Matérias | Geral


Sindipi é contra a criação de polo pesqueiro chinês

Bolsonaro anunciou a possibilidade pelo Twitter no último final de semana

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]




sindicato dos Armadores e das Indústrias da Pesca de Itajaí e Região (Sindipi) se posicionou contra a possível criação de um polo pesqueiro chinês no Brasil. O polo teria gestão da empresa Ample Develop Brazil, com investimento de 30 milhões de dólares. A sede seria na cidade de Rio Grande, no estado do Rio Grande do Sul.


A proposta do conglomerado chinês ganhou força assim que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicou em seu Twitter, no último sábado, um post sobre a ideia. Bolsonaro publicou a mensagem ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

OU

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


A proposta do conglomerado chinês ganhou força assim que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicou em seu Twitter, no último sábado, um post sobre a ideia. Bolsonaro publicou a mensagem, com erros de português, informando que os “Chineses fazem proposta de pólo pesqueira para tomar conta de todo a pesca no litoral brasileiro”.



José Jorge Neves Filho, presidente do Sindipi, diz que a entidade patronal é contra a criação do polo e desconfia do interesse de empresários chineses de instalar uma base na costa do Brasil.

A proposta da Ample, que tem sede em Goiânia, seria de montar um projeto de pesca de arrasto marinho, com investimentos de cerca de R$ 150 milhões, com apoio do governo do estado gaúcho. “Eles possuem uma grande quantidade de embarcações, na sua maioria da modalidade de arrasto, e de acordo com as informações, baseadas em relatos e publicações de outros países já explorados por essas embarcações, as mesmas não praticam pesca sustentável em suas operações. Pelo contrário, pescam de forma predatória, processando tudo o que foi pescado”, exemplificou, em nota, o presidente do Sindipi.


O sindicato alerta que as embarcações são de grande porte, com autonomia e poder de captura superiores aos das embarcações brasileiras. Elas ainda são auxiliadas por “navios-mãe” ou “navios-fábrica” que fazem o transporte e o processamento dos pescados ao mesmo tempo em que garantem o reabastecimento dos barcos pesqueiros.

O Sindipi alerta que com a atuação dessas embarcações seria impossível mensurar o estoque pesqueiro disponível. “Impede a avaliação de nossas autoridades de dimensionar quanto foi capturado, principalmente os impactos aos nossos recursos pesqueiros, com certeza, à margem das normas brasileiras de pesca, e prejudicando sensivelmente o equilíbrio de nossos recursos marinhos e, consequentemente, de todo o setor pesqueiro brasileiro legalmente constituído,” argumenta o sindicato.


O DIARINHO fez contato com o secretário de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Júnior, que é armador da região de Itajaí, mas ele não respondeu a mensagem até o fechamento desta edição.

Proposta não passa de especulação, diz estudioso

O oceanógrafo, pesquisador e professor universitário, Paulo Ricardo Schwingel, acredita que o anúncio da criação do polo pesqueiro pela empresa chinesa não passa de mera especulação. Ele lembra que a mesma proposta foi anunciada pra costa uruguaia em outubro deste ano e não foi levada adiante. “Uma comissão chinesa fez algumas visitas no Brasil, mas não tem a mínima chance disso se concretizar”, acredita.

O professor lembra que  o Brasil não tem recurso pesqueiro pra uma pesca de grande vulto que interesse mesmo aos chineses.

Paulo Ricardo lembra que o Brasil não é um país que tem águas com grandes volumes de biomassa de espécies alvos de recurso pesqueiro. “É um país que está em uma área de baixa produtividade. Esse tipo de empreendimento chinês estaria fadado ao fracasso, porque não existe recurso pesqueiro suficiente pra sustentar uma pescaria de vulto maior que a da nossa indústria. Hoje já estamos pescando mais do que deveríamos,” conclui.





Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






44.211.117.197

Últimas notícias

CAMBORIÚ

Trabalhador morre afogado em lagoa; ele pode ter sofrido crise de epilepsia

ITAJAÍ

Inscrições para evento de inovação encerram na sexta-feira

ITAJAÍ

Moradores vão poder opinar sobre transporte público em audiência na segunda-feira

ITAJAÍ

Polícia recupera 90 toneladas de galinha congelada roubada

Será que volta?

Novo Suzuki Swift é lançado na Europa

“Veoitão” moderno

Novo Cayenne GTS está à venda no Brasil

MERCADO

Unimed Litoral está contratando fisioterapeutas

ESTUDO

Águas de Penha instala câmeras para monitorar visitantes

ITAJAÍ

Pintor morre em acidente com moto na BR 101

Futebol

Camboriú estreia na segundona neste sábado em BC



Colunistas

Coluna do Ton

Vibes da Turquia

JotaCê

Pavan na choupana

Mundo Corporativo

Líderes espiritualizados em tempos difíceis ainda é possível?

Histórias que eu conto

Armação da infância 3

Coluna Fato&Comentário

Associativismo comunitário em Itajaí: o começo

Coluna Esplanada

Trio de apostas

Via Streaming

Tudo pelo dinheiro

Ideal Mente

O desamparo da infidelidade

Show de Bola

Trocas de treinadores

Direito na mão

Recebeu auxílio-doença ou auxílio-acidente? Veja como se aposentar agora!

Coluna Exitus na Política

Um passeio nas cavernas

Na Rede

Morte de produtor, garotinho com orgulho do pai na enchente e mais: confira os destaques do DIARINHO

Artigos

O combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes é um compromisso coletivo

Jackie Rosa

Niver da Chris

Gente & Notícia

Níver da Margot

Foto do Dia

“O mar, quando quebra na praia”

Coluna Existir e Resistir

Designação geral sobre o fim do mundo



TV DIARINHO






Especiais

NA ESTRADA

Pôr do sol de tirar o fôlego é atração o ano inteiro na praia de Armação

RIO GRANDE DO SUL

A história de luta de um quilombo que resiste às enchentes em Porto Alegre

DADOS INÉDITOS

Em meio ao lixo das chuvas no Rio Grande do Sul, catadores não conseguem trabalhar

NÚMEROS

No Brasil, 3 a cada 4 vivem em cidades com mais risco de desastres por chuvas

DADOS

Exportação de armas de fogo dobrou durante os anos Bolsonaro, revela levantamento inédito



Blogs

A bordo do esporte

Fórmula E: Mitch Evans vence primeira corrida de Xangai

Blog do JC

Prefeito revela que está com tumor maligno

Blog da Jackie

Reserva Royal

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Marisa Zanoni Fernandes

"Balneário Camboriú não precisa de capitão, fantoches, seres iluminados, ungidos. Precisa de pessoas comprometidas com a democracia”

Vilfredo e Heloísa Schurmann

"Nós reciclamos só 6% no Brasil. Na Europa já é 50%. A própria China já está com 35% de reciclagem” (Vilfredo)

João Paulo

"Essa turma que diz defender a família ajudou a destruir a boa convivência em muitas famílias. Na defesa de um modelo único, excludente"

Entrevistão Peeter Grando

“Balneário Camboriú não precisa de ruptura, mas de uma continuidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação