Matérias | Opinião


Itajaí

A disputa em Joinville será acirrada

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

O ex-senador Paulo Bauer (PSDB) perde força na corrida à prefeitura de Joinville por conta da denúncia do MPF sobre a suposta propina que teria recebido da Hypermarcas, de R$ 11,8 milhões, episódio que já o incomodou na eleição de 2018. O beneficiado direto deste baque será o neotucano Gelson Merisio, ex-presidente da Assembleia e candidato ao governo do estado na última eleição, disposto a impor o nome em outubro. O pedido do MPF depende da aceitação do ministro Edson Luiz Fachin, do Supremo, mas se for pela lógica da amizade e dos passeios de lancha na Beira-Mar Norte ou os jantares em Jurerê Internacional, Bauer, que virou inclusive tuitada do procurador da República Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa da Lava Jato, como novo alvo contra a corrupção, tem tudo para virar réu. Indefinições Além dos tucanos, o vice-prefeito Nelson Coelho deve concorrer no maior colégio eleitoral do estado pelo Patriotas, o ex-vice-prefeito e hoje deputado federal Rodrigo Coelho ainda precisa resolver a relação com o PSB, o deputado federal Darci de Matos (PSD) faz mistério e o deputado estadual Kennedy Nunes trocar de partido para concorrer à sucessão de Udo Döhler (MDB), além do PT entre o ex-deputado Francisco de Assis e o ex-prefeito Carlito Merss, mais outros que vierem. Sabem qual a opinião do deputado estadual Fernando Krelling (MDB) sobre esta profusão de candidaturas: “Quanto mais (nomes), melhor pra mim!” À espera Até o fechamento desta coluna, o deputado Valdir Cobalchini (MDB) ainda aguardava o sinal verde do governador Carlos Moisés para ter aquela conversa sobre a liderança na Assembleia. Cobalchini admitia que, se não saísse agora, poderia ficar para a semana que vem, em função da viagem que faz à base, no Meio-Oeste do Estado. Tem bronca O prefeito Volnei Morastoni (MDB) tem lá seus motivos para estar tiririca com a bancada do partido na Assembleia, pois a primeira suplente da coligação (MDB-PSDB), a deputada Dirce Heiderscheidt, abriu mão para dar espaço para Anna Carolina, adversária certa dele nas eleições de outubro. O plano dos tucanos é o de que a deputada suplente emende a substituição de Vicente Caropreso (PSDB) com a de Marcos Vieira (PSDB), mas está difícil convencer os emedebistas a dar respaldo à manobra em nome de Morastoni, que sequer foi consultado sobre a suplência atual, e ainda convencer Dirce a abrir mão mais uma vez. Onyx, a fênix! O DEM tem posição de destaque no apoio na sustentação do presidente Jair Bolsonaro e, por isso, o deputado Onyx Lorenzoni, do Rio Grande do Sul, pulou da enfraquecida Casa Civil para o Ministério da Cidadania, onde desalojou o deputado federal Osmar Terra, também gaúcho, do MDB, que retorna à Câmara. O presidente Jair Bolsonaro tem agora uma linha de proteção militar entre os ministros que coabitam o Palácio do Planalto, os chamados da casa, com a chegada do chefe do Estado Maior do exército, general Walter Braga Netto, que não tem problema em comandar intervenções, como o fez no Rio de Janeiro. Candidata de Bolsonaro! A jornalista e advogada Julia Zanatta oficializou a filiação ao PL para concorrer à prefeitura de Criciúma e nem precisa fazer força sobre ser a candidata de Jair Bolsonaro na cidade, ela que é amiga de Eduardo e Carlos Bolsonaro, filhos do presidente, fato que pesa na maior cidade do sul, onde Clésio Salvaro (PSDB) busca a reeleição. “Eduardo Bolsonaro me indicou que o melhor partido para eu me candidatar em Santa Catarina seria o PL do senador Jorginho Mello”, afirma Júlia. O “PSSSIU” DA DISCÓRDIA! A deputada Anna Carolina Martins (PSDB) garantiu um mal-estar com os demais deputados, na sessão de quinta (13), quando, em meio à sua manifestação à tribuna da casa, soltou um “Psssiu, ô amigos, ô amigos! Não precisam escutar a deputada aqui, mas pelo menos não atrapalhem a fala, tá!” A parlamentar chamava a atenção ao grupo de deputados, entre eles Ricardo Alba (PSL), Nazareno Martins (PSB), Milton Hobus (PSD), Marlene Fengler (PSD), João Amin (PP) Volnei Weber (MDB) e Sargento Lima (PSL), que conversavam no plenário, enquanto ela discursava, algo normal na rotina da casa. E voltou a citar um por um dos presentes quando o silêncio não veio, e emendou, ao sair da tribuna, que estavam lhe tirando a concentração. Sorrisos amarelos foram os que sobraram quando ela se aproximou dos demais na planície sob o olhar estupefato de assesores, que nunva viram coisa semelhante.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






44.201.95.84

Últimas notícias

Pesquisa DIARINHO

Preço da carne pode variar até 145%

Eleições 2022

Único nome da Frente Democrática em Balneário, professora Taíse tem foco em educação

Copa SC

Marinheiro visita o Nação para retomar à liderança

Assembleia legislativa

Otto Quintino quer ampliar infraestrutura da saúde em Itajaí

Futebol Americano

Itajaí Almirantes se despede da Liga Brasileira

Miss Gay SC

Candidata de Tubarão vai representar SC em concurso nacional

Mega Sena

Catarinenses levam a quina; Mega vai sorter R$ 200 milhões

trânsito

Carreata pede justiça para Iziel em Camboriú

Ilhota

Moradores brigam no WhatsApp por causa da cachorrada solta nas ruas

SAÚDE

Agora é lei: a cobertura pelos planos de saúde de tratamentos não listados pela ANS é obrigatória



Colunistas

JotaCê

Comeu siri do pala?

Coluna Esplanada

Balela Air

Canal 1

Reality de confinamento se torna peça fundamental na grade de TV

Jackie Rosa

Show de Armando

Na Rede

Confira as notícias que foram destaque nas redes do DIARINHO

Clique diário

Pesca solitária

Direito na mão

Erros no cálculo da aposentadoria: é possível corrigir?

Gente & Notícia

Moeda exclusiva de BC

Coluna do Janio

Aposta alta

Coluna Exitus na Política

O gênero da política

Coluna do Ton

Fiori

Via Streaming

“Estrelas Além do Tempo”

Coluna Fato&Comentário

Arnaldo Brandão: centenário do escritor de Itajaí

Vinicius Lummertz

SC: propostas para o debate sobre o futuro

Artigos

Marco do sesquicentenário do município destruído

Instituto Ion | Informando e Inovando

Um ano de Informando e Inovando

Coluna Tema Livre

Cuidado com os candidatos



TV DIARINHO


Entrevistão com Décio Lima - Candidato à Governador de Santa Catarina pelo PT





Especiais

Pesquisa DIARINHO

Preço da carne pode variar até 145%

Cidade histórica

São Chico tem o charme de 518 anos

Preços baixos

Atacarejos se multiplicam em Itajaí e disputam consumidor mais exigente

SE LIGA!

DIARINHO lança espaço de economia popular para ajudar você nas compras

Balneário Camboriú

Construtora e morador disputam área histórica aos pés da roda-gigante



Blogs

A bordo do esporte

ABDA é bicampeã do Brasileiro Sub-20 masculino de polo aquático

Blog do JC

Velho massifica na cachola de comissionados

Blog do Ton

Zezé Di Camargo & Luciano aterrissam em outubro no Expocentro BC

Blog Doutor Multas

5 golpes comuns que você deve ficar atento ao comprar um carro

Blog da Jackie

Spring Party

Blog da Ale Francoise

Tá com tosse aí?

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Décio Nery de Lima

"Vou retomar os investimentos que o Bolsonaro negou para Santa Catarina”

Jorginho Mello

"O candidato do presidente Bolsonaro é o Jorginho Mello”

Odair Tramontin

“O Partido Novo defende a privatização de tudo que for possível”

Jorge Bornhausen

“As urnas são absolutamente seguras. Até hoje ninguém descobriu fraude. É história de quem está pensando que pode perder”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação