Matérias | Polícia


Itajaí

Ex-presidiário é encontrado crivado de balas

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]


O jardineiro e ex-presidiário Jonathan Carlos da Silva, o Teco, 29 anos, foi executado com quatro tiros na noite de terça-feira, no bairro Nossa Senhora das Graças, o popular Matadouro, na Ressacada, em Itajaí. O corpo do rapaz foi encontrado numa das ladeiras da rua Luiz Panca. A polícia Civil de Itajaí suspeita que o crime tenha rolado depois uma briga por conta de dívida de drogas. O pistoleiro que mandou Teco pro além ainda não foi localizado pela polícia.


O crime rolou pouco depois das 20h30. Teco tinha no corpo quatro buracos de bala que a perícia acredita ser de um revólver calibre 38. Os tirombaços atingiram o peito, o pescoço, as costas e a barriga ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

OU

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


O crime rolou pouco depois das 20h30. Teco tinha no corpo quatro buracos de bala que a perícia acredita ser de um revólver calibre 38. Os tirombaços atingiram o peito, o pescoço, as costas e a barriga do jardineiro. Coberto de sangue, Jonathan morreu antes mesmo de ser socorrido pelos paramédicos.



Mulher foi a primeira a ver o corpo

Rosane Paola Jucela, a Zaninha, 29, vivia com Teco. Ela foi a primeira a ver o corpo do marido esticado no cimento da ladeira, depois que correu pra rua ao escutar os disparos. “Ela informou que viu seu amásio no chão, sem ninguém no local”, contou um PM que conversou com Rosane.


O rabecão do instituto Médico Legal (IML) de Itajaí recolheu o corpo de Teco por volta das 22h. A essa altura, a polícia já vasculhava o Matadouro atrás de suspeitos, mas ninguém foi localizado. Segundo a polícia Civil, a falta de informações a respeito do assassino, por conta da lei do silêncio entre os moradores do Matadouro, teria dificultado o trampo.

Saiu do crime mas continuou viciado em crack


Dona I.A., 40, mora pertinho de onde Teco foi baleado e morto na noite de terça-feira. A empregada doméstica assistia TV quando soube da bronca pela filha. “Ela estava no computador e saiu para a rua para conversar com um amigo. Lá, os vizinhos contaram para ela o que havia acontecido”, lembra dona I.

A doméstica conta ainda que Teco era o dono da baia incendiada no final da tarde do dia 30 de outubro, um domingo, no alto do morro do Matadouro. Ela reforça a teoria da polícia de que as broncas do jardineiro e ex-presidiário tinham a ver com rolos por conta do uso de drogas.

Um outro morador da ladeira onde Teco foi executado, e que pediu pra não ter o nome revelado, também disse que o rapaz vivia enrolado com drogas. “Ele era viciado na droga que mais tem matado gente por aqui. Viciado, não, viciadaço”, disparou o vizinho, referindo-se ao crack.

Era filho da comunidade

Teco se criou no Matadouro. Era filho do casal de trabalhadores Maria Aparecida da Silva, a dona Cida, e de José Carlos da Silva, o seu Teteco. Ao contrário dos pais, enveredou pro mundo do crime e chegou a cumprir pena no cadeião que fica lá mesmo no Matadouro por furto. Em 2008, foi colocado em liberdade pela dona justa e desde então trampava como jardineiro. Teria largado o crime, mas não conseguiu se desvencilhar do vício do crack.





Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






44.211.117.197

Últimas notícias

Será que volta?

Novo Suzuki Swift é lançado na Europa

“Veoitão” moderno

Novo Cayenne GTS está à venda no Brasil

MERCADO

Unimed Litoral está contratando fisioterapeutas

ESTUDO

Águas de Penha instala câmeras para monitorar visitantes

ITAJAÍ

Pintor morre em acidente com moto na BR 101

Futebol

Camboriú estreia na segundona neste sábado em BC

Ajeitando a casa

Marcílio Dias pagou mais R$ 1,7 milhão em dívidas só em 2023

Série B

Brusque reencontra seu ex-treinador no duelo contra o Vila Nova

ENQUETE 

Festa do Peixe de Itajaí cancelada novamente: qual a sua opinião?

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Motos “no pau” preocupam autoridades de trânsito em BC



Colunistas

JotaCê

Fabrício chamegou Bolsonaro em Brasília

Coluna Fato&Comentário

Associativismo comunitário em Itajaí: o começo

Coluna Esplanada

Trio de apostas

Via Streaming

Tudo pelo dinheiro

Ideal Mente

O desamparo da infidelidade

Show de Bola

Trocas de treinadores

Direito na mão

Recebeu auxílio-doença ou auxílio-acidente? Veja como se aposentar agora!

Coluna Exitus na Política

Um passeio nas cavernas

Na Rede

Morte de produtor, garotinho com orgulho do pai na enchente e mais: confira os destaques do DIARINHO

Artigos

O combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes é um compromisso coletivo

Jackie Rosa

Niver da Chris

Mundo Corporativo

A importância do equilíbrio da autoestima no mundo organizacional

Gente & Notícia

Níver da Margot

Coluna do Ton

Chegando de Mendoza

Histórias que eu conto

Armação da infância II

Foto do Dia

“O mar, quando quebra na praia”

Coluna Existir e Resistir

Designação geral sobre o fim do mundo



TV DIARINHO






Especiais

NA ESTRADA

Pôr do sol de tirar o fôlego é uma atração do ano inteiro na praia de Armação

RIO GRANDE DO SUL

A história de luta de um quilombo que resiste às enchentes em Porto Alegre

DADOS INÉDITOS

Em meio ao lixo das chuvas no Rio Grande do Sul, catadores não conseguem trabalhar

NÚMEROS

No Brasil, 3 a cada 4 vivem em cidades com mais risco de desastres por chuvas

DADOS

Exportação de armas de fogo dobrou durante os anos Bolsonaro, revela levantamento inédito



Blogs

Blog do JC

Prefeito revela que está com tumor maligno

Blog da Jackie

Reserva Royal

A bordo do esporte

Terceira edição do Troféu Ayrton Senna de Kart celebra 30 anos do legado do ídolo

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Marisa Zanoni Fernandes

"Balneário Camboriú não precisa de capitão, fantoches, seres iluminados, ungidos. Precisa de pessoas comprometidas com a democracia”

Vilfredo e Heloísa Schurmann

"Nós reciclamos só 6% no Brasil. Na Europa já é 50%. A própria China já está com 35% de reciclagem” (Vilfredo)

João Paulo

"Essa turma que diz defender a família ajudou a destruir a boa convivência em muitas famílias. Na defesa de um modelo único, excludente"

Entrevistão Peeter Grando

“Balneário Camboriú não precisa de ruptura, mas de uma continuidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação