Matérias | Geral


Itajaí

Presos fizeram colega de cela escrever bilhete dizendo que iria cometer suicídio

Simulação não deu certo e polícia descobriu quem foram os autores do primeiro assassinato no presídio regional da Canhanduba. Polícia divulga vídeo de agressão dentro do cadeião

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Os tiras da Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Itajaí desvendaram a morte de Jocimar Fernandes de Paula, 40 anos, que aconteceu na segunda-feira e foi o primeiro assassinato no presídio Regional da Canhanduba. Ontem à tarde, foram apresentados à imprensa os três homens acusados de matar e simular o suicídio do colega de cela: Marcelo Obernizer, 34 anos, Ruan Felipe dos Santos, 34, e Handerson André Amorim, 22.

O delegado Alan Pinheiro de Paula ainda mostrou à imprensa o lençol usado pelos presos para enforcar Jocimar. Mas o mais macabro de todos os indícios do crime é o bilhete que os malignos teriam obrigado o detento a escrever antes de ser assassinado.

A letra, cheia dos garranchos, é mesmo do homem morto. Mas há uma diferença de outras cartas que ele já escreveu. Pra polícia, a letra trêmula e irregular demonstra que Jocimar foi coagido a fazer ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


O delegado Alan Pinheiro de Paula ainda mostrou à imprensa o lençol usado pelos presos para enforcar Jocimar. Mas o mais macabro de todos os indícios do crime é o bilhete que os malignos teriam obrigado o detento a escrever antes de ser assassinado.

A letra, cheia dos garranchos, é mesmo do homem morto. Mas há uma diferença de outras cartas que ele já escreveu. Pra polícia, a letra trêmula e irregular demonstra que Jocimar foi coagido a fazer o bilhete como uma forma de despistar o crime.



Nenhum dos três acusados admitiu o homicídio. Mas todos revelaram ter participado de uma briga no domingo, quando três presos foram espancados. Entre eles, Josimar. A polícia ainda não sabe o que motivou a agressão.

Há ainda um quarto autor do assassinato, Felipe Juan Schmitt, 31. Como ele já tinha sido ouvido pelos tiras da DIC, ontem ficou na Canhanduba. O delegado Alan de Paula disse que os envolvidos foram indiciados por tortura, homicídio e formação de quadrilha.

A simulação do suicídio de Josimar não deu certo, disse o delegado Alan, graças ao trabalho da perícia. O laudo feito pelos técnicos do instituto Médico Legal (IML) confirmou que a morte foi causada por asfixia por estrangulamento, mas que o coitado morreu antes do enforcamento. Além disso, as marcas encontradas no pescoço de Jocimar são diferentes das que seriam produzidas pelo lençol que suportamente serviu de forca.


Confusão começou com espancamento domingo

A confusão de domingo começou com o espancamento do traficante Ademir Moreira da Silva, 37. Marcelo, Ruan, Handerson e outros presos desceram a lenha no cara. Ademir chegou a sofrer afundamento no crânio. Enquanto ele era socorrido pelos agentes penitenciários, os presos começaram outro espancamento. Dessa vez, quem apanhou foi o estuprador Alisson de Souza Ramos, que saiu com o maxilar quebrado. A violência foi filmada pelos agentes prisionais.

Por algum motivo que a polícia ainda não descobriu, Jocimar também entrou na lista negra dos colegas de cela. A única coisa que os presos revelaram é que atacaram Alisson porque ele teria estuprado um sobrinho de cinco anos. Mas, pra polícia, a razão da violência é outra.

José Milton Ribeiro Santana, diretor do presídio, informou que os dois presos agredidos já estão em uma cela separada e alguns dos acusados serão removidos pra outra prisão.


Suspeitos contam sua versão pra morte

Os três acusados de matar e simular o suicídio do detento Jocimar aceitaram bater um papo com a imprensa ontem à tarde, quando foram oficialmente apresentados pela polícia. O trio nega o crime e tem o mesmo discurso: eles estariam tirando um cochilo na hora que Jocimar cometeu suicídio e por isso não viram o que aconteceu.

Lembra do estuprador famosão que tocou o terror na city peixeira no início deste ano? É o preso Marcelo, um dos acusados. “Não conhecia ele e não ouvi nada. Tava dormindo na hora. Todos tavam dormindo porque tomam remédio” afirmou. Na caruda, disse que não mataria ninguém na cela e que, se isso acontecesse, seria no pátio da cadeia. “Se for pra tombar, tombo no pátio mesmo, faço mesmo! Não tive nada a ver com o verme morto, não preciso matar ninguém na cadeia”, disparou, referindo-se a Jocimar.


Marcelo admitiu que espancou Alisson sob a irônica alegação de que não gosta de estuprador. Questionado sobre sua afirmação descarada, ele contou que também já recebeu ameaças por ter cometido o mesmo crime. “Se ficam falando pra mim, faço engolir tudo”, desafiou. Pra finalizar, o tarado deixou escapar que não gostava de Jocimar, mesmo depois de ter dito que não o conhecia. “Esse cara pra mim é um merda”, soltou.

Handerson foi preso em agosto por homicídio. Ele matou um colega com uma facada e já tem passagens por furto, ameaça, desacato e lesão corporal. Também alegou que tava dormindo e quando acordou já tinham chamado os agentes por conta do suicídio. Mas confirma que participou da briga no domingo. “Se me botar com estuprador de novo, bato de novo”, descascou.

Ruan tá preso por tráfico e tem ficha suja por furto, assalto e sequestro. Ele soltou a mesma versão dos demais: “Acordei com o corpo (de Jocimar) agonizando. Não vi nada, tava dormindo, não vi escrever carta”.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






44.222.218.145

TV DIARINHO


Itajaí vai ter centro de triagem para dar conta dos atendimento de dengue. A cidade é a quarta com maior ...





Especiais

TURISMO

Japaratinga: vale a pena se hospedar no melhor resort do Brasil?

violência

Brasil tem um assassinato de pessoa trans a cada três dias

Programa diferente

Na Estrada: Escapada pra Curitiba num finde de verão

Presidente do STM

Acampamentos golpistas “foram tolerados por orientação” militar

Agropecuária

Bancada adota ‘discurso tóxico’ em anúncios nas redes sociais



Blogs

A bordo do esporte

Volta da Ilha das Cabras abre temporada de regatas em São Paulo

Blog do JC

Lula e o genocídio

Gente & Notícia

Churrasco On Fire, da dupla Fernando e Sorocaba, chega a Massaranduba

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog da Jackie

O ‘sim’ de Ângela e Dolor

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Adão Paulo Ferreira

"Porto sozinho não serve para nada. Ele precisa ter navios, linhas"

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação