Matérias | Polícia


Itajaí

Menina de 15 anos solta garoupa falsa num mercadinho

Em menos de uma semana, três já foram pegos com dinheiro fajuto

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Mais um dimenor foi guentado passando dinheiro falso na região. Dessa vez foi uma menina de 15 anos que, juntamente com uma amiga que conseguiu siscapulir, tentou enganar o comerciante José Fazioni, 50, dono de um mercadinho na rua José Gall, no bairro Dom Bosco, em Itajaí. A garota passou uma nota fajuta de 100 pilas pra comprar dois maços de cigarro. “Era uma nota muito alta”, comenta José, que logo percebeu a falsificação, segurou a menina e chamou a polícia. Em agosto, os homidalei já haviam pego um dimenor de 16 anos espalhando dinheiro de mentirinha em Barra Velha.

Comparsa abandonou garota

A menina chegou à mercearia Fazioni no meio da tarde de terça-feira. Sua comparsa-mirim a esperava em uma Biz roxa, na frente do mercadinho. A garota pediu dois maços de Carlton e deu a um funcionário ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Comparsa abandonou garota

A menina chegou à mercearia Fazioni no meio da tarde de terça-feira. Sua comparsa-mirim a esperava em uma Biz roxa, na frente do mercadinho. A garota pediu dois maços de Carlton e deu a um funcionário a notinha da garoupa. O rapaz, de cara, já desconfiou da falsificação. “Chamaram o dono, que a levou na mesma hora lá para trás [nos fundos da mercearia]”, contou um empregado do mercadinho.



A adolescente insistiu que não sabia que a nota seria falsa. Mas o que deixou a polícia desconfiada é que a amiga da garota, assim que percebeu a fria, ligou a motoca e fugiu. “Quando eu comecei a anotar num papel a placa da moto, a amiga fugiu. Isso é que é amiga”, brincou o empregado da mercearia.

A adolescente foi entregue à polícia Militar, que a encaminhou depois para a delegacia da Mulher, da Criança, do Adolescente e do Idoso.

Comerciante desconfiou da valor da nota


Foi o valor e o tamanho da nota que fez o comerciante José Fazioni ficar desconfiado da falsificação. “Era uma nota muito alta para comprar dois maços de cigarro. Nesses casos a gente sempre fica muito alerta”, contou ao DIARINHO.

O que também levou o comerciante a descobrir a farsa foi a impressão escura demais da marquinha do rodapé da cédula. “Quando a marca está escura, bem preta, é porque é falsa. A nota original possui pequenas falhas e listras no rodapé”, ensinou Fazioni. “As caixas que trabalham conosco também costumam verificar raspando a nota. Quando é falsa, sai a tinta”, acrescentou.

No depoimento que deu aos tiras, a dimenor alegou que a notinha fajuta havia sido dada pelo pai, como pagamento de pensão. O delegado Fabrício Wloch informou que o pai da menina será chamado pr’um plá com a lei pra que a história seja tirada a limpo. A adolescente foi liberada pra mãe logo depois de prestar depoimento.

Dono de mercadinho tá arriscado a se lascar porque vendeu cigarro pra dimenor

Mas não é só a menina que começou cedo na profissão de trambiqueira que vai se dar mal nessa história. É que vender cigarros pra dimenores é proibido por lei e, por conta disso, o comerciante José Fazioni tá arriscado a também tomar no lombo.


As penas previstas pelo estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)pra quem vende cigarro pra rapaziada dimenor, diz o delegado Fabrício Wloch, vão desde multa até prisão do marmanjo. Isso sem contar a interdição do comércio e o cancelamento do alvará de funcionamento.

José Fazioni justificou ao DIARINHO que os dois maços foram vendidos pra adolescente que passou a nota falsa porque não havia como saber a idade da guria. “Não tinha como saber que ela era menor de idade. Nessas horas, não temos como ver”, argumentou. O comerciante foi chamado pra depor ontem à tarde na depê da Mulher, da Criança e do Adolescente. Ainda não foi decidido se ele vai ou não responder criminalmente pela venda do pito à rapariga.

Seis já foram presos na região passando grana fajuta

As notas novas de 100 e 50 pilas, que foram lançadas em dezembro do ano passado pelo banco Central justamente pra combater as falsificações, não escaparam da ação da malandragem. No final de agosto até agora, seis pessoas já foram presas na região soltando pelaí dinheiro made in Paraguay, incluindo a menina que agiu na mercearia Fazioni.


Antes da garota desta semana, dois rapazes foram guentados entre Itajaí e Balneário Camboriú. Na Maravilha do Atlântico, em 1º de outubro, Sérgio Gonçalves de Oliveira, 24 anos, foi fisgado pela PM com nove oncinhas falsificadas. Ele foi dedurado por uma comerciante do centro do Balneário, depois que passou uma das cédulas de R$ 50.

No mesmo dia também foi guentado pela PM de Itajaí um rapaz identificado apenas pelas iniciais M.L.G., 23. O golpe, também com uma oncinha fajuta, foi tentado contra uma carrocinha de cachorro-quente. O ambulante foi quem chamou a PM.

Quatro marmanjos e um dimenor foram levados em cana pela polícia Militar da Barra Velha, em 22 de agosto, depois de tentar passar uma nota falsa de R$ 50 numa sorveteria. Os homidalei ainda encontraram com Carlos César Francisco, 22, Júlio César Pereira, 34, José Adriano da Silva Barbosa, 19, e com o adolescente uma pedra de crack e cerca de 10 gramas de cocaína.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.239.9.151

TV DIARINHO


Justiça manda o projeto do Plano Diretor de Itajai seguir em frente. Decisão entendeu que alegações ...





Especiais

violência

Brasil tem um assassinato de pessoa trans a cada três dias

Programa diferente

Na Estrada: Escapada pra Curitiba num finde de verão

Presidente do STM

Acampamentos golpistas “foram tolerados por orientação” militar

Agropecuária

Bancada adota ‘discurso tóxico’ em anúncios nas redes sociais

Itajaí

Coleta seletiva tem contrato milionário não fiscalizado



Blogs

A bordo do esporte

Com visuais deslumbrantes, novo percurso curto do L'Étape Cunha é anunciado

Blog do JC

Lula e o genocídio

Gente & Notícia

Churrasco On Fire, da dupla Fernando e Sorocaba, chega a Massaranduba

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog da Jackie

O ‘sim’ de Ângela e Dolor

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”

Hang Ferrero

“Administrar a vida é particularmente difícil. Mas amar de maneira ampla é absolutamente fácil. Amar é revolucionário. Amem com todo o esforço que puderem suportar”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação