Matérias | Geral


3ª ONDA DE COVID

SC prevê semanas “muito ruins”

Secretário estadual de Saúde, André Motta Ribeiro, alerta para o agravamento da pandemia com a chegada do frio

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Governo planeja ampliação de UTIs mas não fala em novas restrições contra avanço da doença (Foto: João Batista)


As próximas semanas serão de “momentos muito ruins” devido ao agravamento da pandemia em Santa Catarina, segundo afirmou o secretário Estadual de Saúde, André Motta Ribeiro, na segunda-feira. A avaliação foi dada a partir da projeção de uma “terceira onda” de covid-19 no estado, principalmente com a chegada do frio.

“Nós iremos enfrentar momentos muito ruins nas próximas semanas, com aumento já percebido do número de casos que já estão se refletindo na ocupação de leitos de UTI Covid”, declarou o secretário em reunião com gestores municipais de saúde. Foi nesse encontro que o estado decidiu pela antecipação da vacinação para profissionais da educação, inicialmente prevista a partir da semana que vem.

De acordo com André Motta, existe uma expectativa de aceleração dos casos e a chegada de uma próxima onda de coronavírus. “Nós precisamos mais do que nunca manter as estruturas que estão vigentes para dar a estrutura para as pessoas que possam vir a precisar [dos leitos de UTIs]”, comentou na reunião o secretário-adjunto, Alexandre Lencina Fagundes.



Ele informou que os comitês de crise regionais, que tinham sido desativados durante a troca de gestão com a vice-governadora Daniela Reinehr, diante do afastamento do governador Carlos Moisés, serão retomados. As atividades visam discutir a preparação para o aumento de casos no estado.

Entre as medidas está a ampliação da oferta de leitos de UTIs, tema que foi discutido em reunião na terça-feira com o tribunal de Contas do Estado (TCE) e o ministério Público. A abertura de novos leitos leva em conta a alta de casos ativos de covid. Entre o final de abril e início de maio, Santa Catarina tinha registrado a média de 15 mil novos casos por semana. Agora, a média subiu acima dos 18 mil casos semanais.

A taxa de ocupação das UTIs no estado é de 95%, com 22 pacientes esperando por transferência. Na região da Amfri, a lotação também segue alta, com taxa de 96% até a noite de terça-feira. O centro Municipal de Covid, em Balneário Camboriú, estava com os 30 leitos ocupados. Em Itajaí, o hospital Marieta Konder Bornhausen, fechou a terça-feira com 94% de ocupação, restando cinco leitos vagos pra covid-19.


Contágio em reaceleração

A preocupação do estado está retratada no boletim da UFSC que monitora o avanço da pandemia em Santa Catarina. O relatório dessa semana aponta média semanal de casos 19% maior que a registrada no final de abril. Na última semana foram 19.105 novos infectados e 391 novos óbitos, deixando o estado no 2º lugar nacional quanto ao registro de casos da doença a cada 100 mil habitantes.

A alta de casos ativos na região da foz do Rio Itajaí na última semana foi maior que a taxa estadual, com crescimento de 21%. Até terça-feira, em Itajaí, eram 1151 pessoas se tratando da doença, enquanto Balneário somava outras 270 ainda em recuperação. A média de mortes no estado, que sofreu queda no início do mês, também voltou a subir na semana passada, com alta de 10% em relação à semana anterior, mantendo o patamar de 56 óbitos por dia.

O relatório aponta tendência de reaceleração no número de casos e mortes, recomendando medidas restritivas pra achatar a curva de contágio. “O patamar de contaminação da população catarinense continua elevado e a dinâmica atual da doença ainda exige medidas sanitárias rigorosas para que a pandemia possa ser efetivamente controlada”, conclui o boletim.

 


Controle baseado na ocupação das UTIs favorece mais contágio, alerta pesquisador

Pesquisador avalia que estratégia baseada em ocupação das UTIs favorece o contágio

Na reunião com os gestores de saúde, o governo do estado não abordou possíveis novas restrições. A preparação do estado pra nova onda de covid tem foco na ampliação do atendimento hospitalar. A estratégia de controlar a pandemia com base na ocupação de leitos de UTI, segundo o pesquisador e doutor em microbiologia, Átila Iamarino, não é a mais adequada.

Conforme avalia, isso pode gerar muito mais casos de covid na medida em que a vacinação avança pra os grupos prioritários. Ele explica que, com mais pessoas imunes pela vacinação, a proporção dos infectados que precisam de leito e hospitalização diminui, sendo necessário um maior número de doentes pra encher as UTIs. E é aí que ele faz o alerta.


“Conforme mais brasileiros são vacinados, quem gere abertura e fechamento de acordo com o uso de leitos de UTI vai deixar acontecer mais e mais casos até os leitos encherem”, avalia o pesquisador, em vídeo divulgado sobre o andamento da vacinação no país.

De acordo com o pesquisador, a gestão baseada nos leitos coloca quem não deve ser imunizado tão cedo, como jovens e crianças, numa situação de maior risco de contrair a doença, mesmo que ocorram menos mortes nessa faixa etária. Essa situação já é apontada em estudo recente da Fiocruz. O boletim da instituição mostra que, pela primeira vez no Brasil, mais da metade dos internados em UTIs no país tem menos de 60 anos. O aumento da internação de pessoas mais jovens reduziu a taxa de mortalidade nos hospitais, embora a letalidade ainda siga em patamar alto.

 

Mais UTIs e vacinas

A secretaria Estadual de Saúde encerrou ontem o prazo pra mapeamento dos hospitais que poderão ampliar os leitos de UTI, em preparação pra nova onda da doença. Os equipamentos e remédios pra abertura dos leitos seriam fornecidos pelo estado, que também buscaria o custeio da estrutura e de novas contratações junto ao governo federal.

A ampliação foi discutida pelo secretário André Motta com técnicos do ministério da Saúde, TCE, MP e entidades de saúde. Com apoio da rede privada, o governo ainda busca atender as 97 mil cirurgias eletivas que estão represadas. Hoje e amanhã, o secretário cumpre agenda em Brasília levando os pedidos do estado.


Uma das frentes de trabalho cobra o envio de mais vacinas. Membros do conselho Estadual de Secretarias Municipais de Saúde quer remessas em maior quantidade e vai defender ações contra a pandemia. A entidade destaca que é preciso reforçar a rede pública para a chegada do inverno e o consequente aumento de casos de doenças respiratórias.

 

 

 

 




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.238.235.248

Últimas notícias

ITAJAÍ

Traficantes do Santa Regina, Cordeiros, Cidade Nova e Ressacada são alvo de operação da polícia; veja o vídeo 

PORTO BELO

Mulher morre em acidente de carro e moto

MERCADO NÁUTICO

Itajaí terá 10 dias de feirão de lanchas e iates

CONTORNO VIÁRIO

Justiça não libera “pedágio free” enquanto obras da BR 101 não estiverem concluídas

VÔLEI

Atleta catarinense é pré-convocada pra seleção brasileira de vôlei

SÃO JOÃO

Homem é preso por furtar picanha em mercado de Itajaí

ECONOMIA

Operadora logística de Itajaí ganha certificação pra produtos de saúde e beleza

CAMBORIÚ

Câmara aprova projeto que facilita pagamento de outorgas a construtores

Vai chover multa

Serra pra Curitiba: BR 376 estreia novos radares que flagram excesso de velocidade no “lance”

TÁ NAS REDES

Aulok, o cão-robô do Alok, tem inteligência artificial avançada e custa R$ 8000



Colunistas

JotaCê

Traição e apoio à oposição

Coluna Esplanada

Ombro amigo

Ideal Mente

E quem cuida de quem cuida?

Direito na mão

Trabalho sem carteira assinada conta para aposentadoria?

Show de Bola

Empréstimos feitos

Via Streaming

Visões de uma guerra de interesses

Na Rede

Agroboy mais gato dos EUA, última casinha de BC e romance no ar: confira os destaques das redes do DIARINHO

Histórias que eu conto

Armação da infância I

Coluna do Ton

Parabéns Ale

Mundo Corporativo

Dicas para líderes desorientados e equipes perdidas

Gente & Notícia

Neia capitaneou noite só para elas

Foto do Dia

Pintura ensolarada

Coluna Exitus na Política

Janelas fechadas

Jackie Rosa

Simplesmente Gisele

Coluna Fato&Comentário

Coleção bicentenário: a construção da Matriz

Coluna Existir e Resistir

Bloquinho do Sebastião Lucas resgatando e revivendo os saudosos carnavais

Empreender

Balneário Camboriú atrai cada vez mais clientes do eixo sudeste

Artigos

Aniversário da praça dos Correios



TV DIARINHO


Porto de Itajaí recebe novos equipamentos para operação de contêineres, mas segue sem autorização de ...





Especiais

NA ESTRADA COM O DIARINHO

6 lugares imperdíveis para comprinhas, comida boa e diversão em Miami

Elcio Kuhnen

"Camboriú vive uma nova realidade"

140 anos

Cinco curiosidades sobre Camboriú

CAMBORIÚ

R$ 300 milhões vão garantir a criação de sistema de esgoto inédito 

Legado de amor

Dona Maricotinha, aos 95 anos, tem a vida pautada pela família, religião e dedicação ao próximo



Blogs

Blog do JC

Vereador Fábio Negão siscapa da cassação

A bordo do esporte

Melhores do Ano de VA'A premiam atletas do YCB

Blog da Jackie

Catarinense na capa da Vogue

Blog da Ale Francoise

Lanchinho do bem!

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Ana Paula Lima

"O presidente Lula vem quando atracar o primeiro navio no porto”

Carlos Chiodini

"Independentemente de governo, de ideologia política, nós temos que colocar o porto para funcionar”

Osmar Teixeira

"A gestão está paralisada. O cenário de Itajaí é grave. Desde a paralisação do Porto até a folha sulfite que falta na unidade de ensino”

Omar Tomalih

“Balneário Camboriú hoje é o município que está com o maior controle, com o menor número de notificações de casos de dengue”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação