Matérias | Geral


ITAJAÍ

MPF entra com ação contra sombreamento na Brava

Procuradoria pede que município seja proibido de aprovar novos empreendimentos

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Ação leva em conta impactos negativos na restinga e na faixa de areia por construções já aprovadas (Foto: Divulgação MPF)


O ministério Público Federal ajuizou ação civil pública contra a prefeitura de Itajaí e o instituto Itajaí Sustentável (Inis) pra impedir o sombreamento na praia Brava pelas construções na orla. O pedido da procuradoria é pra que a justiça determine que o município não aprove novos empreendimentos, em toda a extensão da Brava, que cause qualquer tipo de sombreamento, na restinga e na faixa de areia, antes das 17h.

A investigação apurou que edifícios construídos nas primeira e segunda quadras, em frente à praia, têm provocado sombra na restinga e na faixa de areia no período da tarde. Foram levantados impactos negativos a fauna e flora locais, às condições sanitárias, paisagísticas e à qualidade de vida da população.

“Esse efeito já foi reconhecido pelo órgão ambiental municipal [Inis], porém, ele tem se restringido a definir medidas compensatórias leves aos empreendedores, permitindo o avanço da sombra sobre a praia”, afirma o MPF.



Ainda conforme a procuradoria, a prefeitura, por sua vez, tem se valido da outorga onerosa para ampliar o potencial construtivo dos empreendimentos e, consequentemente, a altura dos edifícios, sem os estudos necessários. A liberação ainda estaria em desacordo com audiências públicas realizadas com a população de Itajaí, quando foram estabelecidas as alturas dos prédios da Praia Brava.

Ao longo da Beira-mar, o zoneamento do plano diretor estabelecia altura padrão com limite de três pavimentos. Pela lei de solo criado, que permite construir além do limite, é possível erguer até seis pavimentos, além do subsolo e ático. Segundo o MPF, as construções aprovadas pelo município, na orla da Brava, começam a sombrear a restinga e afetar o uso da praia por volta das 15h.

A ação visa impedir que Itajaí tenha o “mesmo destino” de outras praias do país, onde o sombreamento é recorrente. O MPF lembrou a situação de Balneário Camboriú e de praias como Boa Viagem, em Pernambuco, e Vila Velha, no Espírito Santo, que foram tomadas por empreendimentos cuja altura compromete o sol de banhistas e da restinga.


Segundo o pedido da procuradoria, o município não deve aprovar construções que causam sombreamento na praia antes das 17h, tendo como referência o primeiro dia do inverno (21 de junho). O MPF pede multa de R$ 10 mil por dia, no caso de descumprimento de eventual decisão judicial. O procurador-geral do município, Gaspar Laus, informou que a prefeitura ainda não foi citada da ação.

Associação destaca importância da ação

A liberação de prédios altos, na orla da praia Brava, vem sendo questionada nos últimos anos pela associação de moradores, que é contra a concessão de outorga onerosa pra construções na orla. Desde 2019, a associação denuncia a liberação ao MPF, pra que a legislação do solo, criada em 2012, seja derrubada, mantendo a altura padrão na beira-mar, de até 18,20 metros, com térreo mais dois pavimentos.

A presidente da associação de moradores, Daniela Occhialini, comentou que a abertura da ação pelo MPF é uma “grande conquista da comunidade”. O movimento Salve Brava reúne milhares de assinaturas e apoiadores contra o sombreamento e pela alteração da legislação. “Foi uma união de forças que trouxe esse resultado”, disse, esperando que o pedido do MPF seja agora atendido pela justiça federal.

“Realmente é uma luz no fim do túnel pra gente poder garantir o uso sustentável e o sol nas areias da praia Brava”, completou. O movimento dos moradores também resultou num projeto de lei da vereadora Anna Carolina (PSDB), que prevê a proibição de construções que projetem sombras nas praias de Itajaí. A proposta já foi debatida em audiência pública e está em andamento nas comissões técnicas da câmara.


 

 




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.239.112.140

Últimas notícias

Bora lá

Doe um quilo de alimento ou um produto de limpeza e ganhe uma muda de árvore nativa

Fim de semana de trabalho

Brusque continua força tarefa para recuperação da cidade após chuva

Santa Catarina

Santo Amaro da Imperatriz tem acessos liberados depois de interdição de cinco horas

SUSTO

Pilota de parapente cai em árvore na orla de Cabeçudas

Cultura

Festival de Teatro Primo Atto faz apresentações neste sábado em BC

Previsão do tempo

Sábado vai ser de calor, mas podem rolar chuva, vento e até granizo

Olho nas estradas

Trecho da BR-282 em Santo Amaro e Rancho Queimado continuam bloqueados

NAVEGANTES

Buscas por bombeiro desaparecido continuam

FIM DE UMA ERA

Loja Pavan deixa Itajaí após meio século de história 

Amfri

Justiça federal marca audiência sobre "estrangulamento” da BR 101



Colunistas

JotaCê

Reitor não quer ser prefeito

Na Rede

Confira o que bombou nas redes sociais do DIARINHO

Via Streaming

“Rainha de Katwe”

Foto do Dia

Entrada da Barra

Jackie Rosa

Mulherada reunida

Canal 1

Aceita que dói menos: mulheres ocupam merecido lugar no esporte

Coluna Esplanada

Tereza e Marinho

Clique diário

O colorido fim de tarde em Itajaí

Vinicius Lummertz

SC do futuro: nas BRs, 2023 pode ser pior do que 2022

Gente & Notícia

Família Koch na Copa

Direito na mão

O que acontece se a empresa não pagou o INSS do funcionário? Como fica a aposentadoria?

Coluna do Janio

Marinheiro no mercado

Coluna Exitus na Política

Futebol sem bola e sem goleiro

Coluna do Ton

Mãe & Filha

Coluna Fato&Comentário

Alvim Sandri: "História de vida", aos 99 anos

Artigos

Não queremos viver numa pátria dominada pela bandidagem



TV DIARINHO


Entrevistão com Alvin Sandri



Podcast

Entrevistão com Alvin Sandri

Publicado 03/12/2022 10:10



Especiais

OLHO NA DOSE

Pesquisa de preço mostra onde bebidas quentes são mais baratas

Na Estrada com o DIARINHO

Maravilhas naturais fazem de Bombinhas o Caribe catarinense

Itajaí

Do imóvel popular ao de altíssimo padrão são as apostas da Lotisa

Alto padrão

Procave agrega valor e exclusividade

Itajaí

Mercado da Brava continua em crescimento



Blogs

Blog do JC

Quadrangular 71 anos

A bordo do esporte

Volta ao Mundo Globe40 parte para a Argentina

Blog Doutor Multas

Fumar e dirigir dá multa?

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Ale Francoise

Os poderes da Spirulina!

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Alvim Sandri

"Levei a vida que a minha mãe ensinou: fé em Deus e andar certo

Marcelo Sodré

"A hora que entrar o contrato de arrendamento essa agonia se dissipa. As empresas vêm pra fazer o porto continuar crescendo”

James Winter

“Só vai haver desemprego e demissão em massa se não tiver carga aqui no Porto de Itajaí”

Décio Lima

"Hoje, de R$ 97 bilhões que são arrecadados pelo governo federal em Santa Catarina, apenas R$ 7 bilhões voltam”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação