Matérias | Geral


Itajaí

Casa é interditada e ruas ficam alagadas em Camboriú

No Balneário rolaram deslizamentos na estrada da Rainha, morro da Interpraias e no Barranco

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Uma montoeira de terra escorregou e derrubou o muro de uma casa em Camboriú, por causa da chuvarada. O rio da city transbordou e alagou ruas do bairro Monte Alegre. Já no Balneário Camboriú, o dia foi marcado por deslizamentos na estrada da Rainha, morro da Interpraias e na estrada geral do Barranco. As balsas que fazem a travessia pelo rio Camboriú podem ser brecadas hoje.

A Capital da Pedra está em estado de atenção. A desgraceira atingiu principalmente o bairro Monte Alegre. De manhã, o rio transbordou e alagou as ruas Monte Caraíba, Monte Serra Fina, Monte Cruzeiro, Monte Branco, Monte Serra Negra, Monte Corcovado e Pitangueira. À tarde, o nível voltou ao normal, mas durante à noite voltou a incomodar os moradores da rua Monte Serra Fina e na entrada do loteamento Conde Vila Verde.

O secretário de Obras José Pedro Costa disse que, pra tentar diminuir os alagamentos, foram feitos 300 metros de galeria na localidade, mas ainda falta acabar com outro pedaço, que deverá beneficiar ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


A Capital da Pedra está em estado de atenção. A desgraceira atingiu principalmente o bairro Monte Alegre. De manhã, o rio transbordou e alagou as ruas Monte Caraíba, Monte Serra Fina, Monte Cruzeiro, Monte Branco, Monte Serra Negra, Monte Corcovado e Pitangueira. À tarde, o nível voltou ao normal, mas durante à noite voltou a incomodar os moradores da rua Monte Serra Fina e na entrada do loteamento Conde Vila Verde.

O secretário de Obras José Pedro Costa disse que, pra tentar diminuir os alagamentos, foram feitos 300 metros de galeria na localidade, mas ainda falta acabar com outro pedaço, que deverá beneficiar a população nos dias de muita chuva. “Precisa investir em drenagem”, diz ele.



Casa

No bairro Taboleiro, um muro despencou na rua Figueira. O dono da casa, Jandir Toledo, 43 anos, conta que a treta rolou porque foi cavada a terra do terreno ao lado e o muro não tinha como ficar em pé. “Por sorte, não fez nada na casa”, comemora o homem. A área foi vistoriada e brecada pela defesa Civil, mas ontem a família ainda estava na moradia. Também despencou terra no morro que leva pra loja maçônica, na entrada da Capital da Pedra. Uma pista ficou brecada e ninguém se machucou.

O rio Camboriú saiu do nível normal na noite de ontem, mas não chegou a atingir moradias. A coordenadora da defesa Civil, Carla Krug, acredita que a pendenga maior deveria rolar na madrugada, quando a previsão era de maré alta novamente. Mostrando o total despreparo da defesa Civil, ela não soube informar o nível máximo do rio pra que seja decretado alerta ao povão. Quem notar que o aguaceiro está tomando conta da sua moradia, deve picar a mula o quanto antes.


As aulas do Instituto Federal, o antigo colégio Agrícola, foram suspensas até segunda-feira. Até a noite de ontem, a prefeita Luzia Coppi Mathias ainda não tinha decretado brecada nas aulas pra criançada.

A terra cedeu na Maravilha

Em Balneário Camboriú, a desgraceira foi nos morros. Uma montoeira de terra deslizou da avenida Interpraias, bem em frente à praça Mário Covas. O barro tomou conta de metade da via e os peões da secretaria de Obras tiveram que ser rápidos pra limpar a pista. “Os funcionários já estão fazendo a remoção da terra, mas podem ocorrer outros deslizamentos”, informou ontem o chefe da defesa Civil Maurício Chedid, o Cuca.

Também rolou deslizamento na estrada da Rainha. Por lá a terra cedeu na margem da via e deixou a turma da defesa Civil em alerta. Por sorte, não atrapalhou o trânsito. As atenções especiais ficaram voltadas ainda pros morros do Cristo Luz e da Pedreira, no bairro da Barra, onde também há risco de deslizamentos. “Os moradores que notarem qualquer movimento de terra devem sair de casa imediatamente”, alerta Cuca.

Na noite de ontem foi a vez da terra escorregar na estrada de acesso ao bairro São Francisco de Assis, o popular Barranco. Perto do loteamento Jardim Denise, o barro tomou conta da margem da via. Já o rio Peroba, no bairro São Judas Tadeu, quase transbordou, mas não atingiu nenhuma casa.


Balsas

A previsão é que a correnteza fique forte pacas hoje. Com tanto lixo passando rapidão pelo rio Camboriú, é possível que a travessia das balsas que ligam o Barranco e o bairro Vila Real seja brecada por questão de segurança. Até ontem, os serviços rolavam normalmente.

À noite, um deslizamento no morro do loteamento Jardim Denise interditou uma casa e uma família acabou retirada de lá. Eles devem ficar na casa de parentes. Já no bairro das Nações, o povão viu uma pequena movimentação de terra no morro, mas não chegou a rolar deslizamento.





Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






44.192.15.251

Últimas notícias

PENHA

Inscrições para curso de culinária gratuito abrem na segunda

Tragédia

Caminhão mata criança atropelada no São Vicente

Copa do Brasil

Ingressos para a torcida do Vasco esgotam em meia hora

BALNEÁRIO

Menor é preso por tráfico de drogas no bairro das Nações

ITAJAÍ

Briga de moradores de rua acaba em assassinato na Murta

Copa do Brasil

Marcílio abre venda de ingressos para a torcida do Vasco em novo setor

ITAJAÍ

Nova diretoria da Associação Empresarial de Itajaí toma posse em noite de festa; veja as fotos

Se liga

Caixa lança concursos com salários de até R$ 11 mil em SC

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Plantio de árvores começa a mudar visual da Atlântica

Prevenção

29 mil doses da vacina contra a dengue chegam a SC, mas nenhuma pra região



Colunistas

JotaCê

Forte candidato a sucessão de FO

Jackie Rosa

Ai que calor!

Histórias que eu conto

Histórias da Hercílio Luz

Artigos

O novo Plano Diretor de Itajaí só tem vencedores

Coluna Esplanada

Efeito cascata

Gente & Notícia

Nova geração Dalvesco

Coluna Existir e Resistir

United Colors Sarará

Foto do Dia

A ver navios

Via Streaming

“Yesterday”

Ideal Mente

Mudar dói

Show de Bola

Grande campanha

Direito na mão

Trabalho insalubre ou perigoso pode antecipar a aposentadoria

Empreender

O esporte e a inclusão

Coluna Exitus na Política

Os disfarces da linguagem

Na Rede

Confira o que bombou nas redes DIARINHO

Coluna do Ton

Destaque da Salgueiro

Clique diário

Tesouro

Coluna Fato&Comentário

O Porto é nosso?



TV DIARINHO


Uma criança morreu atropelada por um caminhão no bairro São Vicente, em Itajaí, no final da manhã deste ...





Especiais

TURISMO

Japaratinga: vale a pena se hospedar no melhor resort do Brasil?

violência

Brasil tem um assassinato de pessoa trans a cada três dias

Programa diferente

Na Estrada: Escapada pra Curitiba num finde de verão

Presidente do STM

Acampamentos golpistas “foram tolerados por orientação” militar

Agropecuária

Bancada adota ‘discurso tóxico’ em anúncios nas redes sociais



Blogs

A bordo do esporte

Volta da Ilha das Cabras abre temporada de regatas em São Paulo

Blog do JC

Lula e o genocídio

Gente & Notícia

Churrasco On Fire, da dupla Fernando e Sorocaba, chega a Massaranduba

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog da Jackie

O ‘sim’ de Ângela e Dolor

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Adão Paulo Ferreira

"Porto sozinho não serve para nada. Ele precisa ter navios, linhas"

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação