Matérias | Geral


Itajaí

Escolas públicas do Balneário tão abaixo da média catarina na prova do Enem

Os colégios particulares foram melhor e o Energia se destacou. Em Cambu, quem mandou bem foi a turma do Colégio Agrícola

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Os alunos da rede pública de ensino da Maravilha do Atlântico estudaram mais do que os de Itajaí e alcançaram média de 542,64 pontos na prova do exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2010, contra 531,27 dos estudantes da city peixeira. O problema é que em Balneário Camboriú os colégios públicos também ficaram com médias abaixo da estadual (555). Por isso, a coordenação de educação da gerência Regional de Itajaí (Gered) promete uma reunião com os diretores de todas as 38 escolas de ensino médio da região pra avaliar o resultado divulgado pelo ministério da Educação (MEC) esta semana.

Com média acima da nacional (537) e catarina, a escola Estadual Profª Francisca Alves Gevaerd, na Barra, foi a melhor unidade pública da city: 589,69 pontos. No entanto, a participação dos alunos por lá deixou a desejar. “A prova do Enem não é igual aos vestibulares convencionais. O conteúdo é cobrado de maneira mais interpretativa, e é isso que procuramos trabalhar aqui, mas ainda precisamos melhorar a participação dos alunos”, diz Rita de Cássia dos Santos, assessora da direção da escola.

Entre as unidades particulares, a melhor de todas na Maravilha foi o Colégio Energia, onde 53% dos alunos participaram da prova e conseguiram 628,23 pontos. Por outro lado, mesmo tendo a melhor ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Com média acima da nacional (537) e catarina, a escola Estadual Profª Francisca Alves Gevaerd, na Barra, foi a melhor unidade pública da city: 589,69 pontos. No entanto, a participação dos alunos por lá deixou a desejar. “A prova do Enem não é igual aos vestibulares convencionais. O conteúdo é cobrado de maneira mais interpretativa, e é isso que procuramos trabalhar aqui, mas ainda precisamos melhorar a participação dos alunos”, diz Rita de Cássia dos Santos, assessora da direção da escola.

Entre as unidades particulares, a melhor de todas na Maravilha foi o Colégio Energia, onde 53% dos alunos participaram da prova e conseguiram 628,23 pontos. Por outro lado, mesmo tendo a melhor participação de alunos na prova do Enem 2010, com 71%, o Colégio Margirus teve a pior nota entre as particulares: 528,46. A justificativa da direção é que o colégio incentiva que todos os alunos façam a prova, e não apenas os melhores. “Muitas escolas usam o ranking como marketing e colocam apenas os melhores alunos para fazer o teste. Nós preferimos que todos nossos alunos façam a prova, mesmo que isso signifique uma média um pouco mais baixa, pois assim a gente pode ter uma noção do que os alunos ainda precisam aprender”, sisplica a coordenadora pedagógica do Margirus, Nelita Borges.



Escola digrátis é a melhor

Na Capital do Mármore, apenas três unidades de ensino foram avaliadas e a melhor é pública. E não é muito difícil descobrir o porquê. Os estudantes do Instituto Federal de Santa Catarina, também conhecido como Colégio Agrícola, têm direito a aulas de manhã, almoço e ainda fazem cursos técnicos pela tarde. “Nós priorizamos aliar o ensino médio e o ensino técnico. Além disso, para entrar no curso, os alunos precisam fazer uma prova de seleção. Este ano, ainda teve mais uma novidade para ajudar os alunos. Os mais carentes podem pedir auxílio para não precisarem trabalhar e assim poderem se dedicar mais aos estudos”, conta Sirlei Albino, coordenadora geral de ensino do IF, que tirou 625,78 pontos na provona do Enem.

Plá com diretores


Mesmo com médias de participação maior do que em Itajaí, os números do MEC mostram que Cambu e Balneário também não têm nenhuma escola que integre o Grupo 1 – escolas com 75% ou mais de participação no Enem. E aumentar a participação dos alunos parece ser o principal desafio da coordenadora de educação da Gered/Itajaí, Clenira Schmitz Pivato, que já marcou uma reunião com os diretores de todas as escolas dos municípios da região pra segunda-feira (19). “Ainda não avaliamos os resultados divulgados pelo MEC, mas já sei que a participação não foi muito boa, então precisamos conversar com os diretores para encontrar uma forma de fazer o aluno da rede pública participar mais do Enem”, diz Clenira, que ainda arrisca uma solução pro problemão. “Muitos alunos precisam apenas de informação. Eles acham que não têm condições de cursar uma faculdade e por isso não fazem a prova. Se informarmos sobre os programas do governo federal, como o ProUni [Programa Universidade para Todos], isso pode mudar”, conclui.

O Enem avalia o desempenho do estudante ao final do ensino médio. A prova é composta por 180 questões de múltipla escolha e uma redação. O resultado também é usado como critério de seleção pras bolsas do ProUni e pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que substituiu o vestibular em diversas universidades públicas.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






18.207.129.175

Últimas notícias

Jogão!

Internacional vence o Grêmio com pênalti no último minuto

Que vitória!

Barra vence o Inter de Lages e encaminha classificação

Futebol

Flamengo vence o Fluminense e bota uma mão na Taça Guanabara

em Araquari

Crianças indígenas são ameaçadas pelo avanço das águas

VERDE E AMARELO

Comitiva de políticos catarinenses participa de ato de Bolsonaro em SP

protesto em penha

Moradores fecharam o acesso ao Cascalho

ECONOMIA

Receita paga lote da malha fina do IR

ILHOTA

Carro acerta árvore e pega fogo na Jorge Lacerda

Futebol feminino

Brasil vence a Colômbia e se classifica na Copa Ouro

LOTERIAS

Mega-Sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 120 milhões



Colunistas

Coluna Exitus na Política

O TEMPO DA INDETERMINAÇÃO

Empreender

Balneário Camboriú no radar dos investimentos norte-americanos

Coluna Esplanada

Selos de veracidade

JotaCê

Vereador faz demagogia usando o chapéu alheio

Via Streaming

Grande responsabilidade

Na Rede

Se liga nas notícias que bombaram nas redes do DIARINHO

Jackie Rosa

Ai que calor!

Histórias que eu conto

Histórias da Hercílio Luz

Artigos

O novo Plano Diretor de Itajaí só tem vencedores

Gente & Notícia

Nova geração Dalvesco

Coluna Existir e Resistir

United Colors Sarará

Foto do Dia

A ver navios

Ideal Mente

Mudar dói

Show de Bola

Grande campanha

Direito na mão

Trabalho insalubre ou perigoso pode antecipar a aposentadoria

Coluna do Ton

Destaque da Salgueiro

Clique diário

Tesouro

Coluna Fato&Comentário

O Porto é nosso?



TV DIARINHO






Especiais

TURISMO

Japaratinga: vale a pena se hospedar no melhor resort do Brasil?

VIAGEM NO TEMPO

Museu do Carro traz nostalgia e diversão sobre o universo automotivo

NOVOS TEMPOS

SC é pioneira na promoção da mobilidade elétrica

PLANEJAMENTO URBANO

Camboriú vai investir mais de R$ 60 milhões em mobilidade

SE LIGA

Motoristas têm que cumprir novas regras para tirar ou renovar a CNH



Blogs

Gente & Notícia

Banda tributo internacional dos Beatles confirma apresentação em Florianópolis

A bordo do esporte

Inaê Soto Transbrasa volta às regatas com pódio

Blog do JC

Caçadores de mosquitos!

Blog da Jackie

Gisele Bündchen e Marlon Teixeira

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Adão Paulo Ferreira

"Porto sozinho não serve para nada. Ele precisa ter navios, linhas"

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação