Matérias | Geral


Vídeo de resgate de pescador causa revolta

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

O resgate do corpo do pescador Maurino Hipólito, 63 anos, que morreu em alto-mar no último domingo, após sofrer um infarto fulminante a bordo do Galo Vencedor, de Navegantes, na costa do Rio Grande do Sul, foi filmado e causou comoção e revolta nas redes sociais. O vídeo mostra o corpo do pescador sendo levado à terra numa prancha que é puxada pelo jet skis dos bombeiros.

Muitas pessoas comentaram que o dono da embarcação teria proibido o retorno do barco para Itajaí, para deixar o corpo do trabalhador em terra firme, mas essa versão foi negada pelo sindicato ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Muitas pessoas comentaram que o dono da embarcação teria proibido o retorno do barco para Itajaí, para deixar o corpo do trabalhador em terra firme, mas essa versão foi negada pelo sindicato dos Armadores e das Indústrias da Pesca de Itajaí e Região (Sindipi).

O sindicato patronal explicou, através de nota oficial, que o armador e o mestre de barco, cujos nomes não foram divulgados, tentaram trazer o corpo a bordo pra Itajaí, mas teria havido negativa da Marinha do Brasil. Já a autoridade marítima diz que acionou os bombeiros, assim que houve o pedido de socorro da embarcação. A Marinha não confirma que tenha proibido o transporte do corpo a bordo.



Maurino trabalhava como operador de máquinas no barco de arrasto. A vítima tinha  a função de dirigir a embarcação.  No momento do incidente, o barco estava a 219 milhas náuticas de Itajaí. “O mestre da embarcação entrou em contato com a Marinha, que deu ordem para que se dirigissem o mais próximo possível de Passos de Torres. Tiveram instrução para que esperassem o resgate dos bombeiros, que chegaria com mais rapidez do que se o barco se deslocasse para outro porto”, dizia a nota do Sindipi.

Os bombeiros pediram para que o resgate do corpo fosse filmado, para que houvesse segurança no protocolo da corporação militar. Porém, o vídeo vazou na internet e viralizou nas redes sociais causando revolta entre colegas pescadores.

O Sindipi afirma que também recebeu as imagens por WhatsApp, mas que não sabe como foram parar na  internet. “Sentimos muito pela família do pescador, que teve acesso às imagens. Deixamos claro que não compactuamos com a divulgação, e, segundo relatos do mestre da embarcação, os vídeos foram feitos a pedido do Corpo de Bombeiros”, explica a nota.


"Desumano," opina sindicalista

Henrique Pereira, presidente do Sitrapesca, que é o sindicato dos trabalhadores, disse ao DIARINHO que está acompanhando o caso e que em 43 anos de profissão nunca presenciou nada parecido. “Juridicamente a capitania dos Portos pode decidir, mas no lado humano é a responsabilidade do mestre do barco. Trabalhei 43 anos embarcado e nunca vi nada igual, a falta de respeito com um companheiro de bordo. Lamentável essa atitude”, opinou Henrique.

O presidente já entrou em contato com a família da vítima, mas diz que vai respeitar esse momento doloroso passar. “Não compactuamos com as atitudes que foram cometidas no caso”, conclui. Henrique espera uma decisão da família para saber quais medidas o sindicato deve tomar.

O corpo de Maurino, depois de resgatado pelos bombeiros, viajou por terra até a casa da família. O velório e o sepultamento do pescador aconteceram ontem,  em Tijucas, onde ele vivia com a família.

Marinha desmente versão


Em nota oficial divulgada  ontem à noite pelo comando do 5º Distrito Naval, a Marinha do Brasil diz que não houve o pedido do armador ou do mestre do barco pra trazer o corpo de Maurino a bordo até Itajaí.

Segundo a nota, a Marinha recebeu uma ligação, no domingo pela manhã, com a informação de que havia ocorrido a morte a bordo. A embarcação estava a nove milhas náuticas de Passo de Torres (RS),  e a Marinha solicitou o apoio ao corpo de Bombeiros Militar e avisou à polícia Civil e à Militar.

Com a retirada do corpo da embarcação, a capitania dos Portos em Tramandaí orientou ao mestre do barco que retornasse imediatamente pra Itajaí.

A embarcação estava a 219 milhas náuticas da cidade e iniciou o retorno. A previsão de chegada do barco era ainda na noite de segunda-feira na delegacia da capitania dos portos de Itajaí. A Marinha abriu inquérito administrativo pra apurar a morte.





Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






34.225.194.102

Últimas notícias

Caninana

Acidente entre carro e bike deixa ciclista em estado grave   

ESTUPIDAMENTE GELADA

Atacadões apostam em diversidade de marcas e descontos pra venda de cerveja

Beleza

Heaven Salão faz alerta sobre as tendências de corte do verão 2023

Fora de casa

Barra segura o empate com o Joinville

Rio Itajaí-Açu

Procissão em homenagem a Nossa Senhora foi pouco movimentada

Catarinense

Marinheiro vence o Camboriú debaixo de calorão

CIS de Itajaí

Centro de Testagem de covid tem novo horário de atendimento

BALNEÁRIO

Câmeras flagram homem furtando IPhone

Sábado de festa

Praça do Matadouro é entregue à comunidade

Tarde de sáBado

Incêndio destrói caminhão em Ilhota



Colunistas

JotaCê

Achutti embarca no governo e assume educação de BC

Coluna Esplanada

O BNDES hermano

Coluna Exitus na Política

Chiclete mascado embaixo do banco

Na Rede

Se liga no que foi destaque no DIARINHO nesta semana

Coluna do Ton

Seis Aninhos

Gente & Notícia

FÉRIAS

Foto do Dia

Olha a multidão!

Canal 1

Para ex-diretora da Globo, drama do humor também passa pela renovação

Direito na mão

Qual aposentadoria paga mais?

Coluna do Janio

Vitória para a história

Via Streaming

“Falando a real” aborda terapia e luto

Jackie Rosa

Niver do Armandinho

Clique diário

O pôr do sol!

Artigos

Escultura Santa Ceia de Ervin C. Teichmann, prevista para a Igreja Matriz, está sendo oferecida a Itajaí pelo filho do escultor

Vinicius Lummertz

Turismo, para um Feliz Ano Novo

Coluna Fato&Comentário

Menino Jesus, São Nicolau, velho pom-pom e Papai Noel



TV DIARINHO


ROUBO DE  CARGA DE FRANGO: A Polícia Civil prendeu um bando na quarta-feira acusado de roubo de carga ...





Especiais

ESTUPIDAMENTE GELADA

Atacadões apostam em diversidade de marcas e descontos pra venda de cerveja

MESMA VIBE

Cinco atrações de Alicante que têm tudo a ver com Itajaí

Cinturão verde ameaçado

Inundações colocam em risco produção de hortaliças em Itajaí

Alta temporada

Preços disparam nos supermercados e provocam a indignação de consumidores

Pesquisa de preços 

Sorvetes apresentam diferença de até 50,62% nos principais supermercados



Blogs

A bordo do esporte

Barcos e lanchas compartilhadas seguem tendência de mercado

Blog do JC

Racha

Blog da Ale Francoise

Benefícios do chá de funcho

Blog Doutor Multas

Fumar e dirigir dá multa?

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Volnei Morastoni

“Não sei quem inventou que eu tava com câncer. Eu tive um problema de estafa física e mental”

David Fernandes “LaBarrica”

"Meu sonho é ser prefeito de Balneário Camboriú”

Evandro Neiva

"Vila da Regata de Itajaí vai atrair mais de meio milhão de visitantes

Luíza Moreira

"Meu avô tinha uma marca de ferro na coxa. Hoje em dia eu me revolto ainda por causa da escravidão, porque ainda tem muito preconceito”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação