. Clientes chegaram a pagar até 70% do contrato, mas não receberam a construção.

Os clientes da AMJ Aquecedores, na rua Heitor Liberato, bairro São Judas, também não receberam os produtos. Em outubro do ano passado, o dono da empresa chegou a quebrar um expositor e xingar clientes que cobravam explicações. A AMJ e a Compre Construção já haviam sido notificadas pelo Procon pra resolver os problemas, mas a situação persistiu e o caso segue agora na justiça e na polícia.





Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






44.211.117.197

Últimas notícias

Será que volta?

Novo Suzuki Swift é lançado na Europa

“Veoitão” moderno

Novo Cayenne GTS está à venda no Brasil

MERCADO

Unimed Litoral está contratando fisioterapeutas

ESTUDO

Águas de Penha instala câmeras para monitorar visitantes

ITAJAÍ

Pintor morre em acidente com moto na BR 101

Futebol

Camboriú estreia na segundona neste sábado em BC

Ajeitando a casa

Marcílio Dias pagou mais R$ 1,7 milhão em dívidas só em 2023

Série B

Brusque reencontra seu ex-treinador no duelo contra o Vila Nova

ENQUETE 

Festa do Peixe de Itajaí cancelada novamente: qual a sua opinião?

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Motos “no pau” preocupam autoridades de trânsito em BC



Colunistas

JotaCê

Fabrício chamegou Bolsonaro em Brasília

Coluna Fato&Comentário

Associativismo comunitário em Itajaí: o começo

Coluna Esplanada

Trio de apostas

Via Streaming

Tudo pelo dinheiro

Ideal Mente

O desamparo da infidelidade

Show de Bola

Trocas de treinadores

Direito na mão

Recebeu auxílio-doença ou auxílio-acidente? Veja como se aposentar agora!

Coluna Exitus na Política

Um passeio nas cavernas

Na Rede

Morte de produtor, garotinho com orgulho do pai na enchente e mais: confira os destaques do DIARINHO

Artigos

O combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes é um compromisso coletivo

Jackie Rosa

Niver da Chris

Mundo Corporativo

A importância do equilíbrio da autoestima no mundo organizacional

Gente & Notícia

Níver da Margot

Coluna do Ton

Chegando de Mendoza

Histórias que eu conto

Armação da infância II

Foto do Dia

“O mar, quando quebra na praia”

Coluna Existir e Resistir

Designação geral sobre o fim do mundo



TV DIARINHO






Especiais

NA ESTRADA

Pôr do sol de tirar o fôlego é uma atração do ano inteiro na praia de Armação

RIO GRANDE DO SUL

A história de luta de um quilombo que resiste às enchentes em Porto Alegre

DADOS INÉDITOS

Em meio ao lixo das chuvas no Rio Grande do Sul, catadores não conseguem trabalhar

NÚMEROS

No Brasil, 3 a cada 4 vivem em cidades com mais risco de desastres por chuvas

DADOS

Exportação de armas de fogo dobrou durante os anos Bolsonaro, revela levantamento inédito



Blogs

Blog do JC

Prefeito revela que está com tumor maligno

Blog da Jackie

Reserva Royal

A bordo do esporte

Terceira edição do Troféu Ayrton Senna de Kart celebra 30 anos do legado do ídolo

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Marisa Zanoni Fernandes

"Balneário Camboriú não precisa de capitão, fantoches, seres iluminados, ungidos. Precisa de pessoas comprometidas com a democracia”

Vilfredo e Heloísa Schurmann

"Nós reciclamos só 6% no Brasil. Na Europa já é 50%. A própria China já está com 35% de reciclagem” (Vilfredo)

João Paulo

"Essa turma que diz defender a família ajudou a destruir a boa convivência em muitas famílias. Na defesa de um modelo único, excludente"

Entrevistão Peeter Grando

“Balneário Camboriú não precisa de ruptura, mas de uma continuidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação