Matérias | Polícia


Itajaí

Juiz corregedor vai até o cadeião investigar denúncia de humilhação a presidiárias

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

O juiz Pedro Walicoski Carvalho, corregedor do cadeião do Matadouro, em Itajaí, foi ontem pela manhã checar pessoalmente a denúncia de que presas teriam sido obrigadas a ficar peladas na frente de carcereiros e PMs homens durante uma revista. A denúncia foi feita através de uma carta, supostamente escrita por um agente prisional, publicada na edição de sexta-feira do DIARINHO.


As cerca 10 detentas ouvidas, revelou o juiz, negaram as humilhaçoes descritas na carta. “Das que conversei, nenhuma confirmou o caso”, afirmou o dotô. Prudente, o togado não descartou que o desrespeito ...

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






As cerca 10 detentas ouvidas, revelou o juiz, negaram as humilhaçoes descritas na carta. “Das que conversei, nenhuma confirmou o caso”, afirmou o dotô. Prudente, o togado não descartou que o desrespeito possa ter acontecido, já que outras cerca de 70 mulheres não foram ouvidas. Por isso, ontem mesmo o juiz encaminhou ao Ministério Público um pedido de investigação. “Com toda e qualquer denúncia o doutor Milani tem sido criterioso”, disse, referindo-se ao promotor Milani Maurílio Bento, que acompanha os casos que passam pela Vara de Execuções Penais.

Humilhação durante pente-fino

Através da carta, um suposto funcionário do departamento de Administração Prisional (Deap) de Santa Catarina denunciou a humilhação pela qual parte das 88 detentas passou durante a revista feita no pente-fino que rolou no cadeião do Matadouro em 1º de dezembro. Elas teriam ficado nuas na frente de agentes e policiais homens durante a revista íntima.

Foi a advogada Sandra Safanelli quem repassou a carta ao DIARINHO e à direção da ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Itajaí a pedido do tal funcionário do Deap. Flávio Schlickmann, coordenador de assuntos prisionais e direitos humanos da OAB de Itajaí, levou o documento ao juiz.

Continua depois da publicidade






Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.50.79

TV DIARINHO


Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 17/05/2022

Publicado 17/05/2022 22:27



Especiais

febre entre jovens

Uso de Cigarros eletrônicos acende alerta

Revitalização

Nova orla da Brava está em fase de projeto

Praia Brava

Novo acesso, através de Cabeçudas, será urbanizado

Praia Brava

Duplicação da Osvaldo Reis deve facilitar ligação com BC

Praia Brava

Via polêmica atrás da Lagoa do Cassino está em pauta



Blogs

Blog do JC

Candidatos daqui

A bordo do esporte

Boxing For You confirma Sportv, Combate e BandSports ao vivo no dia 29/05

Blog Doutor Multas

Especialista garante que dinheiro ‘físico’ vai acabar e criptomoedas estão com dias contados

Blog do Ton

Sócias de Brusque inauguram franquia da Hausz na cidade

Blog da Ale Francoise

Enema de café e suas funções

Blog Clique Diário

Itajaí - Navio - Panorama

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

José Evaldo Koch

“O hortifruti é nosso berço”

Laerte Jacomel

"Estamos buscando o que todo mundo busca: paz de espírito”

Édison Carlos

“100 milhões de brasileiros não têm coleta de esgoto”

Walter Orthmann

"Quero ser útil enquanto eu puder”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯